Saiba tudo sobre o pagamento digital do WhatsApp!

Sabe aquele história de dividir a conta no grupo do trabalho, da família e ate da faculdade no WhatsApp? Pois é, isso agora virou realidade, desvende o WhatsApp Pay.
Anúncios


Fonte: Google

Hoje iremos fdalar sobre o pagamento digital do whatsApp. É isso mesmo que você leu. Se você quer saber mais sobre isso, fique com a gente até o fim e siaba mais!

Hoje em dia é cada vez mais nítida a evolução tecnológica e sua influência no universo financeiro. O mercado financeiro tem se adequado a essas mudanças, os indícios dela são as modalidades.

Por exemplo, bancos digitais, moeda digital, carteiras digitais e o próprio e-commerce. Que funcionam como serviços financeiros digitais praticamente sem a necessidade de terceiro ser (humano) para sua efetividade.

E isso não para por aí! As empresas – em diversos ramos e aéreas, estão em uma grande corrida para inserir no mercado algo que facilite ainda mais a conectividade entre as pessoas quanto aos serviços financeiros. Com isso, o mensageiro virtual mais famoso do mundo decidiu investir e entrou nessa disputa.

Quer descobrir do que estamos falando? É só você grudar seus olhos nesse artigo e descobrir as vantagens e novidade trazidas pelo WhatsApp. Tanto na sua forma de pagamento e recebimento de valores autorizada pelo BC – Banco Central. Vamos lá!

Sobre o WhatsApp

Hoje o mensageiro está presente em mais de 180 países desde o ano de 2009. No qual, quando ocorreu sua fundação nos Estados Unidos, por Brian Acton e Jan Koum.

O WhatsApp foi pensado como uma alternativa para o envio de mensagens via SMS.

Se consagrou como plataforma de comunicação digital mais famosa do mundo e em fevereiro de 2014, quando aconteceu a compra dele pelo gigante Facebook.

Quase dobrou o número de usuários e acessos a suas plataformas – WhatsApp mobile e WhatsApp Web. Contudo suas operações continuam independente.

Com a sua rápida ascensão e crescimento, o WhatsApp tem investindo cada vez mais em melhorias e na adição de recursos em suas plataformas para melhor atender seus usuários. E, ainda, torna-se o app mais utilizado do mundo.

Sua forma gratuita contribui com esse crescimento e sucesso. Mas, na versão Business – a ferramenta digital tem demonstrado a intensão de abocanhar outra fatia de mercado. Um fora aquele que é a sua finalidade – comunicação.

Sobre o WhatsApp Pay

O WhatsApp ainda em junho desse ano tinha anunciado a implementação em sua plataforma a funcionalidade de pagamento por meio de mensagem. A ferramenta utilizada para o suporte de pagamento seria o Facebook Pay, a dona do mensageiro. Dessa forma, seria o intermediador dos valores transferidos entres os usuários e as administradoras de cartões de crédito.

Contudo, a inovação teria sido vetada após a liberação para alguns Beta do app mobile. Isso ocorreu porque segundo o BC o mensageiro descumpria os princípios financeiros para uma justa prestação de serviço. Ou seja, o WhatsApp estaria em vantagem aos concorrentes como, por exemplo, bancos tradicionais, empresas de e-commerce, entre outros que ofertam serviço semelhante.

Desse modo, o serviço não passou no processo de aprovação pelo BC. Isso se deve a alegação de que a ferramenta de pagamento deveria passar por um processo de avaliação e estudo. E que possivelmente estaria liberada no mercado quando houvesse segurança e dentro dos princípios da instituição.

Sobre o sistema de pagamento do BC – PIX

De modo inovador o BC tinha informado que sua plataforma digital de pagamento facilitada – PIX, estaria disponível no mercado financeiro brasileiro ainda no ano de 2020. Contudo, apenas seria oficializada seu lançamento no mês de novembro.

Porém, ao que parece, isso não vai acontecer. Após o bloqueio do serviço de pagamento do WhatsApp o BC decidiu antecipar a ferramenta e seu lançamento.

Conforme os dados da própria instituição,deve ocorrer a liberação ainda em setembro de 2020. Isso para facilitar a vida de milhares de brasileiros na tentativa de unificar a oferta e serviços financeiros.

A liberação do meio de pagamento via WhatsApp

Fonte: Google

Em agosto de 2020, o mensageiro foi liberado pelo BC para iniciar os testes da nova ferramenta de pagamento no Brasil. Contudo, a novidade seria torna disponível apenas para um grupo seleto de betas. 

Dessa forma, em parceria com Visa e Mastercard o WhatsApp Inc. passou a aceitar pagamentos via mensagem. Outro ponto é que além do número limitado de usuários do mensageiro, também, estão inclusos os números de restrições para uso de cartão de crédito ou débito nas bandeiras Mastercard e Visa.

Além disso, as transações se devem fazer com baixo valor. Nada além de uma pequena compra sem grandes exageros presando sempre a segurança do cliente durante o período de testes. Outro entrave é que ainda não se tem uma previsão de quando a funcionalidade será liberada em massa para os outros usuários do app.

Por fim, a Cielo seria a grande parceira interessada na liberação da funcionalidade, a empresa entende que os avanços tecnológicos exigem maior empenho na maneira como se lida com o dinheiro e principalmente na hora de facilitar o pagamento e recebimento de valores.

 PIX – A ameaça por trás da ferramenta de pagamento do WhatsApp

O BC acredita que o WhatsApp pode ser um grande aliado o PIX – seu sistema eletrônico de pagamento e transações financeiras, por isso, diz que a ferramenta de pagamento poderia ser incluída ao mensageiro, no lugar do Facebook Pay.

Se o Facebook implementar o PIX do BC a empresa passaria a ser monitorada em suas transações – via WhatsApp, por ele e assim garantiria o respeito mútuo e os princípios de regulação para o mercado financeiro de forma isonômica.

Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Por fim, acesse as outras informações financeiras aqui no blog e se mantenha atualizado sobre as novidades do mundo financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *