Contratações de final de ano: conquiste um novo emprego!

Saiba como elaborar um bom currículo para as contratações de final de ano. Fique por dentro!
Anúncios


contratações de final de ano
Fonte: Google

Certamente, você já deve saber que ter um currículo bem estruturado é a chave para atrair a atenção de um recrutador e alcançar, enfim uma vaga de emprego! Portanto, chegamos na época das contratações de final de ano, que costumam reaquecer o mercado varejista em especial. Sendo assim, se você está procurando por uma oportunidade de emprego este pode ser o seu momento! 

Neste sentido, para poder se destacar na área pretendida é preciso estar atento aos fatores que possam contribuir para diminuir as chances que você possui de ser contratado! Como, por exemplo: erros ortográficos; excesso ou até falta de informações necessárias no seu currículo que, de fato, são fatores essenciais na elaboração de um currículo. 

É evidente, que cada empresa possui um perfil para a vaga que está disponível. Desse modo, afirmar que existe um modelo pronto para um currículo certeiro seria um equívoco. Contudo, existem algumas dicas que podem ajudar bastante, um candidato a se sobressair entre os seus concorrentes nas contratações de final de ano! 

Sendo assim, neste artigo vou te dar as melhores dicas para que o seu currículo seja o escolhido, nas contratações de final de ano. Vale ressaltar ainda que, este tipo de contratação representa o aumento de 35,2% na força de trabalho de muitos estabelecimentos. Logo, o setor que mais contrata profissionais nesta época prevê a contratação de aproximadamente 76% um número maior do que em 2020, ano mais crítico da pandemia. 

Vagas temporárias 

Neste sentido, segundo uma pesquisa feita pela Fecomércio apontou que a maior demanda de profissionais temporários será para as lojas de vestuário, cerca de 43,1%. Em seguida, as lojas de calçados e acessórios com aproximadamente 23,4 pontos percentuais. Logo, como podemos perceber as funções de destaque estão nas vendas com cerca de 89,6%. 

Vale ressaltar ainda que, no setor de vendas serão contratados 8,3% dos trabalhadores temporários de lojas que vendem móveis e eletrodomésticos. Sendo assim, com relação a profissionais temporários com experiência de caixa serão 20,5%. Portanto, aquecendo o mercado de empregos que se encontra em crise, devido a pandemia do novo coronavírus! 

Consequentemente, o processo seletivo em cerca de 55,6% das lojas deverá contar com algum tipo de exigência para o preenchimento dessas vagas. Logo, dentre as exigências uma das mais frequentes é a experiência para o cargo; seguido de grau de instrução. Vale ressaltar que, conforme a pesquisa apurou a falta de qualificação para a vaga é um fator usado para eliminar o candidato. Desse modo, cerca de 43,6% dos profissionais não são contratados por não ter a qualificação necessária para a vaga.  

Crescimento do salário médio 

Neste sentido, alguns especialistas já fizeram os cálculos do salário médio para as contratações de final de ano. Sendo assim, para o Natal o salário deverá ficar em torno de R$ 1.608,00. Portanto, um valor bem acima do esperado em relação a 2020, o aumento será de aproximadamente 5,1 pontos percentuais.  

Do mesmo modo, que no ano passado os salários mais altos foram pagos pelas lojas especializadas em vendas de produtos para comunicação e informática. Visto que, o isolamento social tomou conta do mundo todo. Além disso, o home office tornou-se o principal modelo de trabalho, devido a pandemia do novo coronavírus. Logo, os profissionais desse setor receberam cerca de R$ 1.866, mais do que em 2019.  

Vale ressaltar que, os profissionais de outras lojas como: lojas físicas de perfumarias e cosméticos receberam em seus contratos temporário. Portanto, nas contratações de final de ano receberam em média R$ 1.647. Embora, a crise esteja controlada parcialmente todos estes segmentos terão aumento de apenas 0,8%.  

Taxas de efetivações das Contratações de final de ano 

contratações de final de ano
Fonte: Google

A taxa de efetivação das Contratações de final de ano, ou seja, boa parte depois da data mais importante para o comércio. Assim sendo, o Natal deverá ser maior que em 2020 ou até maior que nestes último 5 anos, segundo os economistas. Desse modo, as projeções para contratação de profissionais temporários podem chegar a 12,2%.  

Neste sentido, em 2019 um ano antes da pandemia do novo coronavírus chegar ao país cerca de 7,6% desses profissionais foram efetivados. Entretanto, segundo uma pesquisa feita com alguns empresários do setor varejista cerca de 52% não tem pretensão de contratar profissionais para as festas de final de ano. Tendo em vista, a contratação temporária, ou seja, sem chance de efetivação para o resto do ano serão cerca de 47%.  

Vale ressaltar que, as contratações de fim de ano representam para muitos profissionais uma oportunidade relevante. Principalmente, quando existe a possibilidade de a contratação se tornar fixa. Em especial, caso as confirmações de crescimento no setor de vendas se tornarem reais. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.