Como comprar e vender ações na bolsa de valores

Torne-se um investir, aprenda em passos simples como efetuar operações financeiras na Bolsa de Valores.
Anúncios


Fonte: Google

Hoje vamos falar sobre como comprar e vende ações, se você quer saber mais fique com a gente até o fim e entenda mais sobre esse mundo das ações!

Antes de tudo, felizmente estamos cada dia mais interessados em melhorar nossa vida financeira. Afinal, sempre tivemos a vontade de melhorar financeiramente, porém não tínhamos a atitude para mudar, e o desejo de mudança ficava somente na vontade.

Entretanto, na atualidade as pessoas estão buscando colocar em prática, tudo o que é necessário para atingir os seus objetivos e com isso várias pessoas estão conseguindo chegar a patamares nunca vistos antes. 

Dessa forma, com este interesse em melhorar, as pessoas estão buscando mais conhecimento em todos os lugares possíveis, e a maior prova disto, é você mesmo, que está aqui buscando por mais conhecimento financeiro. E por este motivo, vamos explicar para você o passo a passo de como comprar e vender ações.

O que são ações?

Por mais que não seja algo que esteja em seu dia a dia, entender o que é uma ação, não é algo tão difícil, vamos explicar a você de uma maneira bem simples, para que você entenda da melhor forma possível.

Vamos lá, imagine uma empresa, por exemplo, uma empresa de cosmético, suponhamos que esta empresa comprou um prédio e o separou em 100 apartamentos, e colocou cada um destes apartamentos a venda, no entanto quem os comprar, não poderão utilizá-los, pois a empresa irá continuar trabalhando nos apartamento que foram vendidos.

Então, imagine que você comprou um desses apartamentos, e a empresa está trabalhando nele, se a empresa se valoriza, os apartamentos se valorizam, e você pode vender o seu mais caro e ficar com uma certa margem de lucro, ou se você resolve continuar com o apartamento a empresa quando começar a lucrar, ela te repassará uma certa porcentagem do lucro obtido.

Comprar ações de forma mais profissional

Agora, de uma forma mais profissional, quando adquirimos uma ação, estamos na verdade comprando uma certa parcela da empresa escolhida, sendo assim, nós nos tornamos sócios desta empresa, e obviamente se nos tornamos sócios desta empresa, passaremos a ter alguns benefícios, tais como a participação sobre o lucro dela.

Enfim, basicamente quando compramos certa porcentagem de uma empresa, seja ela qual for, se esta empresa se valoriza, a porcentagem que compramos, também valoriza, e quando a empresa começa a distribuir lucros para seus sócios, nós estaremos incluídos nisto.

Mas quais são as formas de comprar ações? Confira a seguir.

Fonte: Google

Comprar e vender ações: Fundos de investimentos

Em primeiro lugar, fundos de investimentos como o próprio nome sugere, se refere a compra de cotas de uma carteira de investimentos, que foi montada por um gestor.

Este mesmo gestor é o responsável por comprar e vender os ativos do jeito que ele considerar mais eficiente e lucrativo, desde que esteja de acordo com todas as politicas dos fundos de investimentos preestabelecidas.

A principal vantagem em se investir em fundos de investimento é que se você dispor de um pequeno capital (menos de 10 mil reais, por exemplo), você obterá um lucro maior visto que os custos de corretagem serão diluídos entre todos os participantes.

Já a desvantagem é que você não pode escolher os ativos que deseja comprar, pois os mesmos são escolhidos pelo gestor da carteira. No entanto, esta pode ser considerada uma desvantagem em partes, uma vez que o gestor é uma profissional devidamente capacitado para este fim e que possui mais experiência no mercado que você, portanto, certamente ele tomará as decisões mais assertivas.

Clube de investimentos

O Clube de investimentos pode ser definido como sendo um grupo de pessoas físicas que se reúnem para realizar investimentos. Assim como no fundo de investimentos, a vantagem de se reunir em grupos está em dividir os gastos de corretagem entre todos os investidores envolvidos.

Estes clubes podem ser formados por amigos, familiares ou até mesmo conhecidos, pois o objetivo principal está em achar a melhor opção para lucrar e dividir os gastos para a obtenção destes lucros.

Normalmente os clubes de investimentos possuem entre 3 e 50 membros, dessa forma suas atividades são basicamente 67% feita por ações, bônus de subscrição, debêntures conversíveis em ações de emissão de empresas abertas, comprovante de subscrição, cotas de fundos de índices de ações negociados em mercado organizado e comprovante de deposito em ação.

A vantagem desta modalidade, como já mencionado anteriormente está em dividir os gastos com corretagens, e isto é importante especialmente para quem dispõe de um pequeno capital.  

