Investimentos em época de crise: conheça o fundo de ouro. 

Fundo de ouro é considerado por especialistas um dos melhores investimentos em época de crise. Entenda!

Investimentos em época de crise
Fonte: Google

Sabemos como os investimentos em época de crise pode se tonar algo imprevisível, o ouro, por exemplo é considerado uma commodity relevante no mercado financeiro. Assim como, toda matéria-prima o ouro torna-se um tipo de investimento. Sendo o ativo mais interessante, principalmente, em períodos de crise no mercado financeiro. Pois, muitos investidores desejam diversificar e proteger as suas carteiras digitais! 

Segundo alguns desses investidores o ativo não deverá sofrer com as recentes quedas bruscas de valores. No entanto, existem detalhes sobre o fundo de ouro que você precisa saber para poder investir corretamente. Então, nesse artigo você vai saber mais sobre esse tipo de investimento. Vamos lá? 

Nesse sentido, sabemos que os investimentos em época de crise podem ser bem preocupantes, o fundo de ouro é um tipo de fundo de investimento. Uma carteira composta por vários ativos que podem ser de uma ou de várias categorias. Porém, essas categorias investem majoritariamente em ouro. 

Além de entender como os investimentos em época de crise funcionam normalmente, é importante saber como o fundo de ouro funciona do mesmo modo que outros fundos de investimento. Ou seja, eles costumam surgir a partir da captação de recursos para gerar um patrimônio e, então, compor uma carteira de ativos. O fundo é administrado por um gestor que fica responsável por decisões relacionadas a compra dessa commodity! 

Quando investir e fundo de ouro? 

Segundo o diretor da Ourominas, Mauriciano Cavalcante a aplicação em ouro geralmente ocorre em um viés de alta em meio as crises na economia. Sendo assim, o investimento nesse ativo pode trazer rentabilidade e servirá como um porto para muitos investidores. Entretanto, segundo Cavalcante independentemente do contexto o ativo em questão é um recurso escasso, isso quer dizer que, ele não perde o valor justamente por isso.  

Apesar disso, o ouro pode sofrer com alterações mesmo que pequenas, portanto, em épocas como essa as movimentações nas bolsas tendem a apresentar queda de ações. Tanto de empresas do exterior como brasileiras, além disso, o acionista que investe nessa commodity. Pode contar com 3 tipos de estratégia de alocação. 

No fundo de ouro em real, trata-se de um fundo de aplicação voltado para as commoditys no valor da moeda brasileira. Logo, essa categoria de não sofre com as demais variações de câmbio que geralmente ocorrem em transações realizadas na bolsa de valores. Na prática, se trata da valorização ou desvalorização desse ativo e do contrato futuro do real! 

Fundo de ouro em real + CDI e fundo de ouro + dólar 

Esse tipo de categoria alcança os melhores resultados que o fundo de ouro em real. Logo pode ser usado como uma estratégia de investimento na commodity no preço da moeda brasileira mais a rentabilidade do Certificado de Depósito Interbancário – CDI, sempre com o foco no longo prazo. 

Assim sendo, o fundo de ouro mais o dólar é usado por investidores que acompanham a variação da moeda americana. Desse modo, não deve existir uma estabilidade do patrimônio por conta dessas oscilações do dólar. Ou seja, é importante que o acionista esteja por dentro do desempenho desse fundo, embora esse tipo de investimento não apresente tantos riscos! 

Geralmente, os investimentos realizados nesse fundo ocorrem na B3 através da compra dos recursos físicos em algumas distribuidoras de DTVMs. Caso o acionista não queira levar o metal, será possível deixar o metal custodiado em alguma transportadora de valores ou na bolsa de valores. Contudo, investir na B3 não é tão simples como parece, para que o investimento aconteça compras em lote devem ser realizadas. 

Investimentos em época de crise 

Investimentos em época de crise
Fonte: Google

Sabemos como os investimentos em época de crise podem ser bem preocupantes, o fundo de ouro é um tipo de fundo de investimento. Uma carteira digital composta por vários ativos que podem ser de uma ou de várias categorias como você pôde perceber nesse artigo! 

Além disso, para poder fazer o investimento é necessário procurar uma gestora de fundos de investimentos segura. Mas se você preferir, será possível investir por meio de uma corretora de valores. Vale lembrar que, é relevante entender e pesquisar sobre vários tipos de ativos, afinal, tanto o investimento de médio e longo prazo pode ser lucrativo. Porém, é necessário saber em qual ativo investir para obter lucro. 

Assim como mencionei nesse artigo, o ouro pode sofrer com alterações mesmo que pequenas, portanto, em épocas como essa as movimentações nas bolsas tendem a apresentar queda de ações. Tanto para companhias do exterior como as empresas brasileiras, além disso, o acionista que investe nessa commodity. Por fim, o investimento nesse ativo pode trazer rentabilidade e servirá como um porto para muitos investidores, porém, antes de tudo será necessário estudar o ativo e o mercado! 

Gostou desse artigo? Compartilhe com os seus amigos, depois volte e acompanhe as novidades do nosso blog sobre o mundo das finanças. Esperamos por você! Memivi.