Magazine Luiza, lucro e crescimento no 4º trimestre.

Veja agora os resultados da Magalu, que teve alta de 30,6% no lucro líquido chegando a R$ 219,5 milhões no final do ano passado.
Anúncios


MagaLu demonstra crescimento na crise
Fonte: MagaLu

Até o 3º trimestre de 2020, as ações da Magazine Luiza (MGLU3), subiram mais de 116%. Além disso, desde o início da pandemia até o final do ano a empresa teve mais de 270% de valorização.

No último trimestre as ações continuaram a valorizar e vem conquistando cada vez mais espaço no mercado financeiro. Enquanto em relação ao lucro, a varejista encerrou o 4º trimestre com alta de 30,6% (lucro líquido), mais de R$ 219 milhões; já o acumulado do ano, foi de -57,5% um total de R$ 391,7 milhões. Enquanto o lucro líquido ajustado, não considerando receitas e despesas recorrentes do último trimestre.

Assim, o marca teve alta de 39,8% sobre o mesmo período de 2019, o acumulado dos 12 meses foi de R$ 232,1 milhões, com margem de 2,3%. Logo, o lucro líquido ajustado em 2020 chegou a R$ 377,8 milhões, uma queda de 25,1% em comparação com o ano anterior.

Enquanto o Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), apresentou um recuo de 4% do 4º trimestre de 2019 e o último trimestre de 2020, total de R$ 504,7 milhões. Este resultado mostra queda de 14% entre os exercícios de 2019 a 2020, somando um total de R$ 1.527 bilhão.

Enquanto a Ebitda ajustado do 4º trimestre chegou a R$ 523,8 milhões, com alta de 5,6% sobre o último trimestre de 2019. Em 2020, o Ebitda ajustado foi de R$ 1.506 bilhão, em relação ao ano anterior, teve queda de 9,3%. Sendo assim, o crescimento elevado das vendas totais, inclusive e-commerces com estoques próprios, e marketplace contribuíram bastante para maior evolução da Ebitda.

Receitas e despesas no último trimestre de 2020.

Houve melhora de 36,8% nas despesas financeiras no 4º trimestre, atingindo total de R$ 118,8 milhões. Enquanto no acumulado do ano, a despesa teve enorme alta de 483%, saltando de R$ 70,4 milhões em 2019, para os incríveis R$ 410,5 milhões no ano passado. No ajustado, a despesa financeira de acordo com a norma IFRS, foi de R$ 531 milhões, melhora de 22,7% em 2020.

A receita líquida da Magazine Luiza, considerada a maior do varejo, chegou a R$ 10,065 bilhões no 4º trimestre em 2020, comparado com o mesmo período do ano anterior, alta de 57,6%. Logo, de janeiro a dezembro de 2020, a receita líquida somou exatos R$ 29,177 bilhões, alta de 46,7% sobre 2019. Resultados bastante positivos da Magalu no ano passado.

Considerações Magazine Luiza

Em texto divulgado pela administração da empresa, foram feitas algumas considerações importantes. Logo, o documento diz que devido a pandemia, o mundo foi obrigado a viver vários anos em apenas um. Além disso, a companhia acrescenta que nesse período alguns pontos foram tratados pela empresa com prioridades: a segurança e saúde de todas as pessoas que se relacionam com a Magalu, para assim garantir a continuidade das suas operações e manutenção de empregos.

A Magazine Luiza informou também que em 63 anos de trajetória, devido ao fechamento das lojas por conta da pandemia em março do ano passado; foi preciso implementar a medida provisória (936), na qual precisou suspender contratos trabalhistas, reduzir salários e jornada de trabalho. Não apenas dos colaboradores, mas foi preciso reduzir também salários dos conselheiros e diretores, tiveram que renegociar contratos de aluguel e as prestações de serviços.

Também no último trimestre de 2020, mesmo após abertura das lojas físicas, foram os e-commerces que surpreenderam. Uma vez que o crescimento foi em ritmo acelerado e os resultados dobraram em relação ao mesmo período de 2019, aumento de 120%.

Enquanto as vendas em lojas, avançaram cerca de 11% nos últimos meses do ano passado, mesmo com governo anunciando redução no valor do auxílio emergencial.

Novas Lojas Magazine Luiza

MagaLu da Luiza Trajano
Fonte: Magazine Luiza

A Magalu encerrou o 4º trimestre de 2020 com 1301 lojas, dessas 942 eram convencionais, outras 205 virtuais, e 154 eram quiosques que foram parcerias com a Marisa. Além disso, apenas no último trimestre, foram inauguradas 64 unidades, nos últimos 12 meses a empresa abriu mais de 190 novas lojas em todo o Brasil.

Também no 4º trimestre as vendas totais do varejo cresceram 66,1%, são reflexos do aumento das vendas dos e-commerces que atingiu 120,7%, e 15,7% das vendas em lojas físicas. Enquanto as vendas nos últimos 12 meses em 2020 aumentaram 59,6% no total. Por último, o que teve recuo no ano passado, foram as vendas com cartão Luiza que passou de 24% para 17% no 4º trimestre comparado ao mesmo período em 2019.

Conclusão

As ações da Magazine Luiza é sem dúvida uma das “queridinhas” dos investidores. Isso porque a empresa tem um histórico de crescimento plausível e os resultados mostram que vale a pena ficar de olho em suas ações. Mesmo em um ano difícil como foi 2020, a companhia buscou maneiras de inovar e deu continuidade ao trabalho que tem sido feito a décadas, priorizando a segurança e saúde de todos a sua volta, como a própria empresa declarou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *