Banco corporativo e de investimentos no Brasil

Ex-chefe do Banco corporativo e de Investimentos do Itaú, é o novo contratado do Banco americano Morgan Stanley. Fique por dentro!
Anúncios


Banco corporativo e de investimentos
Fonte: Morgan Stanley

Recentemente, o Banco corporativo e de investimentos Itaú elaborou o dia do investidor e trouxe consigo, mensagens para o futuro do mercado financeiro. Tendo em vista o cenário de mudança para o setor. As mensagens foram muito bem recebidas, principalmente porque a instituição busca passar uma imagem de crescimento e inovação, assim como a Morgan Stanley que chegou ao recentemente ao país em busca de novos clientes.  

Contudo, os economistas que participaram do dia do investidor apresentaram várias visões diferentes sobre o que esperar das iniciativas da maior instituição financeira privada do país atualmente. Logo, o Bradesco BBI comentou sobre o evento dizendo que houve duas mensagens principais passadas pelos gestores.

O Banco corporativo e de investimentos, deverá acelerar o crescimento para poder competir de igual para igual com as fintechs, que vem ganhando cada vez mais clientes à medida que se desenvolve. E a segunda mensagem passada no evento foi de que a instituição está inserindo uma mentalidade digital tanto para os seus funcionários como para os seus clientes, mas ainda com ramificações físicas.

E também o Banco corporativo e de investimentos, enxerga assimetrias regulatórias que favorecem as fintechs, como por exemplo o fato de que as fintechs, são bancos digitais menores e que reforçam o compromisso com agilidade e eficiência. Portanto, o que facilita a conquista de mais clientes. Leia mais abaixo!

Principais fintechs brasileiras

Com o passar dos anos, as fintechs brasileiras vem se desenvolvendo e apresentando um crescimento no setor de finanças do país e também fora do Brasil. Tendo em vista à grande quantidade de demanda pelos serviços financeiros com uma maior praticidade. Desse modo, essas empresas têm criado produtos e serviços inovadores.

Que vem desafiando as instituições financeiras mais antigas, que ainda seguem o antigo modelo de negócio. À vista disso, muitos clientes tem migrado para os bancos digitais. Pois, as fintechs ajudam na educação financeira de seus clientes e também seguem aprimorando os seus sistemas de pagamento de contas simples até os investimentos na bolsa.

Atualmente, os bancos digitais brasileiros com maior evidência no mercado são; o nosso roxinho mais querido do Brasil, o Nubank que é o pioneiro neste segmento de serviços financeiros desde o ano de 2013; o PicPay, que funciona como um App de pagamento, no qual os seus usuários podem receber ou fazer qualquer tipo de pagamento utilizando o seu saldo; estas dentre outras fintechs vem ganhando cada vez mais espaço no país.

Banco corporativo e de investimentos

O Morgan Stanley, que é uma companhia global de serviços financeiros sediada em N.Y. operante em 42 países, atualmente possui mais de 1300 escritórios. No ano de 2009, a empresa se juntou ao Citigroup, formando a empresa no maior Banco Corporativo e de Investimentos do mundo com cerca de 18.000 corretores de valores.

Observando, o atual momento favorável para a economia e também no consequente impacto relacionado ao mercado de capitais, o Morgan Stanley convidou um reforço de peso para estreitar ainda mais o relacionamento com empresas do Brasil, Alberto Fernandes que é o ex-chefe executivo do Banco corporativo e de investimentos do Itaú BBA.

Sendo assim, Fernandes foi contratado pela Morgan Stanley como consultor sênior, a nova missão do executivo é de refazer a imagem da instituição no Brasil, com o objetivo de buscar clientes para as operações de renda variável; emissões de dívida; aquisições e fusões. Além de reforçar, a estratégia de expansão da Morgan Stanley no país.

Itaú BBA

Banco corporativo e de investimentos
Fonte; Google

Após a saída de Fernandez, a instituição nomeou como diretor executivo Cristiano Guimarães. Que era chefe do banco de investimentos para o Brasil e também diretor comercial do Itaú. Sendo assim, quem assumirá em seu lugar, será João Marcos de Biase. Guimarães é funcionário da empresa desde o ano de 2008.

Com esta nomeação, o banco busca trazer mais inovações para os seus clientes, pois o foco atual deve ser na expansão da instituição. Tendo em vista a concorrência, a ideia de investir em bons produtos e serviços poderá favorecer a busca por novos clientes, segundo alguns analistas a crise financeira a busca por novos clientes tem sido difícil.

Contudo, os administradores do Itaú acreditam que conforme as concorrentes ganhem relevância sistêmica, podem ser mais regulamentados, como por exemplo os grandes players e dessa forma a competição se torne mais justa em um futuro próximo, para todas as instituições financeiras mais antigas. Pois, as Fintechs não são regulamentadas como as instituições mais antigas, por vários fatores, um desses fatores é o de não possuírem agencias físicas. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *