Investimento Mínimo.Qual o valor? E como fazer?

Quer investir, porém, tem a impressão de que precisaria de milhões? Não se preocupe, entenda aqui como investir com baixos valores.
Anúncios


Fonte: Google

Antes de tudo, quantas vezes você já tentou investir na bolsa e ficou sem saber o que fazer? Então, se sim, vê se você concorda comigo: começar a investir requer estudos e diciplina. Dessa forma, hoje falaremos em nosso post sobre qual o investimento mínimo para começar à entrar nesse mundo. Por fim, Fique com a gente até o final e saiba mais!

Ideia contrária sobre investimento mínimo

A maioria de nós, brasileiros, acreditamos que as operações de investimento financeiro requerem uma grande quantidade de dinheiro e que por isso se restringem apenas milionários. Esta é sem sombra de dúvidas, uma ideia totalmente errônea, visto que qualquer pessoa, não importa a sua condição financeira, pode investir.

E a confirmação disso está nas mais diversas plataformas de investimentos que vem surgindo dia a dia, com o intuito de popularizar os investimentos. Que antigamente eram restritos aos clientes de alta renda dos bancos. Aliás, atualmente os bancos são as instituições que menos tem oferecido opções de investimentos e aplicações a seus clientes.

O que é um investimento mínimo?

Em primeiro lugar, um investimento mínimo é a menor quantidade de ações que um investidor pode comprar ao investir em um título, fundo ou oportunidade específica. Ou seja, isso significa que um investidor não pode investir ou comprar o valor que desejar. Eles precisam investir ou comprar o valor mínimo necessário ou mais.

Em outros mercados, um investimento mínimo pode ser definido por um corretor ou simplesmente pelo preço de compra do título (multiplicado pela quantidade em que o título pode ser comprado ou vendido).

Fonte: Google

Mas por onde começar?

O importante aqui é você ter em mente que toda operação de investimento, oferece riscos, desse modo algumas oferecem mais e outras menos. Sendo assim, você deve investir somente o dinheiro que você tem e que não irá comprometer seu orçamento. Em algumas operações é possível começar a investir com apenas R$ 30,00.

Para você começar a investir, você deve separar o dinheiro que lhe “sobra” e em seguida, escolher uma plataforma de investimento que mais lhe agradar, tais como a XP Investimentos, Clear, Nova Futura, Rico, Modalmais, dentre outras disponíveis no mercado.

Então, ao realizar o cadastro em qualquer uma dessas, você será submetido a um pequeno questionamento que tem por objetivo descobrir qual é o seu perfil de investidor. Desse modo, as pessoas são levadas a ter 3 tipos diferentes de perfil, são eles:

  • conservador;
  • moderado
  • e arrojado.

Logo, o seu enquadramento em um destes perfis e de grande importância para a plataforma de investimento, visto que a partir de seu perfil, serão selecionada as melhores opções de investimento a você.

Por fim, separamos para você as melhores opções de baixo investimento atualmente no mercado, bem como o valor mínimo a ser investido em cada uma delas.

Tesouro Direto

Então, este é um programa do tesouro nacional elaborado, em parceria com a B3, com o intuito de oferecer títulos públicos do governo federal para pessoas físicas, de modo virtual.

Fonte: Tesouro Nacional

A princípio, o valor mínimo para adquirir uma parte de um título público por meio do governo, no caso, o tesouro direto, é aproximado de R$ 30,00. As vantagens deste tipo de investimento é que ele é 100% garantido; ou seja, não existe risco de perdas, ou melhor dizendo, há um baixíssimo risco. Enfim, Atualmente ele vem sendo mais vantajoso que a poupança.

Certificado de Depósito Bancário (CDB)

Dessa forma, os Certificados de Depósito Bancários (CDB´s) que possuem emição pelos bancos, podem se adquirir, de maneira geral por, no mínimo, R$ 100,00. Além disso, nesse modo de investimento é você quem “empresta” dinheiro ao banco, que irá lucrar com ele e devolver a você o capital aumentado de uma certa porcentagem dos lucros obtidos.

Letra de Crédito Imobiliário e Letra de Crédito do Agronegócio (LCI e LCA)

Nesta opção de investimento, o valor mínimo a se investir é em média de R$ 1.000,00. O LCI e LCA consiste em você emprestar dinheiro ao banco que irá repassá-lo para as pessoas que desejam adquirir imóveis ou então para agricultores, que o utilizará para plantar. Ao final de um determinado período preestabelecido você resgata o que investiu, acrescido de juros.

Fonte: Google

Certificado de Recebíveis Imobiliários e Certificado de Recebíveis Agrícolas (CRI e CRA)

Estes investimentos são semelhantes aos mencionados acima, a diferença é que não são emitidos pelos bancos mas sim pelas secularizadoras, porém o investimento inicial é o mesmo, ou seja, de R$ 1.000,00.

Letra de Câmbio (LC)

O investimento mínimo das letras de câmbio que se emitem por financeiras, também é de R$ 1.000,00.

Certificado de Operações (COE)

Este é um tipo de investimento que vem crescendo dia a dia. Então, O COE é na verdade um conjunto de ativos no qual o investidor aposta em diferentes áreas, dando ínicio a uma “carteira”. Assim, como a maioria dos demais citados acima, o investimento inicial nesta modalidade de investimento é de R$ 1.000,00.

Fundos de investimento

Com apenas R$ 1,00 já é possível investir nesta modalidade. Aqui, existem gestores que administram seu dinheiro o alocam de acordo com o objetivo de cada fundo. Mas, nos fundos de investimento como seu dinheiro será operado por gestores, existe uma taxa de administração que são cobradas por eles.

 Ações – Bolsa de Valores

Fonte: Google

Antes de tudo, compra e venda de ações é talvez é o modelo de investimento mais conhecida pela população. Mais conhecida, pois a maioria já ouviu falar, mas na verdade não sabe como ocorre o processo e nem quanto se pode investir.

As ações de empresas que se negociam na Bolsa de Valores costumam ter suas vendas em lotes mínimos de R$ 100,00. Mas para compra-las existem custos de corretagem, custódia e imposto de renda. Deste modo, dependendo do valor que você tem para investir, está não pode ser uma boa opção.  Para iniciar seu investimento na bolsa de valores, você precisa: escolher uma boa corretora de valores (atualmente existem várias disponíveis no mercado, confira a reputação de cada uma delas, antes de realizar sua escolha).

Passo a passo de como abrir sua conta

Abrir uma conta de investimento na corretora escolhida, transferir uma determinada quantidade de dinheiro para esta conta, definir seus objetivos, traçar seu plano de investimento, escolher as ações que mais lhe chamar a atenção, acessar o Home Broker, enviar sua ordem de compra, acompanhar a valorização ou desvalorização da mesma e por fim realizar a retirada dos lucros, ou então, reinvestir o dinheiro ganho.

Para acompanhar você neste início como investidor, vale a pena contratar uma mentoria. Mas busque pessoas idôneas e entendedoras no assunto, visto que, assim como em todas as profissões, existem os charlatões.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *