Mercado de criptomoedas em 2022: Binance compra corretora de investimentos

Em 2022 o mercado de criptomoedas continua aquecido e movimentando ganhos. Continue aqui e saiba mais.

Binance corretora
Fonte: Binance

No universo digitalizado é cada vez mais comum que as pessoas se interessem por empresas neste ramo. Portanto, são milhões de pessoas buscando se informar e adentrar neste mercado. Desse modo, o mercado de criptomoedas, depois do tradicional de ações, parece ser o mais atrativo. A exemplo das corretoras de ações; as corretoras de crypto estão na mira dos investidores mais recentes e jovens.

Diante disso, podemos afirmar que existem várias empresas que já estão consolidadas no mercado com a oferta de serviços. De maneira que os consumidores podem – com segurança, investir nelas. E um bom exemplo disso é a Binance, uma das maiores corretoras de criptomoedas no Brasil. Assim, a empresa lida com as mais diversas marcas e crytpo: Bitcoin, Ether e Altcoins, o que reforça sua capacidade de mercado e peso.

Nesse rumo, com o seu crescimento exponente em 2021, a Binance tinha indicado o desejo de adquirir mais outras empresas do setor de criptomoedas que pudessem aumentar seus ganhos. Desse modo, a chinesa avaliou o mercado com a intenção de progredir e abocanhar a fita de consumidores que ainda não tinha visão de investimento. Por isso, em março deste ano a chinesa anunciou a compra da sim;paul.

Logo, a startup que tem autorização da CMV (Comissão de Valores Mobiliário) para funcionar na B3, deverá contribuir com uma maior amplitude da Binance. Assim, o consumidor terá um braço brasileiros para efetuar seus investimentos em criptomoedas. Quer saber mais sobre as empresas e como funcionará essa movimentação de mercado? Então, nos acompanhe nos próximos tópicos.

Vamos lá!

As mudanças no mercado de criptomoedas em 2022

Podemos dizer que o mercado de critpo teve seu “bum” em 2020/2021, já que as moedas digitais pareciam ter mais poder de atrair os investidores que as ações tradicionais. Diante desse cenário, o mercado acompanhou uma avalanche de novos milionários de moedas digitais. Tanto é assim que vários países – hoje, planejam ou optam pela inserção e aceitação das moedas como forma de pagamento.

Assim, seguindo o fluxo de mercado, mesmo com as mudanças globais relacionadas a economia, em 2022 as moedas digitais continuam expandido e alcançando bons patamares. Por isso, empresas de investimentos como, por exemplo; a Binance, buscam ampliar seus serviços e investimentos. 

Afinal, por mais que um produto – investimento, seja atual sempre existirá algo que possa substitui-lo e chamar ainda mais a atenção do consumidor.

Dessa forma, a Chinesa – Binance, com peso no mercado de criptomoedas buscou inovar em suas ofertas de serviços e anunciou a aquisição da startup sim;paul que tem uma carteira diversificada de investimentos e intuitivas. Logo, a empresa deve ser o apoio aos investidores da chinesa aqui no Brasil e suportar os investidores brasileiros com mais dinâmica.

Aquisição da Binance: sim;paul corretora de investimentos

O reconhecido nome da Binance traz tranquilidade para os investidores, já que a empresa é uma das que possuem maior número de investidores no setor de criptomoedas. No entanto, algum tempo atrás a Binance já teve sua autorização de funcionamento barrada pela CVM. Por isso, a empresa optou pela aquisição da startup sim;paul.

Presente no mercado de investimentos brasileiro há quase 3 anos. A sim;paul conta com profissionais com expertise do setor financeiro. Ainda, conta com o suporte da Guide – plataforma de investimentos, com pouco mais de 1,2 bilhões de ativos. Assim, os investidores terão a segurança e a capacidade de investimentos das duas empresas. Além disso, a empresa (sim;paul) tem como finalidade trazer uma linguagem facilitada e simples sobre investimentos para seus clientes.

Projeção de mercado da sim;paul

Binance corretora
Fonte: sim;paul

A corretora sempre pensou além do investimento, assim, em 2021 tinha afirmado que em 2022 ambicionava ser incubadora para gestora de patrimônio. Desse modo, se organizava e se estruturava para oferecer tecnologia que comportasse essas empresas. Nesse rumo, mirava nas empresas tradicionais e/ou de serviços fiduciários. Por isso, a sim;paul projetou uma linha de ao menos 50 parceiras até o final deste ano.

Junto com a Binance, a sim;paul, deve ofertar um ecossistema que pode atender as necessidades de qualquer investidor: do expert ao iniciante, já que os seus clientes possam a possuir mais opções e variações de investimentos. Por outro lado, a sim;paul pode ofertar uma maior segurança de investimento aos clientes Binance, uma vez que, a startup atende ao sistema regulatório brasileiro.

Um problema enfrentado em 2020 pela chinesa quando a CVM determinou a suspensão de ativos derivados de cripto por ela. Já que não atendia ao sistema regulatório no país. Por isso, especialistas acreditam que isso seja uma ótima estratégia de crescimento da Binance.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.