10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Mudanças no modelo de negócios da Netflix! 

Diante de um cenário de incertezas, confira algumas das mudanças no modelo de negócios da Netflix. Entenda!

Plataforma de Streaming Netflix
Fonte: Netflix

Após os resultados do último trimestre, algumas plataformas de streaming assim como a mais conhecida delas a Netflix, resolveram realizar mudanças no modelo de negócios. Apesar de ser uma das empresas mais elogiadas atualmente, a plataforma de streaming Netflix; vem passando por algumas crises. Por isso, que essas mudanças são tão importantes para o a empresa.  

Boa parte dessas mudanças foi inspirado pelo livro do CEO Reed Hastings em parceria com a consultora Erin Meyer. Portanto, p livro que o título A Regra é Não Ter Regras consiste em criar um ambiente de responsabilidade sem perder a responsabilidade. No livro, o CEO descreve os vários meses que passou sem tomar decisões. O que acabou afetando a organização da plataforma. 

Então, essa organização descentralizada, flexível e ágil contribuiu com a crise recente que a plataforma enfrenta. Por isso, essas mudanças no modelo de negócios possuem uma grande importância. Ainda segundo o CEO, essa é uma grande ambição da comunidade empresarial inovadora que enxerga na agilidade e inovação dessas mudanças um atributo para o segmento! 

A trajetória, documentada no livro se refere aos princípios básicos de uma empresa. Ou seja, se trata de um resumo básico de uma transformação empresarial que desmonta os modelos baseados no controle e comando de uma empresa. Entretanto, essas mudanças no modelo de negócios não serão adequadas para todos os tipos de empresa.  

Teste de resiliência  

A empresa começou a implementar um teste de resiliência, a hipótese é que as organizações mais ágeis e flexíveis devem ser capazes de reagir em períodos de crise. Assim como, veremos uma cultura potente que sobrevive à necessidade radical e quase imediata de mudança no modelo de negócios. Logo, segundo os resultados do primeiro trimestre revelaram que pela primeira vez. 

Desde que foi fundada a plataforma perdeu cerca de 200 mil assinantes, a perspectiva para esse período era de aproximadamente dois milhões de assinantes. Segundo a empresa informou, essa perda foi uma das consequências da criação e do crescimento de outras plataformas semelhantes. Isso quer dizer, que a culpa dessa queda no faturamento foi da concorrência! 

Vale ressaltar ainda que, boa parte dessa queda foi consequência dos compartilhamentos de senhas. O que poderia adicionar aproximadamente 100 milhões de conexões a mais do que a plataforma tem hoje. Segundo uma recente pesquisa realizada pela própria empresa, mostrou que nos EUA o churn dos primeiros meses desse ano atingiu cerca de 3.6 milhões de usuários comparados com a média de 2.5 milhões um ano antes, por exemplo! 

Mudanças constantes  

Essa não é a primeira vez que a plataforma passa por mudanças, em 2013, por exemplo a empresa teve que realizar mudanças. Pois, alguns estúdios removeram os seus conteúdos da plataforma, por exemplo, a Disney que sinalizou a retirada dos seus filmes. Afinal, essas empresas assim como a Disney passaram a produzir os seus próprios streamings. 

Portanto, desde 2013 até 2022 podemos acompanhar um crescimento dos streamings. Do mesmo modo, que a qualidade passou a ser considerada uma maneira de competir. Foi nesse mesmo período, que a Netflix passou a produzir os seus próprios conteúdos originais.  

Hoje, temos uma variedade vasta de streamings o orçamento dessas produções aumentou. Assim como, outras empresas de streaming como a própria Disney que também passou a produzir o seu próprio conteúdo; além dessas empresas podemos ver a HBO MAX entre outras plataformas com uma gama de conteúdo para várias idades! 

Mudanças no modelo de negócios das plataformas de streaming 

Atualmente, algumas empresas do segmento não acreditam no modelo baseado em investimento total em conteúdo original. Além das assinaturas que ficaram mais altas, o que acabou contribuindo com a queda de assinantes na plataforma. Ou seja, as mudanças no modelo de negócios foram necessárias! Desde que a Netflix foi criada, a concorrência passou a aumentar nos últimos 12 meses principalmente; a concorrência deverá aumentar até o final do ano. 

Plataforma de Streaming Netflix
Fonte: Netflix

Assim como mencionei antes, conforme o CEO explicou, essa é uma grande ambição da comunidade empresarial inovadora que enxerga na agilidade e inovação dessas mudanças um atributo para mercado de streamings. Além disso, essa perda foi uma das consequências da criação e do crescimento de outras plataformas. Isso quer dizer, que a culpa dessa queda no faturamento da plataforma foi da concorrência. 

Por fim, podemos esperar que no futuro as opções de plataformas semelhantes às que conhecemos aumentem ainda mais. Isso quer dizer que ainda, veremos muitas mudanças relacionadas ao modelo de negócios que essas empresas possuem. Segundo alguns especialistas, apesar da concorrência a Netflix segue sendo a maior plataforma de streaming desse mercado! 

Gostou desse artigo? Compartilhe com os seus amigos; e depois volte para saber mais novidades sobre o universo das finanças. Esperamos por você! Memivi.