Rede de lojas Renner de olho nas vendas online!

Recentemente, a rede de lojas Renner fez um investimento de R$ 1,2 bilhão em um centro de distribuição. Saiba mais aqui!
Anúncios


Rede de lojas Renner
Fonte: Rede de lojas Renner

Visando as vendas online, a rede de lojas Renner acabou de finalizar um novo centro de distribuição que custou cerca de R$ 1,2 bilhão. No entanto, as vendas só terão início no ano que vem; a criação do centro é uma das estratégias da rede de acelerar os seus negócios online. 

Principalmente, no marketplace da loja, portanto, a expectativa é de impulsionar ainda mais as vendas online. Visto que, hoje as vendas online crescem mais e mais. Sendo assim, o projeto do centro de distribuição está alinhado com estratégia da rede de venda por vários canais. Por isso, a rede já conta com uma tecnologia mais atualizada. 

Desse modo, a rede de lojas Renner poderá otimizar a entrega dos produtos na casa dos consumidores com mais facilidade. Assim sendo, conforme afirmou um dos executivos da rede o centro de distribuição foi projetado para suportar o desenvolvimento da marca até o ano de 2035.

Logo, esse desenvolvimento da rede de lojas Renner contará com o investimento de aproximadamente R$ 750 milhões da própria rede e mais cerca de R$ 520 milhões deum financiamento da Kinea Investimentos, que a administradora de fundos do Itaú. Vale ressalatar ainda que, segundo o diretor de suprimentos da rede, Pedro Pereira, a criação do novo centro de distribuição facilitará o crescimento do marketplace da Renner.  

Tecnologia avançada  

Neste contexto, a construção do novo centro de distribuição custou ao todo R$ 453 milhões em tecnologia. Visto que, dentre as aquisições mais importantes está a compra de trezentos e doze robôs para fiscalizar o armazenamento das caixas e roupas no estoque da rede. Segundo, Pedro Pereira, este investimento permitirá que uma nova configuração seja feita nos processos de pico de venda, como, por exemplo, a Black Friday uma das épocas mais importantes para o mercado varejista. 

Logo, este é um fato muito importante para a rede, pois, é preciso a criação de uma tecnologia eficiente para poder suportar o recebimento de itens de lojas parceiras. Nos dias atuais, a rede de lojas Renner não dá auxílio algum na logística dos seus produtos. Portanto, este será outro ponto que terá mudanças. Afinal de contas está é uma mudança será necessária! 

Visto que, lojas concorrentes e com muita força nas vendas online como: Magazine Luiza e Mercado Livre costumam fazer. Sendo assim, com esta recente criação a rede pretende em breve ofertar aos seus parceiros a oportunidade de realizar delivery em até dois dias – atualmente, cerca de 60% das vendas feitas online são enviadas neste período! 

Projeção dos analistas 

Neste sentido, a projeção para a rede do setor varejista com a criação do novo centro de distribuição é de crescimento diante de suas concorrentes no ambiente online. Vale lembrar, que no primeiro semestre desse ano as ações da rede estavam valorizadas e com essa valorização a Renner arrecadou cerca de R$ 4 bilhões. Sendo assim, muitos analistas que acompanham o setor especularam que com esta arrecadação a rede compraria alguma concorrente no mercado digital.  

Desse modo, os analistas chegaram a especular que a nova aquisição da rede de lojas Renner seria lojas como: Amaro; Westwing e Dafiti. Contudo, até o presente momento nenhuma aquisição foi feita. Sendo assim, os analistas do setor ainda esperam que alguma aquisição seja feita pela rede, visto que, o ambiente online pede um pouco mais de dinamismo.  

Ainda segundo a visão de alguns analistas, o ano de 2021 foi bastante favorável para as ações da rede varejista que até pouco tempo atrás, acumulou algumas baixas de até 20%. Principalmente, no período pré-pandemia quando o país entrou em crise sanitária e financeira. Entretanto, para reverter o quadro a rede segue investindo em tecnologia e aquisições importantes.  

Rede de lojas Renner 

Fonte: Google

A rede de lojas Renner, possui um ecossistema de lifestyle e moda que se conecta com os seus consumidores através de canais digitais. Hoje a rede conta com cerca de 600 lojas espalhadas na América Latina. Assim como, outras lojas do setor varejista a rede está listada na B3. Além disso, a rede segue construindo uma jornada de sustentabilidade em prol do meio ambiente com compromisso por uma moda mais responsável.  

Neste sentido, a rede é hoje a maior e mais importante varejista de moda do país. Tendo em vista o seu crescimento e importância dentro do seu segmento a rede acabou de finalizar um novo centro de distribuição que custou cerca de R$ 1,2 bilhão.  

Entretanto, as vendas do centro de distribuição só terão início no ano que vem; a criação do centro é uma das estratégias da rede de acelerar os seus negócios online! Portanto, com a criação do novo centro de distribuição a rede pretende otimizar a entrega dos produtos na casa dos consumidores com mais facilidade. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida