Facilidade ao investir: Você quer saber? Saiba como aqui!

Quem não quer ver aquele seu dinheiro render?! O problema é saber quais investimentos são rentáveis e quais são seguros!
Anúncios


Fonte: Google

Em primeiro lugar, ao longo do tempo aprendemos com os outros e/ou com nossas experiências, devemos sempre pautar pelo mais simples. Em contrapartida, mais seguro. Pensando dessa maneira, decidimos apresentar algumas propostas, simples, seguras e rentáveis para você que deseja expandir seu capital econômico e assim ter facilidade ao investir.

Vamos lá!

Sobre dinheiro e investimentos

A princípio pode parecer estranho falar sobre dinheiro, contudo saber o significado dele em nossas vidas e o quão importante ele é, nos torna mais conscientes e precisos na hora de investi-lo em algo.  O dinheiro nos permite realizar sonhos. Como por exemplo, fazer uma viagem, desejar e/ou alcançar o nosso primeiro milhão ou, ainda, ter uma aposentadoria tranquila. 

Desse modo, ainda que pareça “clichê” o dinheiro proporciona qualidade de vida no presente e no futuro. Uma parte das pessoas não sabe utilizá-lo com responsabilidade e, sem orientação, acabando gastando com cartão de crédito, financiamentos errados e até empréstimo pessoal – abusivo, acreditando que esse é o melhor modo e maneira de investir.

O dinheiro, nessas modalidades, proporciona liberdade para comprar qualquer coisa, oferece as melhores condições, entretanto é bom manter-se atento ou do contrário você poderá se endividar, por isso é fundamental saber utilizar o seu dinheiro. Nessa hora, surge o bom hábito de saber investir. Dessa forma, economizar uma parte dos seus ganhos/rendimentos é algo muito importante para obter um futuro melhor e no presente evitar as preocupações com as dívidas. 

Contudo, “guardar” dinheiro não é a melhor opção, você já deve ter ouvido a frase: Quem guarda dinheiro embaixo do colchão é fadado a não ter nada. Isso porque o fator inflação é imprevisível, e com sua variante seu dinheiro pode não valer nada amanhã. Tomando como base o IPCA podemos dizer que os R$ 50.00 de 2010 não vale nem a metade atualmente.

Agora que você conhece o valor do seu dinheiro vamos conversar sobre como fazê-lo render mais.

Facilidade ao investir: Qual o investimento mais simples e seguro para fazer?

O investimento mais seguro e simples, com certeza, é a renda fixa. Trata-se de um título de dívida emitido por uma Instituição; Governo ou Bancos, que funciona da seguinte forma. Sendo assim, Essas Instituições financeiras fazem a arrecadação de dinheiro por meio de seus investidores para financiamento de suas atividades. Em contrapartida ofertam uma taxa de rentabilidade que pode ser prefixada ou pós-fixada.

Logo, na categoria com rendimento fixo tem-se um investimento de valor e desde logo o investidor já tem ciência do quanto vai receber na data final pelo investimento. 

Desse modo, para ilustrar, um exemplo bom são os títulos prefixados que pagam até 10% ao ano. Afinal, independente das condições, e/ou riscos do mercado, os retornos serão os mesmos.  Já naqueles investimentos com taxas pós-fixadas o valor do seu investimento é ligado ao que é chamado de indexador da economia. Que são: CDI, IPCA e a Selic . Nesse caso, o lucro no rendimento é uma variável desses indicadores.

De maneira geral, simples e segura, apesar dos ganhos serem um pouco menor, os investimentos em renda fixa fazem com que seu dinheiro cresça com segurança.  Ademais, para os investidores iniciantes; eles são simples e exigem um acompanhamento mais leve. Além de fácil e claro do que aqueles em comparação às ações. 

Modalidades em Renda Fixa

Essas são as modalidades em renda fixa:

  • CDB (Certificado de Depósito Bancário);
  • Tesouro Direto;
  • LCI (Letra de Crédito Imobiliária);
  • LCA (Letra de Crédito do Agronegócio);
  • Debêntures;
  • Fundo de Investimentos de Renda Fixa;
  • LC (Letras de Câmbio);
  • CRI (Certificado de Recebíveis Imobiliários);
  • CRA (Certificado de Recebíveis do Agronegócio).

Dessa forma, você deve saber, ainda, que algumas aplicações têm riscos grandes. O que ocorre nos casos das CRI/CRA e das debêntures. Desse modo, é preciso saber a  tolerância e o fator de risco por meio do perfil de investidor. De maneira simples, a classificação é:

  • Conservador
  • Moderado
  • Agressivo ou arrojado

Facilidade ao investir: Onde posso investir meu dinheiro?

Fonte: Google

Bom, os investimentos apresentados são propostos por instituições financeiras (bancos privados) ou o Governo – por meio dos bancos estatais ou de economia mista (Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil).

Enfim, você pode fazer investimentos por meio de um Banco Digital abrindo uma conta corrente digital. Ou por meio dos Bancos físicos abrindo uma conta corrente e solicitando ao seu gerente a cartela de investimentos da Instituição.

Gostou do nosso conteúdo? Aproveite e compartilhe em suas redes sociais, com seus amigos e parentes, depois corre lá e faz seu investimento financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *