PIX com pagamento “offline”, BC anuncia que terá novidades

Ficou sem internet, mas precisa fazer um pagamento? Cartão Pix Offline. Continue aqui e saiba mais!
Anúncios


PIX com pagamento “offline”
Fonte: PIX

Existem coisas que se melhorar estraga, não é mesmo? Não! O presidente do Banco Central, anunciou recentemente o lançamento de uma nova função, o Pix com pagamento offline ou Cartão Pix, como estão chamando. Quer saber mais sobre o assunto? Então gruda o olho na tela, e só desgruda quando ler até o final do conteúdo.

Com a tecnologia quebrando tantas barreiras, a cada instante uma novidade. No mundo financeiro, está cada vez mais fácil realizar uma transação online, esse tipo de serviço tomou conta dos brasileiros. As instituições financeiras estão investindo alto em TI, hoje podemos contar com, pagamentos com cartão virtual, pagamentos com cartão por aproximação, Pix, aplicativo mobile com pagamento NFC, entre outros serviços.

Isso se aplica aos Bancos Físicos e Bancos Digitais, hoje podemos encontrar diversos serviços no mercado financeiro totalmente digital. Quem imaginaria a dez anos atrás, realizar uma transação bancária, e em instantes, e fração de segundos, a pessoa para quem você enviou o dinheiro, já pode fazer uso imediato daquela quantia. Isso a qualquer hora de qualquer lugar, assim é o Pix, chegou e caiu no gosto dos brasileiros.

As transações e pagamentos digitais, estão cada vez mais comuns, hoje você já pode pagar a alguém, com a mesma facilidade de enviar uma mensagem. Como é o caso do aplicativo de mensagens WhatsApp, que permite a seus usuários realizar pagamentos através da sala de bate-papo. A transação é bem simples, e não tem custo algum, tanto para quem paga, quanto para quem recebe. Mas a novidade hoje é sobre o Pix, vamos falar sobre essa nova função que está por vir.

O que é Pix?

Para quem ainda não conhece, falaremos um pouco dessa ferramenta de pagamento. Desenvolvido aqui no Brasil, a categoria de pagamento instantâneo, foi criado pelo Banco Central para que os brasileiros tivessem mais rapidez em suas transações bancárias. Com o pix, o cliente pode efetuar transferência de valores entre contas bancárias, a qualquer hora e em qualquer dia, tudo isso em segundos.

Com essa ferramenta o cliente não só pode fazer transferência entre contas bancárias, como também realizar pagamentos com QR Code, os pagamentos realizados através de boletos bancários, não consta na mesma hora que for pago a liquidez, já com o pix, a liquidação da dívida é na mesma hora, e a qualquer dia, mesmo no final de semana ou feriado. Muito massa esse Pix!

Outro fator importante que contribuiu com o sucesso do pix, se dá a facilidade em localizar a conta bancária do cliente, com a transferência tradicional, o usuário teria que obter todos os dados da pessoa a quem iria realizar o pagamento. Com o pix, basta apenas uma das chaves cadastrada, que pode ser telefone, CPF ou CNPJ, e-mail e chave aleatória. E para ficar ainda melhor, não tem custo nas transações. E hoje já tem novidade, Pix com pagamento offline.

Qual a novidade? Pix com pagamento offline.

A equipe de TI do Banco Central já está trabalhando na novidade, que é Pix com pagamento offline ou cartão Pix, como já estão falando. A ideia é garantir o serviço ao cliente mesmo que ele estava sem internet no momento de pagar alguma conta. Segundo o presidente do Banco Central, seria basicamente um cartão físico, para ser usado por aproximação, tipo cartão de transporte coletivo.

Em algum momento o cliente pode aproximar o cartão ao seu smartphone e fazer a recarga, e dessa forma utilizar o valor para fazer pagamentos no momento em que estiver sem internet. Tipo um cartão pré-pago, antes de usar ele precisa transferir o valor para o cartão, e assim quando estiver em um lugar sem internet, usar o cartão pix sem nenhum problema. O presidente também falou sobre uma possível implantação do Pix em bancos internacionais, caso isso aconteça, iria facilitar as transações bancárias entre bancos estrangeiros.

Atualmente o Pix é responsável por mais de 25% das transações de pagamentos realizados no Brasil, segundo uma pesquisa da Febraban. Pix com pagamento offline ou cartão Pix, esse percentual pode aumentar ainda mais. Segundo o presidente do banco central, mais de 75% das pessoas que têm conta bancária, usam a ferramenta, são mais de 243 milhões de chaves criadas.

PIX com pagamento “offline”
Fonte: PIX

E não para por aí.

Além do Pix com pagamento offline, existe outra novidade, está previsto para ser implantado no mês de Novembro, o troco pix ou saque pix, o troco estará vinculado a uma compra, e assim que o usuário for efetuar esse pagamento, ele poderá adicionar o valor a mais e receber como troco do estabelecimento comercial.

Já com o saque pix, o cliente poderá realizar a retirada de dinheiro direto da sua conta, sem que haja qualquer realização de compra com o estabelecimento, vai funcionar como um saque comum, daqueles realizado em caixa eletrônico. Para essas transações, o BC prevê limites de até R$ 500 por dia.

Espero ter ajudado e esclarecido algumas de suas dúvidas, além das informações ainda trouxemos bastante novidades. Com essa ferramenta Pix, ainda vão surgir várias outras formas de usar, lançado a menos de um ano e já trouxe bastante evolução no sistema financeiro brasileiro.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *