Autogestão no Home Office, como ser o seu próprio chefe?

Se você não consegue se organizar durante a rotina de trabalho e não sabe o que fazer! Continue conosco descubra aqui.
Anúncios


Autogestão no Home Office
Fonte: Google

Durante a crise global trazida pelo coronavírus, muitas pessoas notaram as dificuldades em gerenciar seu tempo e suas atividades. Seja na vida pessoal ou no trabalho. Assim, com as restrições e medidas de prevenção a vida, a população em geral se obrigada a mudar de rotina. Desse modo, os antigos hábitos laborais; conversa entre colegas, discursões profissionais e outros. Já não se limitava a um ambiente comum, mas ao seu lar. Portanto, a autogestão no Home Office pode ser a solução para os problemas de gerenciamento de tempo.

Dessa forma, se intitular “chefe” pode criar uma certa aceitação na rotina e condicionar o cérebro a compreender melhor as divisões. Ou seja, atentar ao que é trabalho e ao que é pessoal. Afinal, o grande desafio do teletrabalho é conseguir agregar uma melhor qualidade de vida ao perfil profissional do trabalhador.

Nesse sentido, o grande entrave é saber quem manda e quando manda. Contudo, será que, apenas com a autogestão todos os problemas serão resolvidos. Parece intrigante, não é? Entretanto, não é! Questionar sobre uma nova maneira de dita sua rotina ou organizá-la é algo comum ao ser humano.

Portanto, não causa estranheza alguma se você se fez esta pergunta. Assim, QUESTIONAR faz parte do jogo, no entanto, não seguir os princípios da autogestão poderá deixar muita gente fora do mercado de trabalho.

Desse modo, em uma ressente pesquisa foi apontado que a autogestão pode ser o diferencial no pós-pandemia, segundo 95% dos CEOs brasileiros. Logo, deixar de aplicar os princípios da autogestão no home office poderá gerar uma resistência no acesso de cargos.

Portanto, se você pretende se colocar no mercado de trabalho com um diferencial. Não perca tempo, veja a seguir nossas dicas sobre o assunto.  

Os desafios do mercado de emprego pós-pandemia e a autogestão

Como dito anteriormente: uma recente pesquisa trouxe dados sobre a autogestão. Sendo assim, a pesquisa trouxe outros pontos importantes para os cenários do mercado de trabalho no pós-pandemia. Desse modo, pontos como, por exemplo: oferta do trabalho híbrido, jornada flexível entre outros. Assim, segundo os CEOs, a importância da contratação de mão de obra em várias partes do país exigiria um modelo não-hierárquico para melhor atender as mudanças.

Nesse sentido, a autogestão no home office e/ou no trabalho híbrido pode ser fator fundamental na contratação. Por este motivo, poder conhecer melhor os métodos e as técnicas da autogestão são a melhor saída. Desse modo, as empresas devam optar por possuir uma equipe mais independente e entregue resultados, mesmo se a supervisão de um chefe direto.

Os passos para a autogestão no home office

Sendo assim, para deixar você mais consciente e atento(a) as mudanças, sugerimos algumas dicas para incorporar a sua rotina a autogestão no home office. Portanto veja a seguir quais pontos necessitam de mais atenção e quais devam ser mudados:

Parceiro dos desafios: Um dos pontos principais da autogestão no home office é saber lhe dar com os desafios de maneira tranquila, demonstrar a proatividade para solucioná-los. Ainda que, na ausência do superior ou pedido. Siga o dito popular: se você o que fazer, arregasse as mangas e faça.

Dosar e separar as atividades: Aquele conselho, que por vezes parece impossível; dose suas atividades profissionais, pessoais, incluindo lazer e esporte. Pois é, siga a regra 8 x 8 x 8, assim, um terço das horas faça seu trabalho, no outro tenha lazer, atividade física e cuide de você. Já nas últimas 8 horas, aproveite para descansou bem.

Separando as coisas: Um ponto importante da autogestão no home office é delegar as responsabilidades. Afinal, ninguém é chefe de si abarcando tudo sozinho, distribua as atividades e tente não absorver tudo o que acredita ser seu, apenas concentre-se em fazer o seu trabalho.

Concluindo  

Autogestão no Home Office
Fonte: Google

Conhecer a si mesmo: É importante reconhecer e, ainda, conhecer seus pontos fortes e fracos. Assim, poderá corrigir aqueles que atrapalham e até reduzem a sua produtividade, além disso, poderá abusar dos pontos fortes para desenvolver sua carreira e outras habilidades;

Por fim, você já acompanhou alguns dos pontos que são importantes para efetivar a autogestão no home office. Portanto, cabe a você agora colocá-los em prática. Ainda, conquistar maiores rumos em suas atividades profissionais e pessoais. Por isso, não se limite apenas em achar que você não é capaz de desenvolver uma excelente autogestão em qualquer modalidade de trabalho, seja home office ou híbrida.