Parceria entre Vale e Tisco: ampliação na produção de níquel

Parceria entre Vale e Tisco, tem como finalidade ampliar a capacidade na produção de níquel da indonésia. Fique por dentro!
Anúncios


Parceria entre Vale e Tisco
Fonte: Vale

Além da parceria entre Vale e Tisco, no mês de maio deste ano a vale fez a sua primeira operação de níquel no país. Segundo informações da companhia, a planta de ferro-níquel na qual a empresa fez a sua primeira operação está situada em Ourilândia do norte no estado do Pará que é hoje uma das maiores do mundo.

O investimento feito nesta primeira operação foi de R$ 2,84 bilhões, a Vale contou com o terceiro maior armador do mundo neste tipo de operação que é a CMA CGM. A vale é hoje em dia, a mais importante produtora de níquel do mundo, o níquel de qualidade produzida pela companhia vem sendo muito valorizado nas aplicações de galvanização e em baterias.

A parceria entre Vale e Tisco, foi anunciada nesta última semana, acontece que esta parceria tem como principal objetivo ampliar a capacidade na produção de níquel na Indonésia. Porém, além do Brasil e da Indonésia a Vale possui minas de níquel no Canadá e na Nova Caledônia. A companhia também possui refinarias no Japão; na China; no Reino Unido e demais países.

A empresa Chinesa Tisco, é subsidiária da Shandong Xinhai Technology e da China Baowu Group. Esta parceria entre Vale e Tisco, na Indonésia visa incluir também a revegetação ao redor das minas e desse modo recuperando o solo, além do plantio de árvores leguminosas; de grama e também a reintrodução de espécies que são nativas da área. Leia mais abaixo!

Redução de emissões

Apesar de ser uma mineradora, a Vale tem investido fortemente na redução de emissões que tendem a acontecer na exploração de minério, de níquel. Em 2021 a companhia investiu cerca de US$ 2 bilhões para trabalhar na redução de danos ao meio ambiente. Logo, muitos investidores passaram a fazer investimento nas ações da Vale.

Tendo em vista, o cuidado da empresa para com o meio ambiente. Os investimentos na redução de danos serão implantados até o ano de 2030. Os gestores da companhia realizam reuniões mensais com o objetivo de acompanhar o desenvolvimento das metas que foram estabelecidas no planejamento dessas reduções.

A Vale, é atualmente uma das líderes do mercado que tem demonstrado um grande interesse na descarbonização. A empresa, possui hoje vantagens competitivas estruturais relacionadas aos pares no portfólio de produtos de alta qualidade, exibindo commodities com potencial de crescimento em um ecossistema de baixo carbono.

Superação nos lucros do primeiro trimestre de 2021

Recentemente, a mineradora em sua receita um lucro líquido de aproximadamente US$ 5,546 bilhões, este valor representa cerca de 2.220% relacionado aos US$ 239 milhões neste mesmo período do ano passado no qual o mundo atravessava a crise financeira provocada pela pandemia do novo coronavírus. No início deste ano, a mineradora registrou ganhos de aproximadamente US$ 739 milhões.

No real estes lucros somam cerca de R$ 30,564 bilhões no primeiro semestre de 2021, neste mesmo período do ano passado período mais crítico da crise, a mineradora lucrou cerca de R$ 984 milhões, segundo a companhia estas oscilações está atribuída a crise financeira.

Ainda segundo a Vale, o lucro de 2021 ficou acima do esperado pelos analistas, devido as despesas de Brumadinho e também dos encargos de impairment nos ativos dos negócios de carvão e níquel, os dois ativos no 4T20 maior resultado financeiro de 2021. Embora, a Vale tenha sofrido com impactos na desvalorização cambial da moeda brasileira de 9,6%, os efeitos foram compensados parcialmente pela diminuição do EBITDA.

Parceria entre Vale e Tisco

Parceria entre Vale e Tisco
Fonte: Google

A mineradora informou, que foi feito um contrato framework agreement na parceria entre Vale e Tisco. Contudo, ainda segundo a empresa existe um acordo final que deverá ser assinado em aproximadamente seis meses, quando a produção estiver terminada. Sendo assim, a PT Vale Indonésia junto a Joint Venture Chinesas obterão 49% e 51% de todo o patrimônio do projeto.

Um dos destaques mais importantes deste projeto, é que sua eletricidade deverá ser oriunda da usina de gás, que é capaz de produzir poucas irradiações de carbono se comparado com usinas termelétricas tradicionais, assim informou a mineradora. Trata-se de um passo muito importante, pois permitirá que a Vale atinja a meta que tornará o carbono que a mineradora utiliza neutro até 2050.

Por fim, a China Baowu informou nesta última semana que as companhias que assinaram o framework agreement para a ampliação da capacidade de produção de níquel. Os criadores do projeto preveem uma produção de 73 mil toneladas de níquel Pig Iron-NPI por ano, utilizando matéria-prima do aço inoxidável. Segundo projeções dos analistas da Vale este projeto ajudará no crescimento a longo prazo da mineradora.  

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *