10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Aplicativos de banco no celular: proteja o seu! 

Nesse artigo, você vai conferir algumas dicas de proteção para aplicativos de banco no celular. Fique por dentro!

como-proteger-app-do-banco-no-celular
Fonte: Google

Com a tecnologia cada vez mais avançada, vivemos em um mundo dependente da internet e dos smartphones. Hoje, podemos realizar praticamente todos os tipos de transações bancárias usando os aplicativos de bancos no celular. Sendo assim, existem alguns cuidados que precisamos tomar para evitar que os hackers tenham acesso a esses apps.  

Graças aos avanços da tecnologia, todos os grandes bancos que operam no Brasil lançaram os seus aplicativos. Desse modo, os seus correntistas podem utilizar o app para realizar desde transações mais simples, como abertura de contas até assinaturas de contratos, por exemplo!  

No entanto, com os avanços da tecnologia a quantidade de crimes e roubos de contas digitais vem aumentando. Mas, não precisa se preocupar existem alguns cuidados que você pode tomar para evitar que os aplicativos de bancos no celular possam se tornar alvo de criminosos.  

Pois, segundos os especialistas em tecnologia mesmo com esse aumento de invasões e golpes que envolvem os aplicativos de banco no celular. Esses cuidados simples, podem evitar que os criminosos cometam fraudes, roubos entre outras modalidades de crime na internet. Por isso nesse artigo, vamos te dar algumas dicas para aumentar a segurança do seu aplicativo! 

Avanços da tecnologia  

Os recentes avanços da tecnologia facilitaram a vida dos brasileiros, no entanto, esses avanços acabaram abrindo brechas para os criminosos que usam a rede para cometer crimes. Hoje, são bastante comuns os casos de furtos e fraudes envolvendo aplicativos de bancos. A quantidade de correntistas comunicando crimes virtuais aumentou consideravelmente. Sendo boa parte das queixas, relacionadas links enviados para o e-mail.  

Geralmente, o e-mail é uma ferramenta utilizada pelos hackers com uma certa frequência. Apesar disso, existem alguns cuidados simples que podem ajudar a evitar esse tipo de crime. Com o surgimento dos bancos digitais, as agências tradicionais passaram a investir em aplicativos visando competir diretamente com essas instituições.  

Portanto, após o surgimento do mobile bank e internet bank os correntistas dispensaram as filas e senhas de bancos. Passando a resolver tudo pelo aplicativo, segundo pesquisas relacionadas aso hábitos financeiros dos brasileiros, cerca de seis em cada dez brasileiros. Passaram a usar os aplicativos de bancos para vários tipos de serviços que vão de abertura de contas até contratação de empréstimos. Atualmente, os apps mais usados pelos correntistas são: PagSeguro, PayPal entre outros! 

Agilidade e facilidades nas transações  

Segundo uma pesquisa realizada pela CIAB Febraban, em 2019 foram realizadas cerca de 37 milhões de transações através dos aplicativos para banco. Já em 2020, ano em que a pandemia do novo coronavírus se espalhou pelo mundo cerca de 51% das transações foram realizadas através do internet banking e aplicativos de banco.  

Vale ressaltar que, em 2021 cerca de 21 instituições financeiras que participaram de um novo levantamento. Oito instituições investiram na criação de canais digitais. Ainda segundo a pesquisa, em 2020 e 2021 as movimentações bancárias envolvendo smartphones atingiu a marca de 64%. Principalmente, após o lançamento do auxílio emergencial criado pelo Governo para ajudar as famílias em situação de vulnerabilidade financeira! 

Então, praticamente todas as operações disponíveis para os correntistas passaram a ser liberadas em 2020. Sendo assim, serviços como investimentos através de aplicativos tiveram um crescimento de 63 pontos. Já as transferências, TED e DOC apresentaram um crescimento de 60%; já os pagamentos de contas cresceram cerca de 51%, assim como, a contratação de empréstimos com um crescimento de 44%. 

Aplicativos de banco no celular 

como-proteger-app-do-banco-no-celular
Fonte: Google

O lançamento do PIX implementado pelo Banco Central em meados de 2020, acabou contribuindo para o crescimento dos aplicativos de banco no celular. Assim, com o crescimento desses aplicativos a quantidade de crimes cresceu na mesma proporção. Ou seja, antes usar o app para realizar pagamentos e transferências, por exemplo é relevante prestar atenção ao compartilhamento de dados. 

Pois, como mencionei o e-mail costuma ser uma das ferramentas usadas pelos hackers para aplicar golpes ou até o furto da conta. Afinal, nos dias atuais podemos realizar praticamente todos os tipos de transações bancárias usando os aplicativos de bancos nos smartphones. Por isso, antes de abrir links suspeitos verifique de fato aquele endereço é da sua instituição! Por fim, quando for realizar transações mais simples fique atento e evite informar a sua senha, por exemplo.  

Pois, desde a criação desses aplicativos passamos a resolver tudo pelo aplicativo, não é mesmo? Desse modo, a quantidade de correntistas comunicando crimes virtuais aumentou. Evite acessar links para atualizar dados do seu cartão de crédito, esses mesmos cuidados devem ser tomados para evitar o furto ou clonagem do WhatsApp. Pois, os criminosos entram em contato com pessoas próximas para pedir dinheiro entre outros crimes. Utilizar senhas diferentes, além de não informar sua senha para terceiro são procedimentos simples, que evitam grandes dores de cabeça! 

Gostou desse artigo? Visite o nosso blog e aproveite as nossas dicas relacionadas ao universo das finanças. Esperamos por você! Memivi.