Antecipação de recebíveis, entenda quando fazer!

Sempre que vamos antecipar vendas à crédito, surgem várias dúvidas. Quando devo fazer? Para quê devo fazer? Continue conosco e saiba mais!
Anúncios


Antecipação de recebíveis
Fonte: Google

Hoje o assunto é destinado para o Varejista! Afinal aquela dúvida se é vantajoso fazer antecipação de recebíveis. É um tema que requer muita atenção, e vai de acordo com a necessidade de cada comerciante. Nesse tópico vamos trazer várias informações sobre esse assunto. E que trouxe você até aqui. Fique ligado, e leia o artigo até o fim, tenho certeza que vamos esclarecer todas as suas dúvidas. 

Quando o comerciante realiza vendas no crédito, cada parcela é paga de acordo com o vencimento de cada uma. Sendo assim, a venda no crédito à vista só estará disponível na conta da empresa após 30 dias. Vamos exemplar: ao realizar uma venda parcelado em 4 vezes, você receberá a primeira parcela em 30 dias e a segunda em 60 dias. E assim por diante.

Dependendo da necessidade de cada um, esse tipo de venda pode atrapalhar um pouco o fluxo de caixa e o giro do negócio. Por isso, uma alternativa muito usada por comerciantes é a antecipação de vendas à crédito, uma ótima forma de pagar contas da empresa a curto prazo sem recorrer ao empréstimo. 

Entretanto, é preciso ter cautela e planejamento, para não prejudicar seu negócio. Para que você entenda de forma mais clara, a antecipação de vendas é um recurso que permite o comerciante antecipar o recebimento de valores que só estaria disponível para ser movimentado lá na frente. Ao receber esses valores que só chegariam mais a frente, a empresa só deve usar os recursos em caso emergencial.  

Entenda que ao fazer essa operação você vai estar antecipando valores que ainda irão cair na conta, e sem um bom planejamento você pode comprometer a saúde da empresa futuramente. Vamos esclarecer melhor as condições e como usar esse recurso na empresa. 

Como funciona a antecipação de recebíveis? 

A antecipação de recebíveis tem algumas mudanças de uma instituição financeira para outra, mas geralmente segue as seguintes etapas: o comerciante interessado em antecipar suas vendas, entra em contato com banco ou fintech, que disponibiliza essa modalidade de crédito e conhece as condições da transação.  

A instituição financeira deve informar ao comerciante as taxas de juros que serão aplicadas no valor antecipado e o prazo para que o dinheiro fique disponível na conta da empresa. A próxima etapa, é fazer o cadastro das maquininhas na plataforma da instituição financeira responsável pela antecipação do crédito. Em seguida, o cliente escolhe quais vendas deseja adiantar e faz o pedido de antecipação. Além da opção de antecipar parcelas do cartão de crédito, a instituição financeira pode antecipar pagamentos com cheques e boletos.  

Ah, mas o comerciante precisa ter atenção, no caso dos cheques e boletos. Se o cliente que fizer a compra parcelada não honrar com os pagamentos, o banco responsável pela antecipação ficará sem receber o dinheiro. Assim, poderá colocar restrições no lojista ou até mesmo exigir o pagamento das parcelas em aberto. Por isso é bom o comerciante ter atenção em quais vendas antecipar. 

Vantagens em fazer a antecipação de recebíveis. 

Uma das principais vantagens da antecipação de recebíveis é a taxa de juros relacionada a outras linhas de crédito. Cada taxa de juros vai de acordo com o perfil financeiro de cada comerciante, mas sempre será mais baixo que as cobradas pelos bancos no rotativo dos cartões de crédito e no cheque especial. Isso se dá porque, como o dinheiro é por uma antecipação de uma venda já feita. Logo, o risco de inadimplência é menor que nas outras modalidades.  

Contudo, antes de firmar qualquer negócio é importante verificar se as taxas de juros, somadas ao IOF e outros encargos, tornam essa modalidade realmente vantajosa para seu negócio. Sendo assim, outra característica interessante de antecipação de recebíveis está ligada a facilidade de contratação do crédito. Uma vez que, o banco ou instituição financeira assume o direito de receber os valores que foram antecipados, deixando a transação menos burocrática.  

Mas o empresário precisa ter atenção com o uso contínuo do crédito, justamente por conta da facilidade da contratação. Fazer a antecipação de recebíveis com frequência, pode comprometer futuramente a saúde financeira da empresa e em casos mais graves, colocar em risco a sobrevivência no mercado.  

Como e quando contratar a antecipação de recebíveis? 

Antecipação de recebíveis
Fonte: Google

Assim como qualquer linha de crédito para empresas, a antecipação de recebíveis deve ser usada em caso de emergência para atender as necessidades do negócio. Devem ser usadas para pagar compromisso com fornecedores, levantar capital de giro, para manter as atividades da empresa funcionando, e em caso de reforçar o estoque da empresa.  

Mas antes de solicitar a antecipação de recebíveis, é necessário fazer um planejamento adequado e ter uma projeção do fluxo de caixa. Sem organização, você pode resolver o problema de hoje, e  criar um problema bem maior no futuro. É preciso analisar bem se esse dinheiro não vai fazer falta no futuro. Espero ter ajuda a esclarecer algumas dúvidas relacionadas ao assunto.   

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *