Entenda o interesse de Andreessen Horowitz no empreendedorismo da América Latina. 

Gestora do Vale do Silício lidera investimento no empreendedorismo da América Latina. Confira!

empreendedorismo da América Latina
Fonte: Andreessen Horowitz

Criar uma startup que seja atrativa para investidores globais não é tão fácil assim, atualmente, no Brasil existem cerca de 35 mil startups, segundo um estudo de analistas do setor. Visando o crescimento no empreendedorismo da América Latina, a Andressem Horowitz uma das gestoras mais importantes do Vale do Silício. Resolveu investir cerca de US$ 11,5 milhões na companhia de educação, serviços e investimentos – Latitud. 

A empresa foi criada pelo empresário Brian Requarth em parceria com os executivos Yuri Danilchenko e Gina Gotthilf em meados de 2020. Os sócios possuem uma vasta experiência no universo dos negócios de tecnologia, Requarth, por exemplo desenvolveu o VivaReal. Trata-se de um portal de imóveis que se uniu ao Grupo Zap, após ter sido vendido para a OLX Brasileira a transação custou cerca de R$ 2,9 bilhões.  

Segundo alguns analistas do setor, o empreendedorismo da América Latina vem crescendo bastante apesar da crise mundial. Assim como os seus sócios, Gina chegou a liderar expansões de empresas americanas importantes como a plataforma de conteúdo Tumblr.

Já Danilchenko foi o diretor de tecnologia da startup de aquisição de clientes, a Escale que chegou a captar cerca de US$ 50 milhões com os seus acionistas! 

Nesse contexto, Gina, Requarth e Danilchenko compartilham da percepção de que o empreendedorismo da América Latina tem as suas dores.

Apesar de ter chamado atenção de investidores importantes, esses empreendedores sabem que o caminho é longo! Porém, com o feedback positivo os executivos latino-americanos seguem com o seu planejamento de expansão. 

Saiba mais a seguir. 

Incentivo ao empreendedorismo no Brasil 

O setor de startups vem ganhando cada vez mais espaço no país, segundo o estudo dos analistas desse setor aproximadamente 357 startups que existem hoje no país pertencem ao setor do varejo. Nesse sentido, Minas Gerais ficou com o segundo lugar no quesito investimentos em startups segundo o estudo dos analistas. O primeiro lugar ficou com o estado de São Paulo que possui cerca de 20 empreendimentos nesse segmento! 

Assim sendo, o mercado varejista possui uma grande vantagem nesse segmento o que contribui para o surgimento de novas startups no país em tão pouco tempo. Ainda segundo o levantamento dos analistas, o incentivo ao empreendedorismo cria oportunidades para que o setor siga crescendo ainda mais! 

Vale ressaltar que, as startups brasileiras encerraram o primeiro semestre de 2021 com um resultado positivo. O que pode atrair investidores, segundos dados do estudo realizado pela Inside Venture Capital em 2020 as startups brasileiras receberam cerca de 40% em investimentos estrangeiros.  

Nesse sentido, no mês de janeiro até meados de junho do ano passado os investidores investiram em startups brasileiras cerca de US$ 5,2 bilhões. Nessa lista, os segmentos que se destacam são as startups do mercado imobiliário.  

Comunidade de empreendedorismo 

Recentemente, a Latitud inaugurou uma comunidade de empreendedorismo com o objetivo de reunir empreendedores que precisam de ajuda com os seus negócios. Essa comunidade teve um feedback positivo expandindo a atuação da Latitud, em benefício do empreendedorismo da América Latina.  

Nesse contexto, a companhia possui programa de capacitação, além de incentivar a criação de novos negócios. Cerca de 800 fundadores fazem parte dos dois primeiros programas de capacitação criado pela Latitud. Vale ressaltar que, a receita levantada por essas empresas atingiu US$ 250 milhões. 

Ainda nesse sentido, a avaliação do segmento acumulada é de aproximadamente US$ 1,5 bilhão. Já no programa anjos, a empresa possui cerca de 50 empreendedores participantes o principal objetivo desse programa é criar plataformas para as startups divulgarem os seus projetos e soluções. Atualmente, a Latitud possui o seu próprio fundo de investimento para ajudar essas startups que estão no estágio inicial! 

Empreendedorismo da América Latina 

empreendedorismo da América Latina
Fonte: Google

O empreendedorismo da América Latina vem crescendo com incentivo desses investidores, assim como mencionei antes, a Andressem Horowitz que é uma das gestoras mais importantes do Vale do Silício. Resolveu investir cerca de US$ 11,5 milhões na companhia de educação, serviços e investimentos – Latitud. 

Hoje, no país existem cerca de 35 mil startups, segundo um estudo de analistas do setor. O setor que lidera o movimento das startups no país é o setor varejista possui uma grande vantagem nesse segmento o que contribui para o surgimento de novas startups no país em tão pouco tempo. 

Por fim, segundo o estudo dos analistas esses programas de treinamento são considerados pelos investidores uma excelente fonte para novos aportes.

Ao todo, cerca de 75% das startups que participam do programa nasceram dos fellowships. Os investimentos costumam ser altos, em troca de 2% de participação, desse modo, as startups contribuem com novos projetos e continuam expandindo os seus negócios! 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.