Fechamento de shoppings durante a pandemia geram perdas.

Taxa de desocupação chegou a 7,5% após ter alcançado 9,3% ano passado. Confira!
Anúncios


Fechamento de shoppings
Fonte: Google

Com o agravamento da Pandemia do Covid-19 no país fazendo com que o Fechamento De Shoppings retornassem a acontecer devido as novas medidas de isolamento social para que os índices não retornassem a subir o que de fato aconteceu o brasil já é o terceiro país do mundo neste triste ranking. Contudo o fato é que com o Fechamento De Shoppings muitos profissionais perderam seus empregos.

Sendo assim segundo associação brasileira de shopping centers neste ano até dia 18 de abril todos os 601 centros de compras tiveram que fechar novamente refletindo queda de 36,3% com relação as vendas deste mesmo mês no ano passado. Contudo a Crise Interna do setor já representa 39,4% no total de vendas, assim sendo esses dados são da associação brasileira de shoppings centers que constatam as chamadas vendas de varejo.

Portanto com o Saldo Negativo Na Economia significa mais um ponto negativo para as vendas em shoppings que estão de modo direto relacionadas a Nova Economia Interna sendo assim existe uma preocupação dos analistas sobre as futuras projeções da  Crise Interna.

Pois quanto menor for o período ação, menor será o quantitativo de vendas. Dessa forma a proporção que os shoppings completam as vendas os horários  voltam ao normal.

Entretanto apesar do Fechamento De Shoppings aumentar a Crise Interna em alguns estados do país o Fechamento De Shoppings esta sendo revogado. Sendo assim o funcionamento dos mesmos com horários e a capacidade total funcionando de maneira reduzida para evitar mais uma Crise Interna. Impulsionando a Nova Economia Interna.

Veja nos próximos tópicos o desenvolvimento do conteúdos.

Crise Interna afeta o crescimento anual?

Devido ao Fechamento De Shoppings o rendimento do setor caiu cerca de 33,2%  no ano de 2020 o representa R$ 128,8 bilhões sobre R$ 192,8 bilhões uma estatística preocupante com relação ao Saldo Negativo na Economia. Contudo a circulação com restrições nos shoppings seguem sendo respeitadas rigorosamente para evitar que mais casos, porém a quantidade de empresários que fecharam suas lojas físicas somam 29%.

Todavia os shoppings tem perdido muitos clientes pois estão competindo com as lojas digitais. Sendo assim a familiarização da população com as plataformas digitais aumentaram devido ao isolamento social consequência da Pandemia. Contudo com o surgimento de mais lojas digitais surgiu também a Nova Economia Interna.

Assim sendo com um novo jeito de comprar os centros de compras passaram a  ter mais um concorrente de peso a internet que tem avançado e permitindo que a Crise Interna não se torne pior. Entretanto os shoppings tem modernizados os seus sites para poder competir no setor da plataformas digitais. Dessa forma os procedimentos e projetos para montar marketplaces tem alimentado entre os shoppings no país já somando 11%.

Composição de novo empregos no fechamento dos shoppings

Fechamento de shopping pandemia covid-19s
Fonte: Google

Contudo com o marketplace as vendas online dos shoppings tendem a aumentar revertendo o cenário de desemprego que o Fechamento De Shoppings acabou trazendo com o número expressivo de 10% ano passado. Também com a lojas que deixaram de funcionar devido a Crise Interna deixaram o cenário ainda mais assustador. Porém o mercado com o surgimento dos marketplaces a projeção é de o setor volte a crescer.

Dessa forma fazendo com os empregos sejam retomados e o Saldo Negativo Na Economia seja sanado. Mesmo com a redução nos horários de funcionamento e a forte concorrência das plataformas digitais os shoppings possuem clientes que além de fazer as suas compras se sentem convidados a passear pelo ambiente convidativo.

Portanto mesmo com o agravamento da Pandemia as pessoas tem mostrado otimismo devido a vacinação que segue sendo aplicada conforme a faixa etária da população apesar de alguns atrasos a vacinação tem obtido sucesso e com a campanha de vacinação as pessoas começaram a pensar e agir positivamente as projeções de crescimento é 9,5%.

Nova Economia Interna e o futuro do mercado.

Entretanto segundo a Abrasce é preciso ter cautela com relação as causalidades que possam vir a acontecer o percentual deve ser reavaliado no mínimo a cada 3 meses. Também é preciso prestar atenção na Crise Interna e ao Saldo Negativo Na Economia. Pois o ano de 2021 tem se mostrado para o setor ser um ano instável as expectativas os percentuais tendem a mudar conforme os meses mudam e as restrições também.

Sendo assim com aumento na casa dos dois dígitos a projeção dos especialistas é de que a Crise Interna do setor leve em média três anos para que o mercado possa se reeguer de todas as perdas que a Pandemia Trouxe em 2020. Contudo existem situações que a Associação Brasileira de Shoppings Centers acompanham.

Assim sendo; a ascendência da inflação que segue instável tanto com a Crise Interna como com a crise externa que ainda exige cautela, os níveis de desemprego que impactam diretamente no setor devido a queda no consumo, pois, muitos dos funcionários dos shoppings fazem as suas compras no mesmo lugar onde trabalham. Todavia ainda existem os fatores do crescimento da crise fiscal e sanitária, além de uma Nova Economia Interna.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *