Marketplace da China: o que eles podem ensinar?

Quer saber como usar as estratégias dos Marketplace da China no e-commerce brasileiro na Black Friday? Continue conosco e descubra.
Anúncios


Marketplace da China
Fonte: Google

Seja você é brasileiro, com certeza, já ouviu esta frase: “O brasileiro um dia vai dominar o mundo e nem a NASA vai conseguir explicar como!” Pois é, um país de natureza e alma empreendedora e criativa, assim é o povo brasileiro. Ao que parece, já nasce formado em marketing e propaganda. Mas será que somos o único povo dotado pela sabedoria e jeito de empreender? A resposta é negativa. No movimento do e-commerce, o povo chinês tem muito a assinar, ainda mais quando se trata do Marketplace da China.

A modalidade de e-commerce oferecida pelos ocidentais é algo extraordinário, abusam da interação com o público e incrementam ainda mais o mercado digital. Assim, com seus recursos e tecnologia, os chineses têm se sobressaído e ensinado muito ao mundo como elevar seu faturamento. Porém, o que os torna tão atrativos e interessantes? Quais são suas habilidades? E o porquê de os recursos serem tão proveitosos?

Como pode observar são vários questionamentos feitos não apenas pelos brasileiros, mas por todos no mundo que queiram lucrar tanto quanto eles lucram. Por isso, podemos dizer sem medo de errar que o Marketplace da China é um portal de oportunidades e lucro. Entretanto, tudo exige trabalho, empenho e muita, mais muita força para impulsionar o negócio.

Sendo assim, pensando nesse período de Black Friday, nossos especialistas trouxeram – neste artigo, o tema perfeito para impulsionar as vendas e mudar seu jeito de pensar o e-commerce. Desse modo, aproveite o conteúdo por completo e não deixe de observar cada ponto. Afinal, este poderá ser o ponto de ignição para lucros maiores e mudanças na perspectiva de crescimento do negócio.

Vamos lá compreender melhor?

 O Marketplace da China, o negócio que deu certo.

Considerado um dos maiores comércios eletrônicos do mundo, ainda, líder isolado mundial em vendas. Dotado de tecnologia de ponta e recursos, Marketplace da China, alavancar suas vendas. Logo, é comum sites famosos, por exemplo: Aliexpress e Wish, estarem entre os mais consultados pelo consumidor brasileiro. Portanto, o líder mundial em vendas on-line, traz no seu currículo marcas de superam as vendas em lojas físicas do país.

No entanto, ganhar o título não significa dizer que; a conquista é por diversidade na oferta de produtos ou mercadorias. Ao contrário disso, o Marketplace chinês investe pesado em estratégia que invocam e prendem a atenção do consumidor.

Além disso, torna cada vez mais interativa a compra e escolha de cada produto. Ainda que, o consumidor o faça por meio de uma tela – celular, tablet ou computador. Nesse rumo, o país dos produtos diversos, tem como tempero principal do sucesso: tornar mais humano a compra de produtos on-line.

Logo, empresa de vários outros países buscam mirar no segredo para conquistar um espaço de destaque, fora e dentro, de mercado do e-commerce. Assim, observam atentamente os passos do Marketplace da China.

As estratégias dos negócios da China

Para empresários brasileiros compreender, maturar e implementar estas estratégias no Brasil pode ser a saída para conquistar o consumidor brasileiros e alavancar suas marcas. Desse modo, empresas como o Mercado Livre, ficam atentas as “truques” chineses durante todo o processo de venda: amostra de produtos, escolha, venda, pagamento e recebimento.

Ou seja, um ciclo perfeito e de sucesso utilizado pelo Marketplace da China. Portanto, como estas estratégias poderia beneficiar as vendas no período de Black Friday e vendas de final de ano? Assim sendo, as técnicas vão além dos períodos. Por isso, o empreendedor mais atento pode aplicá-las durante todo o ano.

Sendo assim, listamos alguns dos recursos utilizados pelos negócios chineses on-line e, que, devam ser inseridas a qualquer seguimento de e-commerce brasileiro. De maneira simples e bem objetiva, porém, exigem empenho e muito trabalho por parte do empreendedor.

O que copiar do Marketplace da China?

Marketplace da China
Fonte: China

O primeiro segredo é Live commerce: as interações em tempo real com o consumidor por meio das chamadas lives commerce, já são uma realidade no e-commerce brasileiro. Portanto, a partir da receptividade do consumidor é cada vez mais frequente a adoção deste recurso. Desse modo, na China, empresas apostam na visibilidade do produto sem o efeito foto, o que acaba agradando ao consumidor.

Nesse rumo, outro ponto importante é agilidade na entrega, pode parecer estranho, ainda mais para aqueles que já comprar algo por meio dos sites chineses e esperaram por meses. Contudo, isto acontece mais por tramite legal que por culpa do próprio Marketplace da China. Por lá os produtos são entregues com rapidez e aqui, às vezes, chegam mais rápido que alguns sites brasileiros.

Conclusão

Ainda, pagamento mobile, ou seja, o sistema de pagamento móvel, por exemplo: AliPay (Alibaba) e outro – concorrente do WhatsApp Pay, WeChat Pay. Assim, com as facilidades em efetuar o pagamento dentro de uma plataforma móvel – aplicativo de compras, torna isso ainda mais atrativo.

Por fim, ecossistema completo, exatamente. O consumidor quer encontrar tudo em um único lugar, afinal, essa é a vantagens da compra on-line. Portanto, nada de ficar jogando-o de uma tela para outra, fazendo mil cadastros para efetuar uma única aquisição.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.