Uso do cartão: Saiba quando comprar no débito ou crédito.

Durante uma compra você já teve dúvida se o pagamento seria no débito ou crédito? Se a resposta foi sim. Leia este artigo, vamos explicar melhor como funciona essas duas opções.
Anúncios


Fonte: Google

Nos dias de hoje, fazer o uso do cartão é bastante comum, seja na função débito ou crédito. Mas, com tanta modernidade, alguns bancos disponibilizam cartões com dupla função.

Mas o que para algumas pessoas parece simples, é confuso para outras, quando  falamos da diferença entre débito e crédito. Porém, tão importante quanto saber que são distintos, é identificar o momento certo da utilização de ambos.

A história dos cartões

O cartão de crédito existe desde a década de 1920, criado com objetivo de facilitar as compras e também reduzir a quantidade de dinheiro em circulação. Mas, estes cartões somente alguns clientes podiam ter e os donos de estabelecimentos julgavam que tinham os melhores, ou seja, os mais confiáveis.

Foi em 1949, em um restaurante em Nova York, estavam Frank MacNamara e outros executivos, e ao pagar a conta percebeu que havia esquecido dinheiro e talão de cheque. Nesse momento Frank teve a ideia da criação de um cartão que constasse o nome do titular e que tempo depois fosse possível pagar a conta.

Em 1952, a novidade se espalhou pelo mundo, e até então era feito de papel cartão. Somente em 1955 passou a ser de plástico. Depois disso outras bandeiras surgiram. Aqui no Brasil a novidade teve ínicio em 1956 com a bandeira Diners, era aceito em um grupo de restaurante. No ano de 1968 o banco Bradesco foi o responsável pela emissão do primeiro cartão de crédito.

Anúncios


Diferença entre as funções

Fonte: Google

Ambos cartões trazem muitos benefícios aos consumidores, desde que esteja sendo utilizado de maneira correta. Funcionamento do cartão de débito: o valor se desconta da conta corrente do usuário. É como se tivesse “passando” o dinheiro para conta do estabelecimento, onde a compra está sendo realizada.

Logo, pagamentos com débito significa que o valor será debitado de forma automática. No cartão de crédito o cliente não tem esse dinheiro disponível. É como se fizesse um “empréstimo” bancário, onde o pagamento é feito através de uma fatura no mês seguinte.

Os cartões de crédito são muito utilizados em compras pela internet, assinaturas de serviços, compras de bens mais caros como TVs, geladeiras e até carros.

Uso do cartão

A utilização de qualquer um desses cartões irá depender de como uma pessoa realiza o planejamento financeiro, o estilo de vida e outros fatores. Usar o cartão de débito é como realizar o  pagamento à vista de determinada compra, é claro que existe diferença de pagar com dinheiro em espécie. Afinal, são concedidos descontos e que muitas vezes não acontece com cartão, devido as taxas das operadoras.

Anúncios


Uso do cartão de crédito para controlar as finanças

Anúncios


Muitos usuários desconhecem, mas o cartão de crédito pode ser um ótimo aliado no controle financeiro.

Uso do cartão para compras menores do dia a dia:

Algumas pessoas fazem o controle de tudo que é gasto de forma detalhada, como por exemplo, o valor pago em um lanche. Mas outras situações dificulta esse processo pela falta da “notinha” e outros motivos.

Nesse caso se recomenda o uso do cartão de crédito em despesas corriqueiras. Como por exemplo, compras semanais, em açougues e sacolão, abastecimento de veículos e gastos na padaria.

Mas este é um controle que se deve realizar rigorosamente. O ideal é estipular valor para cada semana e tomar cuidado para não exceder, dessa forma ficará mais fácil controlar tudo através da fatura do cartão.

Anúncios


Estabelecer limites:

O primeiro passo é determinar um limite dos ganhos mensais para o uso do cartão de crédito, é recomendado algo em torno de 30%. Importante lembrar que esse limite não é o que o banco libera, é um valor estipulado pelo usuário.

Acompanhamento da fatura:

É comum pessoas que se assustam com a fatura a pagar no dia do vencimento, afinal o valor parcial era outro. Isso acontece pela falta de controle, é importante acompanhar os lançamentos no decorrer do mês para não ter surpresas com valor na hora do pagamento.

Além disso, existem dias melhores para as compras, geralmente é 10 dias antes do vencimento da fatura.

Compras parceladas:

Evite as compras parceladas. Se possível  reserve dinheiro para fazer determinada compra à vista, além de desconto, essa prática pode evitar o descontrole financeiro.

Anúncios


Rotativo do cartão:

O pagamento do mínimo da fatura de cartão de crédito é um dos grandes responsáveis pelo endividamento das pessoas. Acreditando que no mês seguinte será mais fácil efetuar o pagamento, os usuários pagam o rotativo, mas esquecem que os juros de cartão de crédito é um dos maiores do Brasil.

Anúncios


Por fim, não podemos negar que os cartões vieram para facilitar a vida das pessoas, porém, em qualquer uma das funções é preciso muita responsabilidade para saber para onde está indo o dinheiro.

Mesmo porque, o uso sem controle e, principalmente do cartão de crédito, pode trazer sérios problemas para as finanças e até  endividamento.

Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, em suas redes sociais e ainda com os seus familiares. Não esqueça de ler outros artigos sobre o assunto aqui no blog.

Anúncios


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *