10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Quem pode e calendário do Auxílio Belo Horizonte!

Descubra quais famílias podem receber o benefício e as datas de pagamentos aqui.

Auxílio Belo Horizonte
Fonte: Auxílio Belo Horizonte

Para mais de 80 mil famílias, entre as quais encontram-se em situação de vulnerabilidade social, até dia 31 de março de 2022, a Governo Municipal disponibiliza a inscrição no Auxílio BH. Um programa social municipal que efetiva até 06 pagamentos   para ajudar as famílias no combate a pobreza e no enfretamento a Covid-19.

O prazo para cadastro foi prorrogado pelo Município para atender a necessidade das famílias. Além disso, é preciso atentar as regras aplicadas para o cadastro e recebimento do benefício. Desse modo, não é toda família que poderá receber o benefício, todavia, serão mais de 300 mil, segundo prevê a Lei do Auxílio BH. Quer saber quem pode se cadastrar? Continue a ler e veja os detalhes.

Quem tem direito ao cadastro no programa?

A exemplo de outros benefícios sociais no Brasil, o programa exige o prévio cadastro no sistema do CadÚnico.

No entanto, para acessar para receber as parcelas do Auxílio Belo Horizonte é preciso que o cadastro tenha sido feito até 30/06/21. Sendo este um requisito essencial para efetuar a inscrição e receber o pagamento.

Desse modo, se a família efetuou o cadastro depois dessa data não poderá se inscrever no programa.

Além disso, outros requisitos devem ser observados já que são “cumulativos” para sua inscrição da família segundo Lei Municipal nº 11.314/21.

Vejamos abaixo quais são:

  • Famílias que moram em Belo Horizonte em situação: extrema pobreza, vulnerabilidade social e/ou que tenha filho(s) matriculados regularmente na rede de educação municipal;
  • Ambulantes, inscritos na SMPU, em veículos automotores;
  • PCD ou pessoa com doença rara inscritas e cadastradas na Secretaria Municipal de Esporte e Lazer e no Programa SUPERAR;
  • Mulheres sob medida protetiva; por violência doméstica ou cadastrada na SMASACSecretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania;
  • Lavadores de carros licenciados (SMPU);
  • Expositores (feiras) licenciados nas SMPU e/ou SMASAC;
  • Participantes da Operação Urbana Simplificada; licenciados pela SMUP, Plano de Inclusão;
  • Engraxates (licenciados na SMPU);
  • Ambulantes; licenciados na SMUP, veículos por tração HUMANA;
  • Pessoas em situação de rua – inscritas na SMUP;
  • Comunidades tradicionais e Povo cadastrados na SMASAC;
  • Agricultores urbanos – inscritos na SMASAC;
  • Carroceiros, autorizatórios e trabalhadores de transporte escolar – inscritos na BHTrans;
  • Catadores; inscritos na SLU; cooperados e aqueles avulsos cadastrados na ANCAT e SMASAC
  • Artistas, Coletivos da cultura popular e trabalhadores informais de palco – inscritos na SMC Secretaria Municipal de Cultura;
  • Pessoas atendidas pelo Programa Bolsa Moradia – cadastrados na URBEL; e,
  • Empreendedores – cadastrado na SMDE.

Qual o número de beneficiários no Auxílio Belo Horizonte?

Por se tratar de “família” o Prefeitura informou que não existe número limite de beneficiário. Ou seja, será paga apenas um benefício por família. Desse modo, não funciona como o Auxílio Emergencial quando um ou duas pessoas poderia receber na mesma família.

Datas de pegamento, consulta e cadastro da família no Auxílio Belo Horizonte

Confirma o pagamento conforme o calendário abaixo; segundo o mês de nascimento do beneficiário – para os já inscritos no programa!

Auxílio Belo Horizonte
Fonte: Calendário Auxílio BH

Por fim, é simples para acessar a consulta basta visitar o site do AuxílioBH e informar o CPF e Primeiro nome daquele que será o responsável pela família. Feito isso, confira os dados – é extremante importante prestar atenção aqui, os dados errados podem causar invalidação no recebimento.

Depois é só confirmar, ler e aceitar os termos, agora é só solicitar o pagamento. Clique no botão e consulte AGORA!