VIA! A nova marca da Via Varejo no Brasil

A Via Varejo está de cara nova; VIA! A nova marca da gigante. Saiba mais em nosso artigo! Saiba mais aqui em nosso blog.
Anúncios


VIA Via varejo
Fonte: VIA

Antes de mais nada, a Via Varejo S.A. é uma empresa do setor de consumo e varejo que foi fundada em 2010, a companhia é responsável pela rede de lojas físicas e virtuais das Casas Bahia e PontoFrio, e da fabricante de móveis Bartira. Além disso, também administra o e-commerce Brasil do Extra, Extra.com.br. As três empresas da Via Varejo têm alta incidência nas famílias brasileiras, na classe média. Encontrado na bolsa de valores como VVAR3.

Mas atualmente a empresa anunciou a mudança da marca, que agora se chamará somente Via, tendo como propósito ir além do setor varejista. Assim, as mudanças foram no nome, logo, cores e também no posicionamento que agora reforça a estratégia da companhia em ser a melhor Via de compras. Com um pensamento de inovação para o futuro, a empresa não é a mesma de ontem e não será a de amanhã, as inovações serão constantes. Com as transformações, a empresa comprova todo seu comprometimento e trabalho.

Via Varejo

Os resultados apresentados em março comprovam que a empresa não é mais de varejo, mas uma companhia que agrupou barreiras físicas e digitais, sites e aplicativos, sendo associadas a startups que aceleraram o sistema tecnológico e logístico. Com a pandemia, o e-commerce Brasil é o setor de vendas que mais cresceu nos últimos tempos, então a decisão da empresa de unificar essas barreiras, foi sem dúvidas, uma excelente escolha.

A Via Varejo, que se transformou em Via, anunciou também a compra de 100% da fintech Celer, que começou como plataforma de soluções de pagamentos e hoje disponibiliza pacote de Bank-as-a Service (BaaS) completo. Mas, a Via não citou os valores da compra em seu comunicado.

Então a empresa mudou sua marca para Via, porque relaciona ao que considera o futuro de suas operações. Compreenda mais sobre este assunto nos tópicos seguintes!

As evoluções do E-commerce no país em 2021

Hoje em dia é muito difícil imaginar que uma loja não tenha um e-commerce. Desde 2020 é cada vez mais recorrente o hábito de fazer compras online, desde as mais básicas as mais complicadas. Isso se dá pela pandemia do Covid-19 que, nos mostrou que na maioria das vezes faz mais sentido comprar online e receber no conforto de casa, do que ir até as lojas para efetuar uma compra, como fazíamos antigamente.

Mesmo com o avanço da vacinação e a flexibilização do comércio, quase 100% dos brasileiros afirmam que vão continuar com as compras online após o fim da pandemia. Dessa forma, espera-se que o e-commerce Brasil cresça 26% nesse ano. Assim, o impulso será pelo aumento dos consumidores, fortalecimento das lojas virtuais, consolidação de marketplaces e muita eficiência no setor de logística.

De acordo com pesquisas, as categorias que mais se destacaram no e-commerce em 2020 foram refeições (49%), vestuário (43%), alimentos (42%), eletrônicos (33%) e medicamentos (30%). Nesse sentido, o crescimento do delivery durante a pandemia foi significativo e mostrou um aumento, de 4% para 7%, na participação no e-commerce. O crescimento de autosserviços no varejo foi de 96%.

Tendência de mercado para VIA no ano de 2021

e-commerce VIA a nova marca via-varejo
Fonte: Google

O e-commerce é a melhor maneira de aumentar seu faturamento e esse ano as tendências são as melhores. Podemos começar com o frete, que é um fator influenciador para os brasileiros, as vezes o frete mais barato não é o mais solicitado; as vezes ele quer que a mercadoria chegue mais rápido, então optará pelo frete mais caro. Prova disso é que durante a Black Friday de 2020, quase 50% dos fretes dos Correios foram Sedex, ou seja; os consumidores apreciam a entrega rápida.

Um clube de assinaturas é bem interessante. Em 2019, a ideia movimentou R$1bilhão e em 2020 cresceu 12%. Juntamente com os clubes de assinatura os pagamentos recorrentes também são tendência, não só a cobrança automática no crédito. Nesse modelo, os métodos tradicionais de pagamento como boleto bancário e cartão de débito são extremamente utilizados pelos brasileiros no e-commerce Brasil.

E o mais importante, é ter uma grande variedade de métodos de pagamentos. Por exemplo, as varejistas Casas Bahia, PontoFrio, Extra e muitas outras lojas já aceitam, além dos cartões de crédito e débito e boleto, o PIX como forma de pagamento. A função estreou nos bancos em novembro de 2020 e com a popularização no e-commerce, aumenta a chance de adesão das carteiras digitais no comércio virtual.

Programação da VIA

A Via Varejo, que agora é só Via, comunicou que Lake Niassa Empreendimentos e Participações comprou 100% das cotas da Celer Processamento Comércio e Serviço. O pacote de BaaS permite que outras fintechs proporcionem uma conta digital integrada a serviços de pagamentos a seus clientes, com alternativas de cash-in e out, processamento de cartões, e gestão de cobrança e transferências, incluindo o PIX.

A Celer conta com, em média, 200 fintechs integradas que fornecem para seus clientes soluções próprias e para adquirirem conta digital a quase 25 mil comércios cadastrados. Segundo o comunicado da Via, a integração da Celer ampliará os serviços financeiros dispostos aos vendedores do e-commerce Brasil; como gateway para vendas online e físicas, conta digital banQi ampliada com integração ao PIX.

Além disso, ainda tem uma gestão integral da agenda financeira e a integralização de todos os canais de venda, com a mesma experiência em todos. Desse modo, o que facilita muito a conversação entre o vendedor do e-commerce e as lojas físicas. A realização da operação depende do cumprimento de algumas condições que estão previstas em documentos definitivos.

Conclusão

A Via Varejo, que passou a ser ‘Via – Imagine Caminhos’, dona da rede de lojas Casas Bahia e PontoFrio, apresentou ao mercado a nova marca e assinatura com mudança de logo, cores e tipografia. Além disso, recentemente a empresa também anunciou a transformação no design das lojas PontoFrio, que passou a ser somente Ponto.

Nos últimos anos, a companhia se juntou as startups que aceleraram o sistema tecnológico e logístico. Inclusive as marcas que agora atuam com e-commerce no Brasil, como Casas Bahia e PontoFrio foram rejuvenescidas. Em pouco tempo, os acionistas receberam bons resultados e essa é a Via que está sendo construída, a que transmite confiança e transparência com uma inovação contínua e inclusão.

Por fim, a empresa fez todas essas mudanças para ir além do varejo e ser reconhecida como a melhor via de compras para a população. Essa transformação foi feita pela consultoria Croma que trouxe a nova construção da marca e seu posicionamento. Assim na logo, às cores violeta, verde claro e cinza substituem o verde escuro e amarelo, as novas cores simbolizam seriedade, crescimento e renovação tecnológica.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *