6 erros financeiros para você evitar. Saiba mais!

Não fique no sufoco! Entende quais os principais erros cometidos por você e evite a falência de suas finanças.
Anúncios


Fonte:Google

O artigo 6 erros financeiros para você evitar, é para você que está cansando de viver no vermelho e não aguenta mais não ter dinheiro para pagar as contas do mês, além disso não conseguir realizar todos os sonhos, por falta de grana. Portanto, se você busca uma forma de ter uma vida financeira tranquila, saiba que ao final deste texto, você vai ter boas dicas para viver no verde, e consequentemente conseguir comprar aquela casa, carro, assim como poder fazer aquela viagem que você tanto deseja.

Então vamos lá, acompanhe a leitura e saiba quais são os 6 erros financeiros para você evitar, e nunca mais sofrer com a falta de dinheiro no bolso.

6 erros financeiros para você evitar: a importância do planejamento

Primeiramente eu quero te fazer uma pergunta: Você faz planejamento financeiro? Ou é uma daquelas pessoas que não tem nem ideia de para onde o seu dinheiro está indo todos os meses?

Antes de tudo, é preciso saber que ter um planejamento financeiro pessoal é extremamente importante para quem deseja manter as contas em dia, além disso ter uma relação saudável com o dinheiro.

Benefícios do planejamento financeiro

Quando você cria o hábito de se planejar financeiramente, uma série de situações boas acontecem, e consequentemente você vai conseguir realizar todos os sonhos da sua vida.

Portanto, dentre os inúmeros benefícios, podemos citar:

  • Ter um real conhecimento da sua situação financeira, ou seja, saber quanto ganha, quanto gasta, e quanto pode economizar por mês, por exemplo.
  • Atingir de forma mais rápida todos os seus objetivos pessoais.
  • Pagar todas as contas em dia, sem precisar pegar nenhum empréstimo.
  • Se conhecer melhor como consumidor.
  • Ter um relacionamento dominador com o dinheiro, ou seja, você não vai viver em função dele, mas fazer com que ele viabilize todos os seus sonhos.
  • Estar sempre bem informado sobre sua atual situação financeira.
  • Vai estar sempre atento sobre os erros financeiros para evitar.
  • Se planejar a curto, médio e longo prazo.
  • Não ter nenhuma surpresa com uma conta ou imprevisto inesperado.

Enfim, são muitos os benefícios que um bom planejamento financeiro pessoal podem proporcionar para as pessoas. Contudo, é necessário ter foco e disciplina todos os dias para que se possa realmente de fato, ter grana sobrando todos os meses.

Fique atento aos 6 erros financeiros para você evitar e nunca mais ficar endividado

Homem com uma carteira vazia aberta, mostrando sobre os 6 erros financeiros que você deve evitar.
6 erros financeiros para você evitar

Depois que você parar de praticar os 6 erros financeiros que separamos para você, consequentemente sua vida vai ficar mais tranquila e feliz. Afinal, quando se tem todas as contas pagas, objetivos e sonhos realizados, e dinheiro sobrando na conta, fica impossível não viver tranquilamente. Não é mesmo?

Por isso se você chegou até aqui, chegou o momento de abrir o coração, e decidir nunca mais agir conforme os erros financeiros que separamos. Combinado?

1 – Não saber seus dados financeiros: quanto ganha e gasta

Se eu te perguntasse agora quanto você gastou no mês passado e te pedisse para discriminar exatamente para onde foi o seu dinheiro, você teria dados rápidos para me apresentar?

Com toda certeza você ficou no mínimo contrariado com a minha pergunta. A maioria das pessoas não sabem para onde vai o dinheiro, e além disso, surpreendentemente tem gente que não sabe nem quanto ganha por mês.

Antes de mais nada saiba exatamente o quanto você ganha

O primeiro erro do planejamento financeiro é não saber de forma exata quanto é o seu salário, e todas as suas outras receitas do mês. Por isso, é fundamente que você tenha clareza do quanto entrou na sua conta.

2 – Não anotar todos os gastos

Quantas vezes você já se perguntou: para onde esta indo o meu dinheiro? Com toda certeza se você não tem o hábito de anotar todos os seus gastos, até mesmo a bala ou o chiclete que você comprou, é provável que você se faça esta perguntar todos os meses.

A boa notícia é que se você tem dificuldade para registrar seus gastos diários, hoje em dia, existem vários softwares, aplicativos, e até mesmo planilhas do Excel que podem te auxiliar de uma forma extremamente boa.

O site Mobills – Gerenciador Financeiro é excelente em recursos. Ele oferece aplicativo, planilhas e além disso, várias dicas de organização financeira pessoal.

3 – Fazer compras por impulso

Este é um outro erro muito comum entre as pessoas.

Se você é aquele tipo de consumidor compulsivo que não pode ver uma promoção ou oferta de um produto que você deseja muito, saiba que este é um dos erros financeiros para evitar que seja talvez, um dos mais importantes neste momento.

Antes de tudo se pergunte: eu preciso mesmo comprar isto?

Uma boa forma de você controlar o seu desejo compulsivo de comprar, é uma comparação com o Direito de Arrependimento do Consumidor. Em resumo, quando bate aquele arrependimento de comprar algo, o direito do consumidor de se arrepender pode acontecer em até 7 dias, de tal forma que ele pode devolver o produto e receber o dinheiro de volta.

No entanto, o que eu quero te explicar com isso? Vamos lá!

Se você sente que é um consumidor compulsivo, antes de comprar algo espere por 7 dias. Então, se após essa semana você ainda sentir que precisa do produto que iria comprar, aí sim você vai lá e compra.

Por isso acredite: as chances de você perceber que não precisa do que iria comprar, é bastante grande, e consequentemente você não vai se endividar sem motivo.

4 – Não evitar o cartão o crédito

Uma mulher loira, visivelmente assustada, segurando 3 cartões de crédito na mão.
Evite abusar do cartão de crédito

Da mesma forma, abusar do cartão de crédito é um erro que está diretamente ligado a ser um consumidor compulsivo. Na maioria das vezes você vai utilizar o seu cartão porque não tem dinheiro à vista para comprar alguma coisa. Não é mesmo?

O uso exagerado do cartão de crédito é um dos fatores que mais prejudicam a vida financeira de qualquer pessoa. Porque eventualmente, ou quase sempre, você vai gastar mais do que pode comprar.

Consequentemente você irá pagar juros extremamente altos que podem chegar a até 395% ao ano, e assim, as chances de você começar a realizar os seus sonhos e objetivos, vão ficar cada vez menores.

Dica: Esqueça o cartão de crédito em casa

Se você não consegue se controlar, então esqueça o cartão de crédito em casa. Tire ele da sua carteira antes de sair. Simples assim!

Desta forma, você vai pagar à vista, e não vai acumular nenhuma uma dívida desnecessária para o próximo mês.

5 – Não ter uma reserva de emergência

Claro que a gente sempre pensa em juntar dinheiro para realizar sonhos e objetivos. No entanto, é importante que você se programe também para ter uma reserva de emergência, que nada mais é que aquele montante de dinheiro que temos guardado no caso de alguma intercorrência como perda de emprego, gastos com saúde e despesas com o carro, por exemplo.

Reserva de Emergência é um passo importante para o seu planejamento financeiro

Neste sentido, ter uma reserva de emergência em caso de algum acontecimento inesperado, vai evitar que você se enfie em alguma dívida, ou até mesmo, gaste o dinheiro que juntou para realizar algum objetivo.

É aconselhável que a sua reserva de emergência consiga cobrir e manter o seu padrão de vida por pelo menos 6 meses. Ou seja, supondo que você precise de R$ 2 mil reais para se manter durante o mês, então sua reserva terá que ser de R$ 12 mil.

No entanto, você não precisa ter esse dinheiro todo guardado de uma vez. Separe uma quantia fixa todos os meses, até que consiga alcançar o valor estipulado, e deixar ele guardado.

6 – Não investir

É provável que você já tenha percebido que o assunto investimento está em alta no mundo das finanças pessoais.

Por isso dos erros financeiros para evitar, não investir, é um dos mais importantes. Surpreendentemente de acordo com alguns dados, apenas 9% das pessoas conseguem investir parte do seu dinheiro no final do mês.

Existem boas opções de investimentos tais como: renda fixa, renda variável, mercado de ações, fundos imobiliários, COE, fundos de ações, LCI e LCA, fundos multimercado, entre outros.

Dica

Nossa dica é que você procure por um investimento que lhe garantam uma rentabilidade de fato real, ou seja, os rendimentos que estão acima da inflação.

Por que a poupança não é investimento?

Porque ela não rende! A menos que você se interesse por um investimento que rende menos de 1% ano, se não for o seu caso, saiba que a poupança não é um bom investimento.

Use a poupança apenas para guardar pequenos valores, ou seja, só um dinheirinho guardado mesmo para usar de forma casual.

Comprometimento, disciplina e foco

Agora que já sabe quais são os 6 erros financeiros para você evitar, é o momento de ter comprometimento, disciplina e foco para iniciar uma nova vida financeira saudável.

Por isso se você seguir todas as nossas dicas, certamente vai sobrar dinheiro para realizar todos os seus sonhos.

Gostou da leitura?

Então curta, comente e compartilhe este artigo com seus amigos endividados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *