Preço do combustível subiu para R$ 7 o litro, segundo ANP

Entenda por que o preço do combustível subiu e quem podem ser os culpados por isso. Fique por dentro!
Anúncios


Preço do combustível subiu
Fonte: Google

A inflação deu um salto para 0,96% no mês de julho deste ano, chegando à marca de 8,99% em 12 meses, no acumulado de 2021 o preço do combustível subiu cerca de 27,51 pontos percentuais, ao mesmo tempo que o diesel tem acumulado aumento de 25,78%, informou o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-IPCA. 

Em muitas cidades do país, o valor da gasolina já passa dos R$ 7, se transformando em um dos vilões da inflação em 2021, o preço da gasolina, é inclusive um dos responsáveis por impactar negativamente o orçamento das famílias brasileiras. Nesta última semana, a Agência Nacional do Petróleo após ter feito um levantamento no mês passado revelou que o valor médio do litro da gasolina chegou perto de R$ 6. já o diesel chegou a atingir R$ 4,616 o que acabou se tornando uma realidade no mês de agosto.   

Tento em vista que o preço do combustível subiu, aos valores que passaram a ser cobrados nas bombas viraram motivo de discussões entre o presidente em exercício e os governadores de praticamente todos os estados. Bolsonaro, cobrou publicamente que os estados reduzam o tributo sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços-ICMS, para que assim, o preço da gasolina e do diesel recuem. 

Primeiramente, precisamos entender por que que o preço do combustível subiu e para isso, é fundamental entender como os valores do diesel e também da gasolina são definidos. A formação dos valores dos combustíveis é composta pelo valor exercido pela Petrobras nas refinarias, mais os impostos federais que conhecemos que são: Cofins, Cide, PIS/Pasep e também os estaduais ICMS, além dos gastos com a distribuição e revenda. 

Alta do dólar 

Entre os culpados do aumento na gasolina e do diesel vem sendo a moeda brasileira que está desvalorizada, nesta última semana a moeda americana à qual o preço do petróleo está ligado, chegou a acumular um aumento de aproximadamente 0,46% sobre o real em 2021. Em meados do mês de março, entretanto, essa valorização estava em 11%, segundo alguns analistas, o dólar não é o principal vilão neste caso e sim, o câmbio.  

Isto por que o petróleo já esteve num valor bem acima do atual, e a gasolina não custava o que custa atualmente. Mas afinal, o que faz o câmbio subir? Bem, o que contribui para esse movimento de perda de valor do real, são as muitas incertezas dos acionistas em relação ao rumo da política econômica atual.  

Nestes últimos meses, o Brasil assistiu a um acirramento da crise institucional com direito a ameaças feitas do então presidente às eleições e outros poderes. Associada ao quadro fiscal do país, e também às dúvidas em relação a qualidade das reformas que o governo de Jair Bolsonaro pode aprovar no Congresso, estas incertezas acabam afugentando os dólares do Brasil, e acabam impedindo uma possível valorização do real. O que poderia contribuir para uma possível queda no valor dos combustíveis por aqui.  

Valor do petróleo no exterior 

Preço do combustível subiu
Fonte: Google

Além de tudo isso, existe ainda um fator adicional de pressão. O preço da gasolina também é influenciado pela recuperação da cotação do petróleo no exterior. Apesar do choque que a pandemia da covid-19 provocou, a economia global terá um desenvolvimento robusto ainda este ano, o que aumenta a demanda pelas commodities.  

O que de fato pode ter ajudado a puxar os valores para cima, e como consequência temos visto o aumento da gasolina e também do diesel.  

Esse aumento no preço do petróleo no mercado internacional, o valor dos combustíveis acabou ficando mais alto na partida, ou seja, no início do segundo semestre, surpreendendo boa parte dos brasileiros que foram pegos de surpresa, afirmam alguns analistas.  

Preço do combustível subiu para R$ 7  

O preço do combustível subiu e já ultrapassou o valor de R$ 7 no estado do Rio Grande do Sul e no estado do Acre está custando R$ 6,99, segundo um levantamento semanal da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis-ANP. O valor médio praticado em todo o Brasil, é de R$ 5,866, ou seja, subiu 0,22 pontos percentuais nesta última semana. 

Para alguns analistas, o dólar apesar de não ser o principal vilão nesta situação, tem uma grande influência na alta dos combustíveis. Manter a paridade nos valores internacionais é considerado essencial para continuar atraindo investidores para as refinarias.  

Mas, antes de sair por aí culpando a Petrobras, você precisa entender que existe um conjunto de situações que acabaram resultando na alta do preço dos combustíveis. O câmbio, como falamos neste artigo tem pressionado bastante a inflação no país, e se estivesse um pouco mais baixo, o valor dos combustíveis certamente estaria também! 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.