Mercado mundial do petróleo: rali do petróleo!

Com o mercado mundial do petróleo cada vez mais apertado, o rali do petróleo está perto do fim. Fique por dentro!
Anúncios


Mercado mundial do petróleo
Fonte: Google

Tendo em vista, o índice inflacionário cada vez mais alto o mercado mundial do petróleo acabou impulsionando o valor de produto para o nível mais alto em aproximadamente 7 anos. O mercado começa a dá sinais de recuperação em outros países, do mesmo modo, nos Estados Unidos, segundo informou a Agência Nacional de Energia que está responsável pelo monitoramento desse segmento.  

O desenvolvimento da demanda segue sólido, no entanto, a oferta do petróleo está se recuperando aos poucos. Sendo assim, a variação dos estoques do produto no mês de outubro desse ano indica que o jogo pode estar mudando, conforme relatou um relatório mensal da AIE. Logo, caso essa previsão de fato ocorra ela poderia trazer para os consumidores de petróleo um certo alívio, pois a cada aumento da inflação altera o preço dos produtos.  

Nesse sentido, com o recente reajuste no preço do produto o mercado mundial de petróleo segue tendo algumas dificuldades, porém com o fim do rali dos valores pode estar no fim.

Segundo informou a AIE, situada em Paris. A produção nos Estados Unidos segue evoluindo alinhada com os valores do petróleo mais fortes. Portanto, o mercado de fato pode estar se recuperando após a crise. 

Recentemente, o petróleo sofreu uma queda de 0,86% na bolsa saindo a US$ 0,62. Já o barril está saindo a US$ 71,63. Nesse sentido, a produção do produto nos EUA está sendo negociado a US$ 0,83 saindo a US$ 67,63 dólares o barril. Portanto, nessa última sessão os contratos fecharam em alta.

A gestão de informação de Energia dos Estados Unidos – AIE informou que alguns dos estoques norte-americanos do produto apresentaram queda recentemente pela terceira vez seguida.

Assim, a demanda pelo petróleo teve um aumento.  

Evolução do mercado mundial de petróleo  

Embora a inflação esteja causando alta nos valores do combustível aqui no país. O mercado mundial de petróleo está crescendo no período pós-crise cerca de 1,4 milhão de barris a cada dia. Neste último mês, por exemplo o setor deverá obter um novo crescimento, tendo em vista, que o Golfo do México voltou a repor os suprimentos pelo furacão Ida.  

Sendo assim, as petroleiras de gás de xisto nos Estados Unidos passaram aproveitar os preços altos para elevar a extração do produto. Logo, esses barris extras devem chegar no mesmo tempo em que a aliança do Opep+ permanece repondo as exportações que foram paralisadas as exportações que foram suspensas por causa da pandemia do novo coronavírus.  

Segundo alguns analistas do setor, as projeções para o futuro da commodity ultrapassou US$86 o barril em Londres no último mês. Entre os setores que estão se recuperando no período pós-pandemia e da queda na oferta de gás natural, o que acabou contribuindo a demanda extra pelo petróleo.

A partir de então, os valores acabaram recuando para aproximadamente US$ 83. Assim, os EUA analisam as medidas para reduzir os custos do produto.   

Valores do petróleo em 2021 

Desde o início do ano, o combustível sofre com as constantes oscilações do mercado. No mês anterior, o petróleo atingiu uma máxima com a oferta global apertada no mesmo período do fortalecimento na demanda de combustíveis nos EUA. Assim, os futuros do Brent ganharam cerca de R$ 0,46 saindo pelo preço de US$ 85,99 o barril. Portanto, esse contrato chegou à máxima de US$ 86,70. 

Porém, as fortes oscilações do segmento acabaram deixando esses valores inalterados na B3 as ações do combustível fecharam em forte queda de 3%. Alguns economistas atribuem essa queda ao aumento no valor barril pelo mundo. Pois, o petróleo sendo negociado a valores mais altos acaba pressionando a inflação em todos os países. 

Sendo assim, alguns analistas esperam que a maior economia do mundo diminua o consumo e o investimento que afetaria diretamente no desenvolvimento de alguns países. À medida que a economia, deixa de crescer as empresas deixam de ganhar e a falta de fornecimento do gás natural em alguns países agrava a crise de energia que alguns países, incluindo o Brasil enfrentam, atualmente. 

Mercado mundial do petróleo 

Mercado mundial do petróleo
Fonte; Google

A produção no mercado mundial de petróleo teve um crescimento de 1,4 milhão em 2021. Os futuros da commodity desse combustível ultrapassou US$ 86 o barril na cidade de Londres no mês anterior. Na esteira de recuperação de consumo no período pós-pandemia, a queda na oferta do gás natural, o que acabou estimulando a demanda extra do petróleo. 

Tendo em vista esse cenário, o atual presidente americano, Joe Biden, informou que está estudando a possibilidade de liberar uma reserva estratégica do combustível, como resultado a falta de diálogo entre os participantes da Organização dos Países Exportadores de Petróleo que compõe os seguintes países: Rússia e Arábia Saudita. 

Estes países argumentaram que devem permanecer com uma abordagem gradual, pois, a demanda do petróleo permanece frágil.

Sem recorrer a SPR, os Estados Unidos seguem liderando a maior oferta. As projeções para o ano de 2022 é de que no quarto trimestre os americanos cheguem a 300 mil barris vendido por dia.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.