Projeções da reta final de 2021 no setor financeiro!

Projeções da reta final de 2021 no mercado financeiro brasileiro e mundial. Fique por dentro!
Anúncios


reta final de 2021
Fonte: Google

O setor financeiro acabou elevando, pela 34ª semana seguida as projeções da reta final de 2021 em relação a inflação. Portanto, o reajuste dessa vez será de 10,12% para aproximadamente 10,15% esses dados foram fornecidos pelo Banco Central divulgados recentemente! Segundo alguns analistas de mercado, as suas projeções quanto ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo, mais conhecido como IPCA para o ano que vem aumentará de 4,96% para 5,00%. 

Sendo esse o 19º reajuste de 2021, de fato houve uma piora na estimativa da normalização ou desenvolvimento da economia brasileira esse ano. Segundo alguns economistas, a expansão de 4,80% no Produto Interno Bruto – PIB caiu para 4,78%. No entanto, para o ano que vem muitos economistas projetam desenvolvimento de pelo menos 0,90% da atividade, diante de 0,70% projetados em 2021. 

Nesse cenário, esse aumento e reajustes ocorrem em meio a reajustes acabam retratando a pressão inflacionária o setor financeiro projeta uma taxa de juros com aumento. Ou seja, uma taxa mais elevada do que era estimado por muitos economistas no início de 2021 quando as taxas de juros se encontravam no piso histórico, de aproximadamente 2% ao ano. Desse modo, as projeções da reta final de 2021 acabou apontando um reajuste na taxa Selic de 9,25%. 

Vale ressaltar que, ainda segundo as projeções da reta final de 2021 que será anunciado na próxima reunião do Copom – Comitê de Política Monetária nos próximos dias será anunciado mais um aumento da taxa básica de juros de aproximadamente 1,5%. Assim sendo, já as projeções relacionadas ao câmbio as projeções do dólar indicam que a negociação para o final desse ano será de R$ 5,50.  

Inflação em 2021 

Nesse contexto, segundo alguns economistas os índices inflacionários em 2021 estavam estáveis no primeiro trimestre desse ano com o percentual de 3,75%. Segundo o sistema vigente do Brasil, foi considerado o cumprimento desse percentual entre 2,25 pontos e 5,25 pontos ao longo do ano.

Logo, as projeções do setor durante o ano significam que o mercado financeiro o operou com o dobro da inflação em 2021. Desse modo, as projeções para o primeiro trimestre de 2022 a inflação deverá vir com um aumento em torno de 5 pontos percentuais e 5,02 pontos percentuais.

Sendo assim, segundo alguns economistas a meta central para o ano que vem deverá ser de 3,50% podendo oscilar entre 2% até 5 pontos percentuais. 

Portanto, mesmo com a recuperação da economia a projeção para o ano que vem está bem acima do limite de metas para o restante de 2022. O indicador IPCA acabou sendo pressionado pelos aumentos nos preços dos alimentos em 2020! Logo, os valores ficaram bem acima do esperado em torno de 4,52%.

Contudo, o percentual apesar de alto ficou dentro do limite de tolerância que é de 4 pontos percentuais. 

PIB 

Nesse sentido, segundo as projeções da reta final de 2021 para muitos economistas o grande vilão desse ano foi o Produto Interno Bruto- PIB que teve um aumento na inflação.

O setor financeiro diante dessas projeções deverá baixar a projeção de desenvolvimento do Produto Interno Bruto para o ano que vem de 4,78 pontos percentuais para 4,71 pontos percentuais. 

Assim sendo, para o ano de 2022 o setor financeiro acabou reduzindo a previsão do aumento do PIB de 0,58 pontos para 0,51. Em janeiro de 2021, a estimativa dos analistas era de que poderá haver um aumento de pelo menos 2,5 pontos percentuais para 2022.  

Entretanto, diante das crises que enfrentamos em 2021 essa estimativa começou a ser revisada para baixo no mês de setembro desse ano.

Diante disso, o Ministério da Economia manteve a projeção de crescimento do Produto Interno Bruto- PIB para o ano que vem que deverá ficar bem acima de 2%. Ainda segundo o ministério em 2022 o mercado de trabalho deverá se recuperar. Assim, os investimentos privados voltarão com mais força! 

Taxa de juros e estimativas para 2022: projeções da reta final de 2021! 

reta final de 2021
Fonte: Google

Nesse cenário, durando todo o ano de 2021 o setor financeiro manteve em cerca de 9,25 pontos ao ano a previsão da taxa Selic. Hoje, as projeções da reta final de 2021 alguns analistas mantiveram a expectativa da taxa em 11,25% ao ano. Sendo assim, ainda segundo os economistas deverá haver aumento do juro básico na economia brasileira em 2022. 

Embora, Paulo Guedes tenha feito uma proposta para flexibilizar o teto de gastos no mês de outubro desse ano. A regra limita o aumento de boa parte dos gastos referentes à inflação do ano anterior. Nesse caso, de 2020 e para o ano que vem será para o ano de 2021.  

Por fim, no mês de outubro desse ano o Banco Central acabou elevando a taxa Selic para 7,75 pontos percentuais. Sendo esse o sexto aumento seguido.

Desse modo, no mês de março desse ano quando tivemos a primeira elevação a taxa aumentou para 2,75%. Por essa razão para o ano que vem as projeções indicam novos reajustes.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.