Solicitar Empréstimo, será este o melhor momento?

Para muitas pessoas, adquirir um empréstimo é a solução de problemas, como por exemplo acabar com certas dívidas. Mas como identificar uma boa oportunidade de crédito?
Anúncios


Por que solicitar um empréstimo
Fonte: Google

Devido à crise que o Brasil passa, causada pela pandemia, muitas famílias têm visto as contas entrar no vermelho e as receitas não são suficientes para arcar com as despesas. Por isso, solicitar o empréstimo, tem sido o mais acessado nos últimos tempos. Além disso, autônomos e microempreendedores, que estão com dificuldades em trabalhar ou manter o negócio funcionando.

Logo, uma das soluções encontradas é fazer aquisição de créditos junto a instituições financeiras para pagar dívidas, comprar matéria prima, ou fazer melhorias no empreendimento. Geralmente o descontrole financeiro é recorrente mês a mês, uma vez que as pessoas realizam compras sem planejamento, e quase sempre gastam mais do que recebem. No entanto, a crise atual é totalmente atípica e o mundo foi pego de surpresa.

Por isso, fazer um empréstimo tem sido a solução de muitos brasileiros para enfrentar este difícil momento. Sendo assim, aquisição de um crédito não deve ser visto pelas pessoas como algo negativo ou que precisa ser evitado.

Afinal, pessoas e empresas estão sujeitas a imprevistos e podem não ter como honrar com seus compromissos, que acaba se tornando dívidas impagáveis. Além disso, o resultado pode ser o nome negativado, o que dificulta ainda mais dar continuidade no trabalho.

Portanto, algumas razões de fazer um empréstimo podem ajudar pessoas físicas e jurídicas a se levantarem, outras podem te manter de pé. Então, você pode recorrer a bancos, cooperativas ou outras instituições financeiras.

Mas que exige certo planejamento devido os juros e pelo fato de estar fazendo uma nova dívida. Confira as dicas.

Solicitar Empréstimo, saiba antes de adquirir o crédito.

Atitudes simples podem evitar que os clientes caiam em ciladas ao solicitar um empréstimo. A primeira dica é “definir objetivo”. Uma vez adquirirá uma dívida e pagando juros. Além disso é preciso fazer uma análise da real situação financeira, uma vez que as pessoas consideram apenas o valor que pode pagar das prestações. No entanto, compromete todo orçamento mensal e fica sem fazer por exemplo uma reserva de emergência, que é extremamente importante.

Quando falamos em empréstimos, nos vem à cabeça os juros, e comparar as taxas faz parte do processo de aquisição de crédito. Portanto, nunca faça “pegue dinheiro” no primeiro banco ou instituição financeira que encontrar no mercado. Além disso pesquise também o CET (Custo Efetivo Total), e o número de parcelas, pois quanto maior o prazo, mais juros irá pagar. Sendo assim, pesquise em pelo menos três lugares diferentes, pois as taxas e custos variam bastante.

Muitas pessoas se iludem que fazendo um empréstimo os problemas financeiros irão desaparecer, pelo fato de quitar as dívidas. No entanto, antes é preciso identificar o que ocasionou o desequilíbrio financeiro, talvez ações simples vão ajudar como, corte de gastos, mudanças em determinados hábitos financeiros e outros. Portanto, se o endividado se conscientizar de como chegou a essa situação, é provável que volte a passar por apertos financeiros.

Mais dicas importantes sobre quando solicitar

Empréstimo o que é preciso para solicitar
Fonte: Google

Agora que ficou claro que é preciso identificar qual o objetivo para se fazer um empréstimo, seja para pagar dívidas pessoais ou melhorar os negócios; é necessário ter o levantamento das despesas mensais. Sendo assim, verifique outras prestações ou compromissos que precisa honrar durante cada mês, para não fazer mais dívidas e virar uma “bola de neve”.

Uma opção que talvez seja mais interessante do que aquisição de crédito, é renegociação das dívidas. Em caso de empresas, pode ser o caso de conversar com fornecedores, explicar a situação e ganhar mais prazo para pagamento por exemplo. Enquanto as pessoas físicas também podem entrar em contato com bancos e verificar se fica mais barato renegociar o débito.

Ter estabilidade no emprego é algo difícil agora, pois as incertezas são grandes e o mercado está muito instável. Logo, por mais que as empresas não queiram, em certos momentos estão sendo obrigadas a fazer demissões para cortar gastos, ou simplesmente por não ter como manter os gastos. Sendo assim, pense bem antes de fazer novas dívidas, uma vez que a certeza do emprego é algo que pelo menos por hora, tem sido difícil para empregadores garantirem.

Solicitar Empréstimo Conclusão

É preciso analisar bem antes de fazer empréstimos ou financiamentos, por envolver outros membros da família; pois dependendo da ação precipitada, as consequências podem ser difíceis de suportar. Então, faça um planejamento antes de adquirir crédito, e lembre se que o empréstimo até pode resolver os seus problemas, mas se não for identificado o motivo que levou a tal situação e fazer mudanças, é possível se endividar novamente.

Gostou do nosso artigo? Então, não deixe de compartilhar em suas redes sociais, com os seus amigos e ainda com os seus familiares. Em seguida, aproveite outros conteúdos para entender melhor sobre finanças, investimentos e conhecer serviços como, por exemplo; cartões de crédito, conta digital e empréstimo, tudo aqui em nosso blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *