Empréstimo consignado por telefone, lei proíbe contratação

Você que é beneficiário do INSS já deve ter recebido ligações estressantes oferecendo empréstimo consignado. Mas agora essas ligações foram proibidas. Saiba mais aqui!
Anúncios


Empréstimo consignado
Fonte: Google

O empréstimo consignado por telefone é mais famoso entre os aposentados, pensionistas e servidores públicos, por ser é descontado diretamente da folha de pagamento ou benefício do INSS do cliente. E o que isso quer dizer? Quer dizer que uma parte da renda dos beneficiários fica comprometida antes que eles tenham acesso ao valor. Essa modalidade é voltada para aquelas pessoas que buscam obter um crédito de forma tranquila.

Esse tipo de crédito possui algumas vantagens que fazem os olhos dos interessados brilhar! Por exemplo, taxas de juros inferiores as outras linhas de créditos do mercado, pouca burocracia na hora da contratação e prazos mais longos para quitar o crédito contratado. Por outro lado, também possui algumas desvantagens: é uma dívida, na maioria das vezes, extensa e não existe a possibilidade de adiar o pagamento, por ser descontado diretamente do contracheque.

Visto isso, será que vale a pena contratar o empréstimo consignado por telefone? Isso varia de situação para situação. Os empréstimos podem servir como aliados ou inimigos no seu orçamento, é necessário analisar qual o destino desse dinheiro: é para compras cotidianas? emprestar para conhecidos? Então a resposta é não! Agora, caso seja para outros fins, como: dívidas com juros mais altos; começar um novo negócio; ou realizar uma pequena reforma em casa, aí a resposta é sim, vale a pena solicitar o crédito!

Contudo, por mais que o empréstimo consignado por telefone seja uma ‘mão na roda’ e uma boa opção, nem sempre você quer contratá-lo. Então, o Supremo Tribunal Federal aprovou uma lei que proíbe aquelas ligações telefônicas irritantes que você, beneficiário do INSS, recebe ao longo do dia com diversas ofertas para adquirir o crédito consignado.

Além de ser cansativo e estressante receber essas ligações, o índice de golpes do empréstimo falso por telefone estava cada vez mais alto. O aposentado recebe um telefonema da Instituição e, com poucas palavras é convencido de aceitar o empréstimo fácil e rápido.

Continue lendo para saber um pouco mais sobre a lei aprovada pelo STF e aproveite para ver algumas dicas que podem te salvar desses golpes. Confira nosso artigo!

Ofertas de empréstimo consignado por telefone estão proibidas

Foi validada, pelo STF, a Lei estadual 20.276/2020 que impede a oferta e concretização do contrato de empréstimo bancário, seja pessoal ou consignado, com os aposentados e pensionistas do INSS através de ligação telefônica no estado do Paraná. O entendimento unânime do Supremo Tribunal Federal é que a lei se trata da proteção ao consumidor e ao idoso.

A norma estadual proíbe que instituições financeiras, sociedades de arrecadamento mercantil e correspondentes bancários de realizarem qualquer tipo de publicidade dirigida aos beneficiários do INSS e determina que a contratação de empréstimo consignado somente pode ser efetivada se o aposentado ou pensionista solicitar expressamente.

Essa ação através de telefonemas pode ser considerada assédio publicitário, porque a grande maioria dos aposentados e pensionista são idosos, pessoas que precisam ser protegidas e amparadas pela sociedade. O que foi disposto na lei paranaense é uma adoção de políticas públicas para assegurar a economia do idoso, evitando que o mesmo contraia diversas dívidas por incômodos em excesso.

Então, desde o fim de julho do ano passado, a lei proibiu as atividades de telemarketing ativo, oferta ou proposta comercial com tendência a convencer os aposentados e pensionistas a contratarem algum empréstimo consignado por telefone. Muitos se perguntaram se a lei não está inabilitando instituições financeiras, mas a resposta é não! A lei apenas estabeleceu limites na forma como se deve vender empréstimo consignado aos beneficiários do INSS.

Dicas para não cair no golpe do empréstimo falso

Empréstimo consignado
Fonte: Google

Nos momentos de crise financeira estamos mais sensíveis e mais passíveis a aceitar qualquer oferta de empréstimo que recebemos. Mas, é preciso ter certeza de que a empresa ofertante é confiável e legal. Então, trouxemos algumas dicas que podem te ajudar a identificar golpes e evitar que você contrate um empréstimo falso.

Antes de qualquer coisa: nunca contrate um empréstimo às pressas. Quanto mais chamativa for a oferta maiores são as chances de ser um golpe, então sempre consulte mais informações sobre a empresa antes de solicitar o dinheiro. Ao buscar informações escolha empresas com boa reputação e indicação no mercado, e de preferência, que seguem as normas do Banco Central.

Jamais faça qualquer depósito ou transferência antes de receber o seu empréstimo. Nenhuma instituição financeira de confiança solicita qualquer valor antecipado para concluir a liberação do seu dinheiro. Também não realize, em hipótese alguma, o pagamento das parcelas do empréstimo em contas bancárias de pessoas físicas.

É interessante fazer uma pesquisa de satisfação da empresa. Busque na internet recomendações e avaliações da instituição financeira, sites como Reclame Aqui e Procon podem te ajudar. Dessa forma, você fica ciente das reclamações de outros clientes sobre tal empresa, e fuja daquelas empresas que não tem nenhum tipo de avaliação, positiva ou negativa.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *