MPEs são maioria em falência, segundo o SEBRAE

Uma pesquisa de campo realizada recentemente aponta que, mais de, 25% destas pequenas empresas abrem falência antes dos 5 anos. Continue aqui e saiba mais!
Anúncios


MPEs são maioria em falência
Fonte: SEBRAE

Para uma empresa sobreviver hoje no Brasil é muito difícil, e com a pandemia da Covid-19, o setor de pequenas empresas e microempreendedores teve que se adaptar a esse novo tempo. Como consequência, recentemente uma pesquisa realizada com dados da Receita Federal e levantamento de campo, aponta que MPEs são maioria em falência. Um dos fatores que mais pesa nessa situação, é a falta de capacitação em gestão de negócios.

No Brasil existe uma entidade que auxilia o microempreendedor e pequenas empresas que desejam formalizar, regularizar seu negócio ou aqueles que desejam abrir sua própria empresa. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), possui toda estrutura para quem busca entrar na briga do comércio e sair na frente com mais vantagens e qualificação. Se você está pensando em abrir sua primeira empresa ou até mesmo se formalizar, procure uma agência do Sebrae aí na sua cidade e tenha total suporte em seu negócio.

Os brasileiros vêm sofrendo a mais ou menos um ano com a pandemia da Covid-19, a taxa de desemprego aumentou no país, e muitas pessoas decidiram trabalhar por conta própria. Mas como abrir seu próprio negócio com quase nada de capital de giro? Esse é um dos fatores que tem levado muitas pessoas à formalização no país. O Microempreendedor, mais conhecido como MEI, tem sido uma das alternativas encontradas por muitos brasileiros na hora de entrar no comércio.

Entre os indicadores que apontam esse crescimento na formalização, um dos fatores é a mudança na relação com o trabalho, o desemprego e as vantagens em ser MEI. Se você está desempregado ou até mesmo cansou de ser empregado, e deseja abrir seu próprio negócio, esse artigo é para você! Leia todo o conteúdo e seja o mais novo empreendedor, vamos passar dicas valiosas de como abrir sua própria empresa.

Como se tornar um empreendedor?

Muita das vezes montar seu próprio negócio parece coisa simples, mas não se iluda! Antes de qualquer coisa é preciso se capacitar e saber em que área no comércio você se identifica melhor. É bom ficar atento: pois muitas MPEs são maioria em falência, por isso é preciso se especializar melhor para que em um futuro próximo essa não seja sua realidade. O Sebrae brasileiro está aí para te ajudar e evoluir com sua futura empresa ou seu comércio atual.

A instituição atua com capacitação e prover desenvolvimento do seu negócio, mas não empresta dinheiro, junto com parceiros (cooperativa, instituições financeiras e bancos), articula a criação de produtos financeiros de acordo com seu negócio. Auxilia o microempreendedor a usar esse investimento de forma consciente para melhorar seu empreendimento.

Bem como visto no tópico anterior, o primeiro passo para ser um empreendedor é a qualificação, é preciso se especializar na área e ter bastante disciplina com a rotina diária, não é por que você vai ser seu próprio patrão que vai ter colher de chá! Para que seu negócio aconteça, e venha a render bons frutos, primeiro tem que trabalhar muito no começo, para só depois usufruir dos lucros.

Dificuldades com o empreendimento

Por se tratar de um segmento que vive em constante mudanças, o microempreendedor tem sempre que estar inovando. A sobrevivência de  microempresas e microempreendedores é bastante difícil, essa situação se agravou muito, após a chegada da pandemia da Covid-19. Nesse cenário desagradável, muitas MPEs são maioria em falência, às pequenas empresas e microempreendedores, foram os que mais sofreram com o prejuízo no faturamento.

Na pandemia da Covid-19, as empresas tiveram que se manter fechadas, devido às restrições sanitárias, como consequências atacando diretamente as finanças da microempresa. Quando falamos em crédito nesse tipo de segmento, sabemos que, quanto menor a empresa, mais difícil conseguir crédito para manter o capital de giro em situações como essa.

De acordo com o Sebrae, cerca de 45%, das microempresas entrevistadas, relataram que, como causa da falência de seu negócio, a pandemia. E mais de 20%, relataram que a falta de capital de giro foi fator principal para o fechamento de seu estabelecimento. Entre as empresas que decretaram falência, mais de 30%, relataram que, a falta de crédito poderia ter evitado esse fenômeno.

MPEs são maioria em falência
Fonte: Google

As MPEs são maioria em falência! Como evitar esse fenômeno?

Um dos fatores primordiais, para evitar que esse seja o fim do seu negócio, sem dúvida é a capacitação. Os microempreendedores e pequenas empresas, precisam sempre está se capacitando no mercado, o Sebrae oferece vários cursos online e gratuitos. A instituição vem fechando grandes parcerias, para que microempreendedores tenham seus produtos anunciados em comércios online.

No mercado online, os microempreendedores e pequenas empresas possuem uma ampla variedade na hora de anunciar suas mercadorias, o Marketplaces é uma boa opção na hora de inovar em momentos como esse que vivemos hoje. E pode ser adotado, até mesmo, como uma forma de sobrevivência do negócio.

Seguindo essas informações e tomando alguns cuidados na hora de montar seu negócio, você pode fugir dessa realidade que as  MPEs são maioria em falência, e tornar seu empreendimento duradouro e lucrativo.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *