Vantagens de ser microempreendedor com o nome restrito!

Quais as vantagens de ser microempreendedor mesmo com restrições no CPF? Fique por dentro!
Anúncios


Vantagens de ser microempreendedor
Fonte: Google

Quando o profissional deixa de pagar as suas contas em dia, como o parcelamento de mensalidades ou parcelas de crediário, consequentemente o seu nome fica restrito, ficando cada vez mais difícil de ter crédito aprovado nos bancos. Entretanto, caso você esteja nesta situação, se tornar MEI pode ser a saída para formalizar a sua microempresa e ganhar uma renda extra, esta é uma das vantagens de ser microempreendedor individual.

Segundo a Lei Complementar de n.º 123 em vigor desde 14 de dezembro de 2006, o nome restrito no CPF não impede a abertura do MEI. Logo, se você se encontra com o nome restrito e não sente orgulho desta situação e também está à procura de uma solução para quitar as suas dívidas, saiba que abrir um CNPJ MEI, pode ser a oportunidade para quitar as suas dívidas e mudar de vida!

Entre as vantagens de ser microempreendedor estão: a tributação simplificada, emissão de notas fiscais, linhas de crédito voltadas para o microempreendedor individual, aposentadoria e direitos trabalhistas entre outras vantagens que só o MEI possui.

Além de todas essas vantagens de ser microempreendedor, você ainda terá facilidades na hora de abrir a sua empresa, caso deseje. Basta fazer uma inscrição no portal do empreendedor, desse modo, o site gera automaticamente um CNPJ e também um certificado MEI, trata-se de um processo bastante simples e sem custos.

Fatores que impedem a abertura do MEI

Apenas a restrição do CPF não impede o profissional de abrir um MEI, muito pelo contrário como já mencionamos, está pode ser a oportunidade perfeita para quitar todas as suas dívidas e ainda ganhar uma renda extra. Mas vamos aos fatores que podem te impedir de abrir um CNPJ MEI.

Verifique se os dados do CPF estão atualizados, pois, podem existir algumas pendências como algum dado que você deixou de preencher, por exemplo. Estas pendências podem ser regularizadas no Banco do Brasil, Correios ou Caixa Econômica.

É importante verificar também se os dados do título de eleitor estão atualizados no sistema. O título não pode estar ligado ao seu CPF, caso esteja, será preciso procurar os órgãos competentes para ser feita a devida regularização. Se você não tem título de eleitor, resta a opção de contribuir com o imposto de renda para abrir um MEI.

Desvantagens do MEI

Assim como todo enquadramento empresarial, o microempreendedor individual tem os seus pontos positivos e também negativos. Nesta categoria, o empresário possui um limite de contribuição para poder solicitar a aposentadoria, tem um limite de faturamento máximo, tempo de obtenção do alvará de funcionamento, se você tiver um estabelecimento físico.

Entre as desvantagens está a contribuição tributária fixa, onde o MEI tem a obrigação de pagar a contribuição, através do guia de arrecadação mesmo que não tenha obtido renda naquele mês ou que não esteja trabalhando com a empresa. Já o limite de aposentadoria, apesar do MEI garantir a mesma pagando a contribuição mês a mês, você só conseguirá solicitar a aposentadoria com o salário mínimo, que este ano está no valor de R$ 1,100.

Existe também o limite de colaboradores, não é necessariamente um problema, pois, grande parte dos microempreendedores não possuem uma equipe. Contudo, se for preciso aumentar a sua equipe de funcionários, será necessário mudar de categoria para microempresa, por exemplo. Já para a emissão de notas fiscais, será necessário ter um alvará de funcionamento da prefeitura da sua cidade, que pode ser solicitada online.

Vantagens de ser microempreendedor

Vantagens de ser microempreendedor
Fonte: Google

Entre as muitas vantagens de ser microempreendedor, nesta categoria de empreendedorismo sendo MEI, o empreendedor tem acesso ao seu CNPJ, aluguel de máquinas de cartão o que pode facilitar muito nas vendas de produtos e serviços, além de passar para o cliente uma segurança ainda maior. O microempreendedor ainda pode contar com condições especiais para linhas de crédito ou empréstimos, e inclusive facilidades ao negociar mercadorias para o seu negócio.

Nesta categoria você será enquadrado no Simples Nacional, onde é obrigatório o pagamento mensal, desse modo, você não será obrigado(a), a contribuir todo ano com o imposto de renda como em outra categoria.

Com esta tributação, o microempreendedor está isento de tributos fiscais obrigatórios como, o PIS, Cofins IPI e CSLL entre outros impostos. Entenda que, mesmo com as desvantagens na categoria se tornar um microempreendedor individual ou MEI trará mais vantagens.

Além disso, a possibilidade de alavancar os custos do seu negócio com a abertura do MEI, ao se tornar um microempreendedor individual, será mais fácil quitar as suas dívidas e beneficiar-se de tudo que a categoria tem para oferecer.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *