Grupo Metodista da sinais de recuperação judicial

O grupo atualmente comanda um total de onze centros educacionais. Confira a nossa análise!
Anúncios


grupo educação recuperação
Fonte: Grupo Educação Metodista

A companhia convencional no ensino superior e básico o Grupo Educacional Metodista está prestes de fazer o pedido de indenização judicial. Assim sendo os encargos da companhia em aproximadamente R$ 500 milhões, contudo apesar da dívida o Grupo Educacional Metodista vem lutando contra as adversidades financeiras a longo tempo desde 2015. Todavia a companhia assistiu a situação econômica danificar-se ainda mais.

Devido a Pandemia do Covid-19 o Grupo Educacional Metodista montou um plano de ação com a finalidade de restaurar a situação econômica sem sucesso, pois com a Economia Interna em crise não há possibilidade do conseguir uma linha de crédito para recuperar o colapso econômico do centro educacional.

Contudo a reguladora da faculdade metodista no estado de São Paulo protocolizou uma medida de prudência. Na tentativa de assegurar as implicações da recuperação judicial para que sejam devolvidas. Sendo assim a empresa poderá ganhar tempo na tentiva de passar por este período de Crise Brasileira.

Todavia a petição de recuperação segue sendo preparado. Dessa forma a perspectiva do grupo é de que seja protocolizado em trinta dias.

A companhia convencional de ensino instituiu a primeira escola em meados de 1881 no Rio Grande do Sul. Contudo nos dias atuais coordena cerca de onze escolas e 6 entidades de ensino superior espalhados pelo estados do país. Todavia a empresa empresa um total de três mil funcionários entre esse eles 1,2 mil educadores.

Fundo de financiamento

Portanto diante desta crise Brasileira, a situação financeira do Grupo Educacional Metodista entrou em colapso, pois os problemas financeiros já eram recorrentes como já mencionado. Sendo assim as adversidade tiveram início nas mudanças do Fies em 2015 segundo informou o diretor de operações do sistema financeiro do Grupo Educacional Metodista. Contudo naquele período a instituição tinha cerca de 51 mil alunos.

Porém devido a crise na Economia Interno e o receio dos pais de terem seus filho infectados pelo vírus do Covid-19 este número de alunos caiu em 60% . Contudo a transformação do Fies abalou o mercado da educação como um todo, da mesma forma houve uma depressão no país e a admissão de novos players consolidando o mercado.

Contudo a didática universitária no país decorria de um forte incentivo com a vinda do Fies ao brasil. Todavia houve um crescimento de alunos no ensino superior do país inteiro. Entretanto quando regras do Fies foram mudadas sobre a argumentação do programa tornar-se mais acessível com o passar do tempo, contudo não foi o que aconteceu. Dessa maneira entre as mudanças estão juros muito altos.

Os efeitos da pandemia grupo metodista

Com o colapso na situação financeira da instituição de ensino se deteriorou ainda mais quando a pandemia chegou ao brasil e com a segunda onda levando o Grupo Educacional Metodista a perder mais alunos como muitas instituições educacionais no brasil como consequência essas instituições fecharam suas portas. O grupo encontra-se em uma situação de dificuldade quase impossível que a recuperação aconteça de fato.

Contudo o planejamento para recuperar as finanças seguem sendo feitas judicialmente, a proteção do credores esta no planejamento da empresa como também a resolução de pendencias existente para que o grupo possa se precaver. Principalmente com esta crise na Economia Interna. Todavia com objetivo de reestabelecer o fluxo de caixa.

Portanto no início de 2021 o grupo fechou contrato com um escritório de advogados para que a empresa esteja resguardada de maneira correta. Todavia o grupo procurou também a ajuda de uma acessória com a finalidade de reformular o grupo. Segundo informou a acessória do grupo a perda de grande parte dos alunos, foi preciso fazer alguns cortes de funcionários para que a situação financeira não viesse a se agravar .

Processo de reequílibrio financeiro

educacional metodista marca
Fonte: Grupo Educação Metodista

Como a exemplo da instituição educacional metodista passa por uma crise em suas  finanças e perda de alunos, um total de 220 milhões de estudantes entre ensino fundamental, médio e superior seguem sem aulas devido ao transtorno causado pela pandemia do covid-19. Todavia ambos os lados saem perdendo. Logo muitas escolas entraram com pedido de recuperação como o Grupo Educação Metodista.

Despois de um longo mapeamento no qual foi decidido quais os cursos seriam obrigatórios ou não feito o mapeamento os cursos com menor relevância foram cortados da grade. Contudo restaram apenas aqueles cursos mais rentáveis para a instituição educacional e estes cursos terão reforçados para que não haja perda de mais alunos.

Portanto como estratégia com a finalidade de ganhar tempo a empresa deve vender os ativos não operacionais basicamente imóveis. Com o objetivo de angariar fundos para o grupo uma que pedir um empréstimo não é viável para a situação financeira na qual a empresa se encontra. Contudo o grupo despõe de muitos ativos imóveis que já não fazem uso e também terrenos que darão fôlego para a recuperação da instituição.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *