10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Empréstimo durante a Pandemia, como solicitar o seu.

Se você ficou no sufoco durante a pandemia, aprenda agora como solicitar um empréstimo. Leia mais.
Anúncios


Fonte: Google

Hoje iremos falar sobre como solicitar um empréstimo durante a pandemia. Leia até o fim o post e fique por dentro das nossas dicas!

Durante a crise gerada pela pandemia da Covid-19, descobrimos que seus efeitos foram além da área da saúde e afetou o mundo financeiro; de forma global.  

Dessa forma, o Sebrae – Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, em sua pesquisa recente demonstrado que cerca de 88% das empresas tiveram uma queda alta em seus faturamentos no período de pandemia.

Nesse rumo, a instituição ressaltou que cerca de 55%, dessas empresas, irão precisar solicitar recorrer as linhas de crédito disponíveis no mercado financeiro. Como, por exemplo, o empréstimo, para evitar seu fechamento e manter o quadro de funcionários.

Embora, a realidade de uma crise seja mais frequentes entre as empresas, os prejuízos durante a crise pandêmica, atingiu várias famílias brasileiras. Que dese modo, também, apresentaram uma redução, ainda, mais brusca em sua renda, segundo pesquisa do IBGE.

Atualmente são mais de 40 milhões de brasileiros, em virtude da crise financeira, que apresentam situação de pobre. Isso no período de março/2020 a junho/2020.

Dessa forma, algumas instituições financeiras e bancos decidiram adotar várias medidas para minimizar os danos dessa crise.


Vamos juntos!

Sobre o empréstimo

Fonte: Google

Criado para atender o consumidor em casa de urgência, o empréstimo é uma das modalidade de crédito mais acessada pelo brasileiro. Desse modo, podemos dizer que se trata de crédito facilitado, já que possui várias espécies e variações em acordo com a necessidade e exigências das instituições financeiras e bancos.

Assim, ao acessar essa linha de crédito, o consumidor terá a liberação de valor certo para a garantir a realização de seus sonhos ou de bens. Porém, quando houver restrição de seu nome ou CPF nos órgãos de proteção ao crédito, poderá ter seu acesso por meio do modelo consignado ou por garantia, sendo pessoa física.

Contudo, se você é Pessoa Jurídica, empreendedor MEI; por exemplo, sua solicitação será feita por meio do capital de sua empresa. Dessa forma, demonstrando que possui um controle sobre as finanças e constitui seu projeto de gastos.

Como funcionam os empréstimos?

Como já demonstramos acima; o empréstimo possui várias espécies, incluindo as diferenciadas entre as PF e PJ.

O banco ou instituição financeira libera o valor já no ato de assinatura do contrato; seu pagamento é poderá ser efetuado de maneira parcelada.

Já na condição de consignado, poderá acessá-lo como Pessoa Física; com a apresentação de um vínculo trabalhista com um órgão da administração pública, beneficiário do INSS, servidor ou, até privada com a autorização dos descontos mensais diretamente na folha de pagamento do contratante.

Nessa modalidade os juros e taxas são menores e mais flexíveis, isso significa dizer; que a sua incidência ocorre de maneira mais branda e não possui os elevados índices daqueles sem garantia.

Para a concessão de empréstimo para as Pessoa Jurídicas, poderão efetuar a contrato por meio da categoria Microcrédito; que gozam de isenções diante das instituições financeiras e bancárias, assim, o próprio Governo – devido ao cenário pandêmico, tem adotado facilitar essa liberação de crédito.

Qual a atitude dos bancos para anemizar o atual cenário de crise?

Por conta das grandes dificuldades impostas pela Covid-19 várias instituições bancárias resolveram adotar medidas que visam o benefício do empréstimo, seja ele em qualquer modalidade; Governo Federal dispõem de atitudes que contribui para isso.

 Assim, bancos, físicos e digitais, como:

  • Banco do Brasil;
  • Caixa;
  • Itaú;
  • e por fim Santander.

Agora fintechs, como Nubank, por exemplo, adotam essas medidas para tentar minimizar os danos causados pela Covid-19.

Quais as vantagens de contrair um empréstimo na Pandemia?

A principal vantagem é a redução dos juros; como medida de preservação a economia o Governo Federal, junto ao BC, tem reduzido os juros para garantir o acesso ao crédito e fomentar a economia interna.

Assim, com os juros mais baixos, os requisitos de prestação de serviços financeiros, como o empréstimo, são facilitados e mais simples de acessar. Por fim, você poderá acessá-lo, seja, como PJ ou PF em uma instituição digital ou física.

Como solicitar um empréstimo durante a pandemia?

Como nós deixamos claro aqui; existem várias instituições que disponibilizam o empréstimo, por meio físico ou online, porém, para qualquer uma delas serão exigidos alguns documentos essenciais:

  • RG/CNH;
  • CPF;
  • Comprovante de Renda e Residência;

Além daqueles dependendo da modalidade – para pessoas físicas:

  • CNPJ;
  • Comprovante de capital
  • e por fim regular o funcionamento da empresa ou atividade.



Por fim, busque uma agência, acesse ao site ou aplicativo mobile da empresa e solicite um pré-cadastro. Em seguida, solicite seu empréstimo e aguarde a análise da empresa sobre seus dados.

Por fim, quando for liberado, o dinheiro será depositado em sua conta.

Gostou do artigo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Por fim, acesse a outras informações financeiras sobre empréstimo aqui em nosso blog.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *