Polaridade, o fator que veta o seu crescimento pessoal

Confira pontos importantes que podem atrapalhar o ser humano no desenvolvimento pessoal. Dentre esses estão a teimosia e polaridade. Confira tudo agora!
Anúncios


Transtorno de polaridade
Fonte: Google

É provável que você leitor já tenho ouvido falar em polaridade, assim como a polaridade absoluta, que quase sempre deixam as pessoas cegas, e pode atrapalhar no crescimento pessoal. Além disso, é importante entender que vivemos em um mundo onde as opiniões e gostos são diferentes, e aceitar as escolhas de cada um pode tornar a nossa vida melhor, como também a de todos a nossa volta.

Logo, vivemos em um mundo Dual, que é relativo a dois, e tudo é baseado nas polaridades. Ou seja, existe o claro e o escuro, o frio e o calor, o bem e o mal, o que é meu e seu, esquerda e direita, e assim por diante. Sendo assim, as coisas existem e possuem o lado oposto.

No entanto, a forma como as pessoas enxergam todas essas questões podem influenciar a maneira de viver de todo um grupo. Portanto, em determinadas situações só é possível saber o que o próximo está sentindo se tivermos uma experiência igual. No entanto, em outros aspectos o sentimento é comum para qualquer ser humano, por exemplo, sentir se alegre ou passar por um momento de dor.

Por isso, para poder afirmar algo, é necessário “viver na pele”, assim todos poderiam afirmar o que passa com o outro. Atualmente a maneira como as pessoas enxergam a polaridade, principalmente nessa era digital em que vivemos, tem despertado dor e sofrimento para muitos.

Na internet são discussões e ataques por coisas banais, apenas por pessoas ou grupos pensarem de formas diferentes; cada um com a sua verdade, querendo impor a qualquer custo, sem respeitar o espaço e opinião do próximo.

Quem determina o que é certo ou errado? Existem situações que são óbvias; todos sabem que fazer o uso de drogas é prejudicial à saúde mental e física do ser humano. No entanto, pessoas escolhem experimentar, e correr o risco mesmo sabendo dos perigos; mas em outras questões como política e religiosas por exemplo, cada um tem a sua verdade e dificilmente irá mudar de opinião.

Polaridade no ambiente de trabalho

O que muitos acreditam é que, “a escolha de um lado” nos torna certos, que dá o direito de ditar as regras baseado naquilo que acredita e todos precisam acatar. Mas não é bem assim! Mesmo um filho, quando os pais dão conselhos, e mostram que certas situações são ruins e pode ter consequências terríveis, em alguns casos de nada adianta. Pois as pessoas têm vontades próprias, e livre arbítrio, ou seja, o ser humano é livre para viver o que bem entender, seja para o seu bem ou mal.

Sendo assim, é ilusão achar que somos capazes de sempre convencer alguém de algo, pois cada um acredita naquilo que quer. No entanto, pessoas mudam de opiniões após ouvir alguém falar de determinado assunto, ou assistindo jornal, e até indo algum encontro religioso, mas quase sempre faz de livre espontânea vontade. Porém, não podemos acreditar que ao escolher o lado que julga certo, estará imune a erros, ao contrário, quanto mais as pessoas têm certezas sobre determinado assunto, maiores são as chances da cegueira e extremismo.

Polaridade no ambiente de trabalho
Fonte: Google

Não faça parte do Efeito Dunning Kruger.

Podemos dizer que este é um fenômeno, no qual muitas pessoas acreditam que sabem mais do que outras, se sentem superiores. Logo, esses indivíduos têm dificuldade em reconhecer os próprios erros, além disso, interpretam e avaliam suas ideias, pensamentos e atitudes como sendo sempre o correto. Contudo, acreditar nas próprias verdades não é o problema, o pior é não assumir erros, não aceitar outras opiniões e machucar pessoas a sua volta.

É preciso que as pessoas se policiem com as certezas, e não ficar enganados pela falta de visão. Principalmente em tempos de tantos influenciadores na internet; por exemplo, o fato de alguém dar dicas de como ganhar dinheiro de determinada forma, não significa que irá funcionar com você. Nesses casos, é possível aproveitar pontos que ainda não sabíamos, agregar aos conhecimentos que possuímos, ou simplesmente discordar e tudo certo!

Logo, os conteúdos disponíveis na internet, sejam sobre finanças, religiosos, lazer, dicas para casa, vídeos de youtubers e muitos outros. Possui intenções diferentes, que são de inspirar, divertir, entreter e ensinar as pessoas que assistem, mas cabe a cada um de nós escolhermos se iremos assistir, gostar, fazer o que está sendo indicado ou não. No entanto, não é bem assim que acontece, e na maior parte são deixados comentários discordando e outros com grau maior de agressividade.

Conclusão

Sempre que um assunto é abordado, a pergunta que nunca foi respondida é, quem está certo? O Cristão ou Muçulmano? Como convencer ambas as crenças que eles estão certos ou errados? Na política, quem são os mocinhos e vilões? Qual o melhor time? Afinal é pecado ou não fazer uma tatuagem? Bom, são assuntos polêmicos e com opiniões diferentes, que deveriam ser respeitadas sem nenhum tipo de constrangimento ou violência.

Sendo assim, se você é de uma determinada religião, não pode atacar outras, se torce para um time, não significa que pode tirar a vida de outro por torcer pelo adversário. Além disso, se você é de esquerda e não de direita, se gosta de frio, não do calor, se prefere o preto ao invés do branco, não significa que todos precisam pensar assim. Não é preciso nutrir ódio por quem pensa ou age de forma diferente, pois somos todos iguais!

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *