Passo a passo da experiência Open Banking e PIX: saiba mais!

Neste artigo, você vai aprender o passo a passo da experiência Open Banking e PIX. Fique por dentro!
Anúncios


experiência Open Bankin e PIX
Fonte: PIX

Recentemente, o Banco Central iniciou a terceira fase da implementação do Open Banking no país. Portanto, com a terceira fase da implementação. É preciso entender que haverá algumas mudanças em relação a modalidade de pagamento PIX. Por isso, neste artigo você vai entender o passo a passo da experiência Open Banking e PIX.  

Neste contexto, a modalidade de pagamento PIX segue ganhando tração de maneira constante desde o seu lançamento, pois, a quantidade de correntistas que passaram a usar o PIX como a sua única modalidade de pagamento aumentou cerca de 166% desde que o PIX foi lançado.

Sendo assim, a quantidade de transações teve um aumento de 33,5 milhões no segundo semestre desse ano, o que já era esperado pelos economistas. Tendo em vista, a aceitação dos brasileiros com a nova modalidade! No entanto, a adoção e a implementação do Open Banking são um pouco mais lentas, pois, recentemente a segunda fase teve seu término no último dia 24 de outubro.

Sendo assim, o passo a passo da experiência Open Banking e PIX deverá beneficiar os usuários da modalidade de pagamento. Vale ressaltar que, o Open Banking é prática que permite o compartilhamento do cadastro do cliente entre as instituições financeiras. 

Portanto, essa nova fase da implementação será mais fragmentada, desde o mês passado alguns correntistas selecionados pelos bancos que participam da implementação do Open Banking no Brasil; devem usar os dados de apenas 10% dos correntistas para usar o recurso de iniciação do passo a passo da experiência Open Banking e PIX.

Saiba mais a seguir.

Nova etapa 

Neste sentido, nesta nova etapa da implementação do open banking que consiste no compartilhamento dos dados dos correntistas entre as instituições financeiras. Sendo assim, com o início da terceira fase os clientes poderão fazer as suas transações, como transferências e pagamentos, usando a modalidade de pagamento PIX no campo do open banking. 

Portanto, essa integração do open banking com o PIX deverá facilitar a vida dos correntistas e dos bancos, aumentando a possibilidade de que cada vez mais correntistas possam participar desse ecossistema que tem como objetivo facilitar a vida dos correntistas dos bancos.  

Neste contexto, as instituições financeiras que desejarem passar a fazer parte do open banking devem pedir autorização para o Banco Central.

Desse modo, todas as financeiras reguladas pelo Banco Central podem iniciar a experiência do open banking. Desde que, se adequem aos requisitos do BCB! 

Empresas que fazem parte da terceira fase  

Sendo assim, todas as empresas de finanças detentoras de contas de poupança ou depósitos! Assim como, a iniciação do serviço da modalidade de pagamento PIX que os bancos seguem oferecendo ou de pagamentos que são autorizados pelo Banco Central. Até o momento, cerca de 800 bancos regulados pelo Banco Central participam dessa implementação no país. 

Então, dentre as novidades deste novo serviço é que o correntista não precisa acessar o aplicativo do seu banco para fazer um PIX. Desse modo, com a autorização do cliente os bancos poderão usar os seus dados para fazer transferências, entre outros serviços! 

Vale ressaltar ainda que, segundo o BCB os correntistas podem usar o PIX ou outras transações através da plataforma de um iniciador de pagamento. Sendo assim, dentre outras soluções será possível dar início ao pagamento no portal de um comércio que funciona no meio online, sem o cartão ou necessidade de usar um aplicativo, por exemplo! 

Passo a passo da experiência Open Banking e PIX 

experiência Open Bankin e PIX
Fonte: Google

Ainda neste sentido, o trajeto do compartilhamento ou o passo a passo da experiência Open Banking e PIX, deverá ter início em seis etapas: a primeira é o consentimento do correntista; em seguida deverá haver a autenticação, após isso será feita a confirmação. Portanto, na próxima etapa será feita a efetivação. Assim como, os dois redirecionamentos entre os bancos envolvidos nesta transação.  

Logo, o banco iniciador do processo de pagamentos deverá exibir uma confirmação do pagamento. Neste sentido, essa deverá ser a última etapa, assim, segundo o Banco Central informou todo o processo promete ser rápido e seguro tanto para você como para o próprio banco. Desse modo, a efetivação do pagamento deverá durar segundos, afinal, se trata de um processo simples.

É importante afirmar que, cada banco poderá personalizar a operação com as suas cores.  Desse modo, o cliente poderá identificar mudanças relacionadas ao padrão básico que as equipes de governança e o BCB informaram. 

Neste entretanto, o padrão segue o mesmo a única mudança será a padronização entre as instituições. Vale ressaltar que, todas as operações deverão ter o consentimento dos correntistas no ambiente transicional entre conta poupança, conta de pagamentos ou conta corrente. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.