Brasil na 3ª posição entre os países que mais usam a internet

Dados do Ministério das Comunicações colocam o Brasil na 3ª posição dos países que mais usam internet. Confira!
Anúncios


brasil internet 3 posição
Fonte: Google

Antes de mais nada, um webnário promovido pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) trouxe à tona alguns dados do Ministério das Comunicações onde quase 5.000 municípios brasileiros estão conectados às redes nacionais pelas fibras ópticas. Assim com 78,3% da população on-line, o Brasil está em 3ª posição entre os países que mais utilizam internet. O webnário contou com a participação de mais três países além do Brasil: Espanha, Coréia do Sul e México.

O evento teve como principal objetivo a discussão de políticas públicas, a fim de construir um mundo mais conectado. Nesse momento de pandemia, home office e ensino à distância esse assunto vem ganhando mais espaço, já que devido ao isolamento social as pessoas têm usado mais a internet. A OCDE tinha uma recomendação sobre Conectividade de Banda Larga, com o objetivo de ampliação da conectividade e melhora da qualidade das redes de banda larga do mundo todo, e em fevereiro deste ano o Brasil resolveu adotar tal recomendação.

Conectividade de Banda Larga

Essa recomendação, sobre Conectividade de Banda Larga é constituída por cinco fundamentos. Que são: avaliação regular dos mercados de banda larga; minimização dos impactos ambientais negativos das redes de comunicação; estímulo da competição, inovação e investimento no desenvolvimento; medidas garantidoras de redes seguras, confiáveis e de alta capacidade; bem como ações eliminatórias das desigualdades digitais e redução das barreiras à implantação de banda larga.

Participar dessas cerimônias da OCDE é muito importante para o Brasil, que é um país não membro da Organização, mas muito presente. Além disso, na recomendação de Conectividade para Todos, o Brasil foi o único não membro a aderir o movimento.

Desse modo, isso mostra como o país está alinhado às políticas públicas adotadas por países mais bem-sucedidos do mundo. Além de representar o quão apto o Brasil está em aderir mudanças nas partes tecnológicas e de comunicações, já que somos aderentes a muitas recomendações da Organização emitiu até então.

Compreenda mais sobre estes assuntos nos tópicos seguintes!

Conectividade no Brasil

O Governo Federal, mais especificamente o Ministério das Comunicações, tem desenvolvido algumas políticas públicas para levar conectividade à toda população. Dessa forma o programa Wi-Fi Brasil, desenvolvido em parceria com o Banco do Brasil, leva pontos púbicos de acesso à internet nas praças e instituições públicas. Assim, o satélite brasileiro tem sido usado para levar internet as escolas rurais e lugares que outros meios de conexão não chegam facilmente.

Além de tudo, existem políticas públicas que instauram compromissos para cobrir os editais de licitação preparados pela Anatel, como por exemplo, a política pública para o leilão de 5G. Assim, se define que, para levar conectividade aos lugares que estão indisponíveis, a Anatel deve usar os recursos do leilão. Levar conectividade para as pessoas desconectadas da região Norte do Brasil é uma prioridade.

Outra política pública importante é a recente aprovação da lei que mudou as regras do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações. Tal lei autoriza o Brasil a utilização dos recursos recebidos nesse Fundo para levar conexão aqueles que estão em situação vulnerável, que não receberiam outra forma de comunicação.

Então, no intuito de ajudar a ampliar o Brasil digital, parte dos recursos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações estão disponíveis para conectar as áreas rurais do país, gerando mais inclusão digital e acabando com o deserto virtual dos quatro cantos do país, e assim, ser um lugar 100% conectado.

5g e o país do futebol

brasil banda larga
Fonte: Google

Recentemente a Anatel aprovou o edital para a proposta de tecnologia de quinta geração (5G) que promete alavancar a indústria, a rotina dos brasileiros e o agronegócio. Um leilão acontecerá para saber qual empresa ficará responsável por implantar essa tecnologia no país, no momento, o leilão está no Tribunal de Contas da União e leva em torno de dois meses para as decisões finais e depois retorna a Anatel. São em torno de 120 dias para realizarem o leilão de 5G no Brasil.

Essa tecnologia é uma realidade em muitos países e está chegando agora no Brasil. O 5G promete uma conexão móvel mais rápida e econômica, podendo ser usada nos transportes, telemedicina e outras áreas. A tecnologia de quinta geração é o sucessor do 4G, fornecedor de conexão para a maioria dos dispositivos.

Uma das obrigações impostas no edital é que o país tenha a conexão 5G em todas as capitais funcionando até junho de 2022. Em junho do ano que vem, o 5G puro estará funcionando nas 27 capitais do Brasil e a solução híbrida antes disso. Será um avanço tecnológico para todo o país, principalmente nas indústrias e empresas, que terão uma alta produtividade. As companhias terão muita oportunidade de evolução.

Economia digital no Brasil

A crise da pandemia do Coronavírus afetou a transformação digital e as relações empresariais diretamente. Com a revolução digital, empresários afirmaram que a digitalização alavancou os negócios anos à frente do que era esperado e planejado. A indústria de serviços digitais é uma peça enorme para o desenvolvimento econômico e estudos preveem que em 2025 a economia digital represente mais de 20% do PIB mundial.

A economia digital é a incorporação de tecnologias para produzir, comercializar e distribuir produtos e serviços. Sendo assim, são integralizados dispositivos digitais e várias tecnologias aos processos, aprimorando a capacidade de produção dos nichos existentes no mercado. O e-commerce é um exemplo dos serviços digitais que utilizamos diariamente.

A digitalização gera diversas vantagens para o meio corporativo, os dados são mais valorizados e consequentemente a elaboração de análises e relatórios é mais assertiva. Desse modo, é possível encontrar fornecedores, clientes e fazer reuniões de forma online e com muito mais agilidade, acelerando o crescimento da empresa. Além de abrir novas portas para novos negócios, com a criação de novos serviços inovadores. Devido ao distanciamento social que adotamos em 2020, a economia digital se destacou e alcançou todos os setores do mercado.

Conclusão

Há alguns anos atrás ninguém imaginava que a conexão e o ambiente virtual evoluiriam tanto. Hoje, nós utilizamos a internet para tudo e o tempo todo, as pessoas trabalham e estudam pela internet, além disso resolvem vários problemas do dia a dia com um aparelho eletrônico. Assim, a facilidade e praticidade que temos é impressionante, algumas pessoas não saem mais de casa nem para fazer compras de supermercado.

O Brasil ocupa a 3ª posição dos países que mais consomem internet e a instauração da conexão 5G no país vai gerar muita produtividade no ramo empresarial, e toda a cadeia de produção das empresas vai exigir comunicação. O 5G tem uma precisão muito grande devido à baixa latência, então a expectativa é que a conexão eleve o desenvolvimento do país. Poderemos ter telemedicina, com cirurgias a distância, carros autônomos e o crescimento do agrobusiness.

É muito difícil acreditar que tudo isso pode acontecer, mas o cenário do futuro é esse, a automatização da maioria das áreas da vida humana. Não estamos tão longe de todos esses acontecimentos surreais.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *