Desafios da Black Friday: como prepara o e-commerce?

Se você possui um e-commerce, com certeza, já se perguntou como se preparar para a Black Friday? Continue aqui e saiba mais.
Anúncios


Desafios da Black Friday
Fonte: Google

Após cerca de 2 anos desde a primeira confirmação de infectado pelo coronavírus no Brasil, o país, pode finalmente pensar em começar a mudar os rumos da crise interna. Desse modo, algo que pode movimentar positivamente o setor de varejo é a famosa e importada Black Friday. Contudo, como se preparar para os desafios da Black Friday financeiramente? Esta é uma pergunta comum para os iniciantes na modalidade de e-commerce atualmente em terras tupiniquins.

Nesse sentido, começar a planejar e traça uma estratégia de vendas se torna extremamente importante para o sucesso do negócio no período de vendas. Desse modo, condicionar o negócio a seguir algumas regras pode ser o ponto exato para você alavancar seus lucros. Assim, obedecendo-as sem restrições pode deixar o final de ano mais prolongado e lucrativo.

Ou seja, você pode impulsionar os lucros a partir de novembro, com a Black Friday, até as festas de final de ano – natal e reveillon. Nesse sentido, “organização” é a palavra de ordem durante este período, além disso, estrutura e atendimento perfeitos. Afinal, durante a pandemia a modalidade de e-commerce cresceu mais de 70% somente no Brasil. Ainda, garantiu um aumento em receita e lucro de mais de 60% neste ano.

Dessa forma, o movimento de digitalização tem aberto uma concorrência maior no setor. Nesse rumo, para te dar uma força e abrir uma certa vantagem entre os mais despreparados. Nosso blog criou este conteúdo com dicas incríveis para enfrentar os desafios da Black Friday de 2021. Além de impulsionar suas vendas no e-commerce. Vamos lá descobri tudo isso?

Continue atento(a) aos próximos tópicos.

A disputa por espaço no e-commerce brasileiro

Como já foi dito, o e-commerce foi a grande novidade – positiva, durante a pandemia da Covid-19. Logo, no país do empreendedorismo, o brasileiro soube aproveitar com perfeição cada oportunidade de faturar. Em média, são mais de 40 milhões de brasileiros comprando algo utilizando a internet.

Por isso, a modalidade pode gerar um aumento expressivo de renda atualmente para os comerciantes virtuais. Logo, não é novidade a disputa acirrada entre as grande lojas: Magalu, Mercado Livre, Soub!, OLX, entre outros vários.

Desse modo, é importante saber se colocar entre os mais presentes, afinal, presença não é sinônimo de grandeza. Portanto, uma relação de contato e proximidade com o consumidor, neste setor, sim é a chave do sucesso. Logo, mirar o cliente é ir além do fator VENDAS, mas acertar a satisfação e a atenção dele.

Assim, que tal abusar das ferramentas – Instagram, Facebook, Twitter, Snapchat e outros, que possam impulsionar o atendimento e a interação para superar os desafios da Black Friday.

Superando os obstáculos financeiros e os desafios da Black Friday

O e-commerce não é apenas flores, no entanto, como todo negócio possui suas dores. Ou seja; entrega, capital de giro, reposição de estoque, sistema de pagamento, marketing e propagando entre outros pontos. Portanto, atente aos detalhes para conseguir garantir um aumento das vendas com foco nestes requisitos:

Estoque: um dos pontos mais importantes na hora de enfrentar os desafios da Black Friday é o estoque. Por isso, faça uma avaliação preventiva sobre as peças, produtos e ou serviços que mais vendem no tipo de negócio que você tem. Assim, poderá estimar quanto as pessoas podem adquirir.

Desse modo, uma boa dica é usar as ferramentas digitais para efetuar pesquisas de mercado com seus potenciais clientes;

Forma de pagamento: segunda uma recente pesquisa, o brasileiro é o povo que mais usa o cartão de crédito. Logo, está será a principal opção de pagamento utilizada no e-commerce. Portanto, utilize as ferramentas de pagamento: Cielo Link, WhatsApp Pay e outros, diversificar a forma de cobrança e pagamento é importantíssimo nestes momentos; e,

Concluindo

Desafios da Black Friday
Fonte: Google

Marketing e propaganda: além do famoso marketing digital – por rede sociais e ferramentas de campanhas, existem outros métodos simples e baratos. Ou seja, abuse das listas de comunicação no WhatsApp, publicações e pesquisas no Twitter e Instagram.

Ainda, o famoso termo: “boca a boca” – do bem, peça aos amigos, colegas e familiares para propagar as ofertas e promoções. Dessa forma, você pode economizar e alcançar o maior número de pessoas para vencer os desafios da Black Friday. 

Por fim, empenhe os esforços na qualidade de comunicação, entrega e pagamento. Afinal, o consumidor quer ir além do produto, quer se sentir especial e único em cada compra e/ou contato.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.