Assim como nos fundos de investimento uma possível desvantagem do clube de investidores é que a escolha dos ativos podem não ser feita por você, visto que quem a realiza é uma única pessoa que é eleita entre todos os membros do clube.

Fonte: Google

ETFs (Exchange Traded Funds)

Os ETFs, são basicamente fundos espelhados, em índices e suas cotas. Desse modo, estas cotas são negociadas em um local que possui a mesma estrutura que as ações.

Em outras palavras, quando você adquiri um ETF, basicamente esta comprando um pacote de várias ações de uma só vez, o que faz com que facilite a diversificação, deste modo compramos apenas um pacote, ao invés de sair comprado ações de diferentes tipos.

Sendo assim, a vantagem é que este tipo de investimento possui um custo consideravelmente baixo em seu operacional e uma excelente diversificação, e é possivelmente mais rentável que a grande parte dos fundos que seguem o índice BOVESPA.

Quanto a desvantagem, pode-se dizer que ele não vale muito a pena para quem tem um baixo capital, visto que existe um custo de custódia que é cobrado mensalmente. Além disso também não é possível escolher os ativos que se deseja.

Montar carteira de ações

Muitas pessoas pensam que é fácil montar uma carteira de ações que seja rentável, no entanto, tal tarefa não é tão simples assim.  Diversas pessoas que montaram carteira de ações por conta própria, acabaram não tendo resultados tão satisfatórios assim.

Diante disso, aconselhamos você a tomar um certo cuidado ao resolver montar uma carteira de ações, ainda mais se for selecionar os ativos por conta própria, e caso o seu capital seja pequeno, o cuidado deve ser redobrado, visto que existem custos de operação que podem influenciar em seus rendimentos.

Para deixar claro, quando você monta uma carteira, você terá custos de corretagem na compra de cada ação, além do custo de custódia mensal. Sendo assim, se o seu capital for pequeno, estes custos podem acabar sendo muitos significativos para você.

No entanto, você terá total liberdade para escolher as empresas que deseja comprar as ações. E se você não tiver conhecimento sobre o mercado financeiro, esta poderá ser também uma desvantagem.

Fonte: Google

Comprar ações (Você precisa escolher uma instituição financeira)

Antes de tudo, Para investir em ações, é preciso da ajuda de bancos e/ou corretoras que irão fazer as transações de valores, entre você e os investimentos.

Afinal, os bancos tradicionais, você sabe como é, o foco deles é ganhar dinheiro, seja emprestando dinheiro ou enchendo você de taxas.

E quando o assunto é investimentos, eles podem acabar querendo tirar um casquinha de você, geralmente eles acabam colocando taxas em todos os lugares, ou influenciando para que você invista no próprio banco e não em outros lugares, isto logicamente, porque eles querem seu dinheiro.

Trabalho das corretoras

As corretoras por sua vez, trabalham de uma forma bem diferente, pois o seu foco não é emprestar dinheiro, o que elas querem e oferecer a você produtos de terceiros, tais como CDBs e LCIs.

Mas neste caso como a corretora ganha, você deve estar se perguntando? O ganho da corretora está em disponibilizar a você estes serviços, pois eles ganham uma comissão quando vendem os títulos para você. Existem também algumas corretoras que cobram algumas taxas.

Se você for iniciante, o mais recomendável é abrir uma conta no Banco Inter, que é um dos melhores bancos digitais atualmente do Brasil, visto que este banco além de oferecer a você os serviços de uma conta corrente totalmente grátis, ele disponibilizará também uma plataforma exclusiva, na qual você poderá investir em diversas modalidades, tudo isto sem taxas extras.

Próximo passo é enviar dinheiro para a instituição financeira

O processo para enviar dinheiro a instituição financeira, seja para o banco Inter, ou para outra corretora, é bastante simples.

Você pode fazer um simples TED ou DOC, do seu banco para a instituição escolhida. Todavia tenha cuidado na hora em que for fazer a transferência para corretoras, a conta do banco deve estar em seu nome, visto que a corretora reconhece os pagamentos através da confirmação por seu CPF.

É possível evitar custos, usando uma conta digital através da qual é possível fazer o TED sem a cobrança de nenhuma taxa.

Não se preocupe com a segurança das corretoras, porque a grande maioria delas são muito seguras, e sem falar que se a corretora quebrar, o dinheiro que foi investido, não estará perdido, pois você poderá acessar as suas ações através de outras plataformas.

Cuidados 

Por fim, se você está iniciando suas atividades no mercado financeiro, evite sair comprando qualquer ação de cara, estude bastante primeiro, e tenha em mente que neste mercado é possível tanto ganhar quanto perder dinheiro, portanto não coloque todo o seu capital nestes investimentos, use somente um valor que não vai fazer falta a você.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *