Empresas da internet interessadas no mundo do NFT! 

Cresce o número de empresas da internet interessadas no mundo do NFT. Fique por dentro!

Empresas da internet interessadas
Fonte: Facebook

Sabemos como as NFTs vem ganhando espaço e atraindo cada vez mais olhares à medida que o segmento se desenvolve. Por isso, algumas empresas da internet interessadas no mundo das NFTs. Nesse sentido, os tokens não fungíveis, é uma representação digital de um ativo que é vendido no meio digital. Sendo assim, quando são vendidos esses ativos ficam armazenados nas blockchains!

Vale ressaltar que, as blockchains nasceram com o BTC no fim de 2008 desde então essa tecnologia continua sendo um dos pilares da bitcoin. Atualmente, a tecnologia da blockchain abriu caminhos para vários tipos de transações. Assim como, armazenamento de dados, moedas digitais entre outras opções.  

Nesse contexto, as empresas da internet interessadas no mundo das NFTs possuem planos para que os seus usuários possam fazer as suas negociações. Sendo assim, a Metaverso – dona dos aplicativos Facebook e Instagram devem apresentar essa função. Desse modo, os usuários desses apps poderão ter as suas próprias NFTs nas suas mídias sociais. Mas isso, eu vou te explicar com detalhes ao longo do artigo! 

Assim como, a Metaverso existem mais empresas da internet interessadas no universo dos tokens não fungíveis. Visto que, as NFTs vem ganhando cada vez mais espaço no mundo on-line. Por isso, as outras empresas como Coinbase, GameStop e Twitter seguem de olho na sigla que abriu espaço para que os novos formatos de ativos sejam criados. O que acaba atraindo mais e mais investidores.  leia mais ao longo do artigo.  

Tendência no país 

À medida que as NFTs vão ganhando espaço no mundo, aqui no país as negociações com os tokens começam a se intensificar. Nesse sentido, os investidores enxergam nos tokens não fungíveis uma certa maturidade diante dos novos tipos de negociações que existem. Sendo assim, o Senado deverá discutir um projeto que deverá regular o serviço dos ativos virtuais.  

Portanto, assim que a Câmara Federal aprovar no mês de dezembro, as prestadoras de serviços que costumam trabalhar com as moedas digitais. Por exemplo, as corretoras estarão aptas para trabalhar com as NFTs. Vale ressaltar que, segundo o Código Civil Brasileiro bens fungíveis são produtos que podem ser substituídos por outros da mesma espécie.

Ou seja, produtos iguais em quantidade e qualidade.  Logo, um token não fungível representa um produto ou item que possui exclusividade e que também pode ser digital.

Assim como, uma arte gráfica elaborada no computador ou até mesmo física. Por exemplo, um quadro entre outras artes que costumam atrair colecionadores. Desse mesmo modo, além dessas obras a NFTs podem ser representadas por itens de jogos, músicas e muitas outras coisas.

Afinal, um token não fungível quer dizer certificado digital de propriedade, ou seja, qualquer pessoa pode ver e confirmar a autenticidade. Contudo, essa propriedade ou produto não pode ser alterado! 

Procedimento de compra das NFTs 

O procedimento para adquirir um token é bem simples, será necessário que a pessoa interessada faça um cadastro em uma das plataformas de vendas das NFTs. Sendo assim, no passo seguinte é preciso ter fundos suficientes, ou seja, é preciso ter moedas digitais para comprar os tokens. No entanto, as marketplaces possuem maneiras diferentes de aceitação dos ativos. 

Nesse sentido, algumas marketplaces aceitam a moeda digital Ethereum, sendo assim, para comprar uma NFT será necessário ter fundos baseados na criptomoeda Ethereum. Assim como, existem marketplaces que não aceitam essa moeda, mas podem aceitar outras como o Bitcoin, por exemplo! Então, antes de investir em um token não fungível você deverá fazer uma pesquisa sobre o marketplace.  

Vale ressaltar ainda que, ao acessar a plataforma deverá pedir que o usuário conecte a sua carteira digital. Isso quer dizer que, antes de tudo isso você precisa criar uma carteira digital que possa suportar a rede de criptomoedas que a plataforma trabalha. Desse modo, a sua carteira digital deverá conter fundos obrigatórios para a compra dos tokens. Entre as marketplaces quem vem tomando conta do mercado de vendas das NFTs nos dias atuais é a OpenSea – que levantou no mês de janeiro cerca de US$ 300 milhões. 

Empresas da internet interessadas no mundo dos NFTs 

Empresas da internet interessadas
Fonte: Google

Com o crescimento dos tokens não fungíveis, a cada dia surgem mais empresas da internet interessadas no mundo dos NFTs. Nesse cenário, a Meta dona dos aplicativos Instagram e Facebook demonstrou o interesse pelos tokens não fungíveis. Sendo assim, a empresa informou ter planos para permitir que os usuários dos aplicativos possam exibir os seus NFTs. 

Ainda nesse sentido, a Meta ainda possui planos de elaborar a sua própria marketplace de vendas para os tokens não fungíveis. Desse modo, os usuários podem comprar e vender os seus tokens. Ainda segundo a Meta esses ativos digitais, serão imagens e artes que não podem ser replicados! 

Assim como, mencionei antes como a Metaverso existem outras empresas da internet interessadas no universo dos tokens não fungíveis. Visto que, as NFTs vem ganhando cada vez mais espaço no mundo on-line. Por isso, as outras empresas como Coinbase, GameStop e Twitter seguem de olho na sigla que abriu espaço para que os novos formatos de ativos sejam criados. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.