Preloader Image 1 Preloader Image 2

Fluxo de caixa empresarial: entenda como funciona 

Entenda a importância e qual a melhor maneira de usar o fluxo de caixa empresarial para expandir a rentabilidade do seu negócio.

fluxo-de-caixa
Fonte: Google

Para que o seu negócio possa prosperar e se manter até em períodos de crise, por exemplo, é necessário entende como funciona, qual a importância e como você pode usar o fluxo de caixa empresarial. Saber usar corretamente o fluxo de caixa da sua empresa pode determinar a lucratividade do seu negócio e até a expansão do mesmo.  

Por isso, para entender melhor como usar o fluxo de caixa é preciso elaborar um bom planejamento financeiro da sua empresa. Afinal, a organização financeira de uma empresa é fundamental para a duração da marca se estabeleça. Entenda que manter uma reserva financeira para momentos de crise é relevante.  

Além de fazer uma reserva financeira para o seu negócio e manter o fluxo de caixa empresarial abastecido, o empresário deve ter algumas noções de investimentos. Calma! Você não precisa se tornar um investidor, basta estudar o seu segmento, assim, você pode ter novas ideias. Isso mesmo, inovar sempre será uma maneira positiva de se destacar e prospectar novos clientes para a sua marca. Por isso, é importante estar por dentro das novidades do seu segmento.  

Assim como os demais segmentos, outra dica relevante é prestar atenção ao que acontece no mercado financeiro. Nesse contexto, entender que o fluxo de caixa empresarial e o lucro não são iguais é importanto. Ou seja, o lucro líquido representa a receita da sua empresa, vou te explicar com detalhes essa diferença ao longo desse artigo. Confira a seguir. 

A diferença entre fluxo e lucro de uma empresa 

Basicamente, o lucro ou lucro líquido de um negócio é o que você consegue manter após cobrir todas as despesas da empresa. Ou seja, o fluxo de caixa está relacionado as entradas e saídas do caixa da sua empresa, os gastos mensais como, o pagamento dos funcionários se houver e as contas de energia, aluguel de loja ou sala caso o seu negócio seja físico. Para quem possui empresas virtuais, geralmente o gasto do negócio está relacionado a manutenção da rede social. E-commerce entre outros. 

A entrada de caixa, por exemplo, representa a força vital do seu negócio e geralmente vem de fontes como pagamentos dos seus clientes. Além de empréstimos e outros juros que podem entrar no caixa da sua empresa, o dinheiro é relevante pois se torna o pagamento de coisas que fazem a sua empresa funcionar.  

Portanto, ter organização e planejamento é algo fundamental para manter as finanças da sua empresa operando em harmonia. Nesse sentido, para que haja organização necessária comece estabelecendo novas bases financeiras com o objetivo de buscar rentabilidade para a sua empresa. Inicie essas linhas de base observando o dinheiro que a sua empresa possui no momento, podendo ser o que você investiu na empresa ou uma quantia que estiver disponível na conta da sua empresa. 

Faça uma avaliação das suas despesas 

Estabelecer essas novas bases financeiras, avaliar os gastos mensais da sua empresa é fundamental. Pode ser um pouco complicado, mas, não deixe de avaliar os gastos. Afinal, as despesas mensais devem ser levadas em consideração. Então, será necessário incluir o aluguel da loja caso haja além de outros gastos como a publicidade e demais serviços.  

O que deve ser mais relevante nesse procedimento é ser honesto, montar um planejamento e obter estimativas sobre os custos da empresa deverá te ajudar a projetar mais vendas. Verificar a rentabilidade da sua empresa também deve ser importante, certifique-se de que o seu negócio está tendo um lucro razoável. Assim, será mais fácil obter estimativas positivas para os meses seguintes de vendas mesmo com a crise.  

Além disso, será necessário usar as projeções relacionadas as vendas para antecipar períodos de crise, ou seja, de períodos lentos para estabelecer com a antecedência do que poderá ser feito para proteger as finanças da sua empresa. Cuidados como este simples, podem salvar empresa de médio e pequeno porte em período de crise financeira. Entenda que ter um fluxo de caixa, é necessário para manter a empresa em momento como este. Então, é necessário saber diferenciar o lucro da empresa do fluxo necessário para o seu negócio. 

Fluxo de caixa empresarial  

Fluxo de caixa empresarial
Fonte: Google

Para ter um fluxo de caixa empresarial saudável é necessário saber diferenciar o lucro obtido durante um bom período de vendas, por exemplo, aprendendo a distinguir tudo ficará mais fácil. Pois, a organização financeira de uma empresa é fundamental para a duração da marca se estabeleça. Entenda que manter uma reserva financeira para momentos de crise é relevante. 

Vale ressaltar que é importante estar atenção ao que acontece no mercado financeiro. Nesse contexto, entender que o fluxo de caixa empresarial e o lucro não são a mesma coisa, como mencionei. Assim sendo, o lucro ou lucro líquido de um negócio é o que você consegue manter após cobrir todas as despesas da empresa. 

E por fim, como mencionei estabelecer essas novas bases financeiras, avaliar os gastos mensais da sua empresa é fundamental. Pode ser um pouco complicado, mas, não deixe de avaliar os gastos. Afinal, as despesas mensais devem ser levadas em consideração. 

Gostou desse artigo? Confira mais novidades sobre o universo das finanças conosco. Memivi. 

Written By

Copywriter / Redatora publicitária Especialista em Economia, Investimentos e finanças. Sua maior paixão é contribuir com o crescimento pessoal e financeiro das pessoas!