10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Novo golpe com Pix: golpistas usam o QR Code para atacar suas vítimas 

Desta vez eles estão mais ousados, e utilizam de ofertas em streaming para atrair as vítimas. Continue aqui e saiba mais!

Novo golpe com Pix
Fonte: Google

Novo golpe com Pix, a ferramenta que revolucionou a forma de transferir dinheiro no Brasil, volta a ser alvo de golpistas novamente. De acordo com a empresa de cibersegurança Kaspersky, que identificou a fraude no início do ano, os criminosos estão utilizando o QR Code do sistema de pagamento. Contudo, esse tipo de golpe é inédito nesse tipo de tecnologia por escaneamento de código por smartphone. 

Como sabemos, essa não é a primeira vez que os malfeitores usam do sistema para aplicar golpe em vítimas. Quem se lembra do sequestro da conta do WhatsApp? Era uma maneira muito usada por criminosos para extorquir dinheiro de suas vítimas, agora com o pix fica muito mais difícil para as vítimas recuperarem o dinheiro.

Assim, como o sistema permite transferência instantânea, a qualquer dia, os golpistas conseguem sacar o dinheiro antes que as vítimas percebam o golpe e consigam pedir o cancelamento da operação junto ao Banco.

Por isso, é importante ficar atento ao clicar em qualquer link ou página falsa, pois, os criminosos enviam mensagens para o celular ou e-mail das vítimas. Então, após você clicar nessas mensagens, será redirecionado para um falso site, onde oferece cadastro de chaves de acesso.

Contudo, essas páginas falsas, solicitam a você dados para realizar o cadastro da chave do Pix, ao fornecer os seus dados pessoais e da sua conta bancária, os criminosos capturam suas informações pessoais. 

Portanto, é importante lembrar que todas as solicitações e cancelamento de chaves de acesso do Pix são feitas pelo próprio aplicativo do seu banco. Por isso, não forneça dados pessoais à terceira, nem por telefone, WhatsApp ou e-mail. Agora, se você quer saber mais sobre esse mais novo golpe do Pix, leia esse conteúdo até o final, e descubra como os golpistas estão agindo.

Vamos lá! 

O golpe

Segundo especialistas, por mais que essa seja uma técnica inédita com tecnologia de código por escaneamento de smartphones, os métodos usados pelos golpistas são antigos. Assim, é o novo golpe com Pix, ao realizar a leitura do QR Code e confirmar o pagamento, o golpe está consumado.

Contudo, o analista sênior da Kaspersky, afirma que o perfeccionismo empregado pelos criminosos e a rapidez na operação, dificulta para quem fez o pagamento perceber que caiu em um golpe.  

Assim sendo, eles utilizam e-mail muito parecidos com os de prestadores de serviços e colocam nas faturas falsas informações com dados verdadeiros dos consumidores. Logo, os dados como CPF, nome e endereço completo, foram coletados dos clientes por meio de vazamento ilegais de dados, essas estratégias já são utilizadas pelos estelionatários.

Contudo, no esquema da falsa cobrança, os criminosos oferecem ofertas para os clientes que realizarem o pagamento com o pix via QR Code, assim como ocorre com as empresas verdadeiras.  Deste modo, fica muito difícil intensificar que você está realmente caindo em um golpe.

Logo, com a instantaneidade do pix, os criminosos têm vantagem de sacar o dinheiro antes que as vítimas percebam a fraude. Eles também utilizam promoções falsas, como assinatura de plataforma de streaming, que no caso a única forma de receber a oferta seria realizando o pagamento através do QR Code do Pix.  

Como escapar do golpe?  

Com uma estratégia dessa fica quase impossível identificar que você está caindo em um golpe, não é mesmo? Mas, não é impossível escapar, sabia? Como todo crime ele tem falhas, e com esse não é diferente.

Assim, apesar de toda técnica dos criminosos, é possível escapar do novo golpe com pix. De acordo com especialistas em cibersegurança, uma informação que os criminosos têm dificuldade de modificar é o nome do titular da conta do falso prestador de serviço.  

Sendo assim, após você fazer o escaneamento do QR Code, no caso de fraude, o titular da conta do prestador de serviço terá o nome diferente da razão social da empresa. Então, em muitos casos o falsário irá até mesmo usar uma conta de pessoa física, portanto, mais uma vez, é preciso ficar atento aos detalhes e não cair no golpe.

Contudo, sempre antes de realizar qualquer transferência ou pagamento via pix, verificar os dados do recebedor, se ficar em dúvida não concluir a transação.  

Segundo o Banco Central, é de responsabilidade dos prestadores de serviço de pagamento analisar os casos de fraudes e eventual ressarcimento das vítimas aos casos de fraudes bancárias que ocorrem hoje no Brasil.

Outras medidas que aumentam as chances de ressarcimento são o mecanismo de bloqueio cautelar do pix e o MED. Nesse caso, após o cliente identificar a fraude e informar a sua instituição financeira, ela pode abrir uma notificação para bloquear os recursos da conta da vítima e do fraudador. Após ter feito a comunicação, ambas as instituições deverão analisar a situação e contatado a fraude o valor deverá ser devolvido.   

Mais atenção

Novo golpe com Pix
Fonte: Google

Antes de tudo, para que você não seja mais uma vítima desse tipo de golpe, é preciso ficar atento, não sair clicando em todo tipo de oferta que chega na sua caixa de e-mail. E nunca fornecer suas informações pessoais por telefone ou WhatsApp para qualquer pessoa, evitar clicar em links recebidos e nunca jamais, acessar sua conta bancária sem que seja uma plataforma oficial do seu Banco, pois o golpe pode ter até novas estratégias mais a forma de agir é antiga.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.