10%15%20%25%30%35%40%45%50%55%60%65%70%75%80%85%90%95%100%

Planejamento e organização: como deixar as dívidas em dia nesse novo ano

O ano novo começou e com ele existem várias contas novas para pagar, mas como organizar da melhor forma as suas finanças? Continue aqui e saiba mais!

Planejamento e organização
Fonte: Google

Fazer o planejamento financeiro não é uma tarefa tão simples, não é mesmo? São tantas contas que em muitos casos algumas acabam passando despercebidas nas despesas do mês. Sendo assim, o ano já começou com várias novas despesas como, IPTU, IPVA, material escolar, despesas com viagens e muitas outras. Mas, como não prejudicar a sua saúde financeira com tantas dívidas? Olha, o primeiro passo é organizar todas as contas, e nada melhor que um plano de planejamento e organização. 

Quem nunca se atrapalhou com as despesas ou até mesmo ficou endividado pela falta de organização? Esse problema é comum, e não se restringe apenas a você. Segundo uma pesquisa realizada pelo Serasa, no Brasil cerca de 63,4 milhões de pessoas estão inadimplentes por alguma dívida. Contudo, segundo o mapeamento esse é o maior índice desde o início da pandemia. Logo, em média cada brasileiro inadimplente deve R$ 4 mil. 

Sendo assim, outro fator que chama a atenção são as faixas etárias das pessoas inadimplentes, os jovens de 26 a 40 anos representam (35,8%).

Porém, segundo o Serasa limpa nome, essa faixa etária é a que mais negocia acordos. Então, quando partimos para as regiões com o maior número de pessoas inadimplentes, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, de acordo com o levantamento, são os estados com maior índice no Brasil. 

Já com relação às dívidas com maior destaque na pesquisa, os cartões de crédito são os principais vilões com cerca de 28% das inadimplências.

Contudo, de acordo com a pesquisa, as dívidas com os cartões de crédito chegam a superar endividamentos com despesas básicas, como conta de luz, gás e água.

Por isso, preparamos esse guia especialmente para você leitor que está precisando de uma ajudinha na organização de suas finanças.

Portanto, não deixe de ler todo o conteúdo até o final.

Vamos lá! 

Colocando as contas no eixo. 

Dívidas no cartão de crédito, contas de luz, água e gás vencidas, boletos em atraso, isso é o início para um endividamento. Logo, tudo isso teve uma piora com o início da pandemia mundial do Covid-19. Provavelmente você já tenha passado por esse tipo de situação em algum momento da sua vida. Para muitas pessoas este evento é como uma bola de neve. Mas como se livrar desse tipo de situação? Uma forma de manter as contas no eixo é com planejamento e organização. 

Sendo assim, você precisa se organizar e com essas dicas vão ficar mais fácil manter as contas em dia. Em primeiro lugar é preciso que você comece a anotar todas as despesas e nada melhor que uma planilha de gastos para isso.

Então, quando nos referimos a todos os gastos são todos mesmos, desde o cafezinho até a parcela da casa. Contudo, desta forma fica mais fácil saber onde seu dinheiro está sendo gasto. 

Mantenha o foco e objetivo, crie uma prioridade para sair do vermelho até o final de 2022. Com a motivação certa estabelecida, comece a priorizar e criar estratégias como, por exemplo, pagar algumas contas que conceda desconto à vista. Contas como IPTU, IPVA, geralmente possuem descontos com pagamentos à vista. Além disso, agregue uma motivação a sua meta, para que isso não canse você no decorrer de sua jornada. 

Cortando gastos desnecessários 

Depois de ter dado os primeiros passos, agora é preciso manter o foco e começar a organizar o orçamento. Sendo assim, atualmente no mercado já existem diversos aplicativos que auxiliam você nessa tarefa. Porém, para que as coisas comecem a entrar no eixo é preciso ter a colaboração de todos os membros da família. Por isso, envolva todos da família no processo, e comece o planejamento e organização das dívidas. 

Agora, após ter a participação de todos os membros da família no processo, chegou o momento de cortar os gastos desnecessários. Antes de tudo, comece a mudar o estilo de vida, passe a dar prioridade às necessidades de cada membro da família.

Sendo assim, é preciso avaliar o que realmente precisa gastar e o que não é. Com a ajuda de todos, pequenas mudanças nos hábitos como reduzir o tempo no chuveiro elétrico ou até mesmo sair de um cômodo para o outro e apagar a luz quando não estiver ninguém lá, é uma forma de economizar na conta de luz. 

Planejamento e organização
Fonte: Google

Com o orçamento organizado e após ter colocado em ordem as economias com os cortes de gastos, uma ótima opção para manter as despesas em dia é conseguir uma renda extra. Sabemos que só cortar gastos apenas não resolve, não é mesmo? Sendo assim, você pode conseguir uma renda extra como motorista de aplicativos, entregador delivery, até mesmo um bico nas horas livres ou nos finais de semana. 

Conclusão 

Como vimos, o planejamento e organização é fundamental para manter as contas em dia e não sofrer com a inadimplência e o superendividamento. Sendo assim, outras atitudes podem contribuir para essa organização. Contudo, a última dica para manter essa organização é sempre fazer uma autoavaliação antes de fazer qualquer gasto. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.