Clubhouse; O novo universo digital social.

Conheça o app de bate-papo mais comentado nas últimas semanas, que “caiu” no gosto dos brasileiros. Veja os detalhes agora!
Anúncios


Fonte: Clubhouse

O mundo está cada vez mais digital, cheio de novas tecnologias e ferramentas que unem pessoas de várias partes; que servem para facilitar desde simples tarefas, até assuntos complexos. Logo, nas últimas semanas muito tem se falado de uma nova rede social quese chama Clubhouse. Assim, as buscas pelo novo app cresceram cerca de 525% em uma semana. Mas por enquanto o aplicativo está disponível apenas para IPhone, e precisa de convite para participar.

O Clubhouse teve início pelo cientista da computação e ex-funcionário do Google chamado Rohan Seth. Também pelo engenheiro e empresário Paul Davidson, em 2020.

O app já faz sucesso entre as pessoas, devido a nova forma de comunicação online em salas de bate-papo através de áudios. Além da popularidade, o app já teve sua valorização, e está avaliada em mais de US$ 1 bilhão. Assim, tudo indica que esses números devem crescer ainda mais nos próximos dias.

O app tem feito tanto sucesso, que pessoas como Elon Musk, o homem mais rico do mundo, já participou de algumas conversas. Enquanto aqui no Brasil, muitos famosos fazem parte de salas de assuntos variados. Um app ideal para troca de informações e ideias, que funciona como um podcast aberto. No qual, qualquer pessoa pode ouvir os áudios na hora que tudo está acontecendo.

Usuários que conseguiram convite, e participaram das salas de bate-papo, disseram que muitas pessoas experientes e famosas; com conteúdo diversos estão compartilhando ótimas dicas além de opiniões.

Ainda mais, em assuntos como investimentos, empreendedorismo, startups, liderança e performance; além de outros tópicos. Como dito, os assuntos são variados; inclusive você leitor pode criar uma sala com o tema do seu interesse.

Veja como usar o Clubhouse para Trocar experiências.

Como funciona

Após baixar o app e criar uma conta no Clubhouse, o usuário precisa ser convidado para participar de algum bate-papo. Com durações pré-determinadas, mas que podem durar horas ou dias.

Além disso, não existe a exposição de fotos/vídeos como em outras redes sociais, apenas a foto no perfil do usuário; e os ambientes são definidos por temas.

Dessa forma, quando a pessoa estiver preenchendo os dados já aparece a opção para informar os assuntos de interesse para filtrar.

Mas qualquer pessoa pode criar um tópico e fazer o seu evento online. Ou seja, criar a própria sala para ser um palestrante, de forma instantânea.

No entanto, se o interesse for criar  sala e fazer sucesso com o conteúdo, faça títulos chamativos, para que muitas pessoas se interessem.

Além disso, o perfil de quem enviou o convite fica registrado no perfil de cada pessoa, uma espécie de indicaçã. Sendo assim, se o usuário agir de forma indevida, todos saberão quem o indicou.

Outro detalhe importante, é que em eventos maiores onde existem palestrantes diversos e uma pessoa controlando as conversas, para dar opiniões será preciso autorização.

Dessa forma, caso tenha interesse em participar da conversa em alguma sala de bate-papo; é preciso sinalizar através de um ícone em formato de uma “mãozinha”.

Que mostra o desejo de certa pessoa falar, e cabe ao palestrante aceitar ou não a solicitação.

Não tenho convite, como posso conseguir?

Em outros casos, salas de bate-papo menores os participantes podem ficar com microfone liberado caso o moderador principal permita. Além disso, o limite de ouvintes pode chegar até 5 mil pessoas simultaneamente. Mas, não podendo fazer gravações e também nunca ficam armazenadas os áudios. A não ser em caso de abuso dos termos de uso, como informa o próprio app.

Embora o Clubhouse esteja sendo muito comentado, participar de uma dessas salas necessita de convite. Por isso o indicado é que as pessoas que querem baixem o app e manifeste o desejo em ser convidado. Além de entrar na lista de espera que sincroniza os seus contatos no celular. No entanto, existem relatos da venda de convites na internet que podem custar até R$ 600.

Contudo, usuários do sistema Android não precisam se sentirem excluídos pois, os criadores já informaram que começaram trabalhar para atender em breve também essa versão. Para que todos tenham acesso aos mais diversos conteúdos, além de adquirir conhecimentos que podem contribuir em negócios, investimentos e outros. Além de contribuir com suas experiências e conhecimentos. 

Fonte: Clubhouse

Conclusão sobre o Clubhouse

O Clubhouse despertou o interesse também dos chineses, devido a oportunidade de falar sobre assuntos diversos nas redes.

Porém, o governo não gostou e o app não está disponível para os chineses. É provável que não seja liberado devido a política adotada pelo governo da China.

Mas países que tem liberdade de expressão como o Brasil, deve aproveitar a ferramenta para aprender coisas boas. Que contribuam para o crescimento profissional, pessoal e outros.

Principalmente pela oportunidade de participar de conversas que tenham conteúdos que agregam na vida como um todo. Afinal, existem salas de bate-papos com assuntos sobre empreendedorismo, e certamente a chance de aprender mais.

Bem como, saber dicas de pessoas que atingiram o sucesso ou aqueles que estão querendo melhorias. Além de investimentos, no qual muitos representantes de instituições financeiras; como as corretoras de valores, ou profissionais autônomos. Também estão participando de salas e trocando informações muito valiosas.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *