10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Educação financeira nas férias: economize nas férias escolares! 

Confira algumas dicas sobre educação financeira nas férias escolares. Fique por dentro!

Educação financeira nas férias
Fonte: Google

Durante o período das férias escolares os pais aproveitam esse tempo para se aproximar de seus filhos, com isso, os responsáveis podem aproveitar para ensinar valores relacionados a educação financeira nas férias. Com as crianças e adolescentes em casa, os pais podem promover atividades voltadas para a diversão desenvolvendo o aprendizado. Desse modo, as crianças e os adolescentes poderão dar importância para a educação financeira! 

Segundo alguns economistas, quanto mais cedo os pais conversarem sobre finanças com os seus filhos, maior será a consciência desses jovens sobre os aspectos financeiros do dia a dia. Além disso, entender como funciona a educação financeira será importante para criar o senso de responsabilidade.  

Nesse sentido, alguns pais começam a ensinar na prática educação financeira nas férias quando a criança ou adolescente recebe a mesada do mês para administrar. Desse modo, as crianças e adolescentes passam a entender que existem limites. Além disso, esses jovens passarão a tomar decisões sobre como gastar o seu dinheiro durante as férias, por exemplo! 

Ainda nesse contexto, os pais podem pedir a opinião dos seus filhos na hora de escolher o serviço de assinatura de um streaming, por exemplo. Além da variedade, será possível discutir sobre o custo-benefício entre as opções disponíveis. Desse modo, aprender mais sobre educação financeira nas férias se tornará divertido. Além de ser uma excelente alternativa para ensinar algumas noções relacionadas as finanças. 

Ensine através de brincadeiras 

Através de brincadeiras, as crianças poderão entender de maneira mais simples que existem regras que devem ser respeitadas. Nesse sentido, os pais podem incluir pequenas situações do dia a dia em que será possível explicar como funciona um orçamento, por exemplo. Ainda nesse contexto, os responsáveis podem pedir a opinião dos seus filhos em relação aos serviços de assinatura, como mencionei.  

Assim, você poderá ensinar noções sobre finanças de uma maneira bem simples, porém, bastante eficaz. Segundo alguns estudos realizado por profissionais, as crianças aprendem com mais facilidade, desse modo, você poderá aproveitar esse período para conversar sobre finanças de maneira geral.  

Vale lembrar ainda que, durante as férias escolares os pais podem levar as crianças a alguns lugares com entrada gratuita. Assim, eles aprendem sobre a necessidade de economizar, ou seja, gastar apenas se for adequado. Hoje, existem conteúdos na internet que podem ajudar as crianças a entender o universo das finanças de uma maneira simples. Assistir a filmes e séries sobre educação financeira é uma boa ideia para entreter os adolescentes, por exemplo. Será possível disponibilizar conteúdos relacionados as reflexões sobre economia do cotidiano, entre outras opções! 

Educação financeira para crianças e jovens  

Estimular as crianças e adolescentes desde muito cedo, a poupar e ter noções sobre educação financeira pode ser muito importante para que esses jovens se tornem adultos mais conscientes. Sabemos como a vida moderna pode deixar o nosso dia a dia confuso, por isso, investir em conhecimento sobre finanças é tão importante quanto aprender a ler, por exemplo. 

Além disso, a construção do conhecimento será relevante para que esses jovens se tornem profissionais mais conscientes. Atualmente, temos visto jovens começando a investir cada vez mais cedo. Além de usar o seu dinheiro com consciência é necessário abordar esse tema com uma certa leveza, por isso, falar sobre crise não é uma boa ideia! 

Por isso, a educação financeira deve ser um assunto abordado desde cedo usando o dinheiro de maneira consciente, os jovens passaram a utilizar a mesada mensal com mais cuidado. Segundo alguns especialistas, os ensinamentos sobre finanças podem começar no jardim de infância. Assim como, no período da alfabetização quando as crianças começam a despertar o seu interesse para o valor que o dinheiro tem. 

Educação financeira nas férias 

Educação financeira nas férias
Fonte: Google

Assim como no período escolar você poderá aplicar a educação financeira nas férias de uma maneira leve, porém, com muita responsabilidade. Segundo um estudo realizado pela Associação Financeira do Brasil-AEF, revelou que aproximadamente 72% dos jovens passaram a se interessar pela educação financeira recentemente. Sendo esse um dado muito importante; isso significa que teremos profissionais mais conscientes em relação as finanças, sabemos como essa pauta foi negligenciada durante um bom tempo no país! 

Vale lembrar que, a falta de conhecimento sobre educação financeira pode te levar ao aumento de dívidas. Até o uso indevido do seu dinheiro, por isso, é importante abordar esse tema desde cedo. Com o crescimento do interesse dos brasileiros pela educação financeira, hoje, várias instituições de ensino oferecem o curso. 

Assim como mencionei, quanto mais cedo os pais conversarem sobre finanças com os seus filhos, maior será a consciência desses jovens sobre os aspectos financeiros do dia a dia. Além disso, entender como funciona a educação financeira no dia a dia será importante para criar o senso de responsabilidade no futuro! 

Gostou desse conteúdo? Confira as curiosidades sobre o mundo das finanças no nosso blog. Esperamos por você! Memivi.