Presença de profissionais negras no mundo corporativo!

Nos dias atuais a presença de profissionais negras nas empresas, traz inovação para o mundo corporativo. Fique por dentro!
Anúncios


Fonte: Google

A presença de profissionais negras que, atualmente ocupam a liderança em empresas de grande porte, faz parte da inovação e da mudança do mercado atual. Logo, ter esse perfil de profissional no topo do organograma possibilita que estas empresas possam sair na frente em relação as concorrentes. É o que indica uma pesquisa feita pela consultoria internacional Mckinsey que hoje, possui cerca de 279 empresas ao redor do mundo! 

Portanto, juntas essas companhias empregam cerca de treze milhões de pessoas. Neste sentido, segundo a pesquisa existe uma relação positiva entre a performance financeira e a diversidade dos profissionais. Embora, a inovação nas contratações seja uma realidade as mulheres negras ocupam 4% dos níveis C pesquisados.  

Sendo assim, cerca de 62% dos homens ocupam outros cargos! Porém, o estudo afirma que as empresas estão investindo cada vez mais na presença de profissionais negras. Portanto, a diversidade étnica e cultural é uma realidade dentro e fora do mundo corporativo! 

Contudo, cerca de 36% das empresas concorrentes não possuem em seu quadro de profissionais a presença de profissionais negras. No Brasil, a falta de representatividade no meio corporativo é maior. Vale ressaltar que, segundo um estudo feito pelo Instituto Ethos cerca de 57% dos estagiários e aprendizes são negros, todavia, apenas 4,7% desses estagiários estão inseridos no quadro corporativo.  

Inovação no mercado 

Neste sentido, muitas empresas no país possuem programas de trainees que trazem está inovação para dentro dos escritórios. Porém, existem muitas questões na subida da ladeira corporativa. Portanto, alguns especialistas afirmam que o apoio precisa ser feito segundo a realidade e necessidade das mulheres negras e brancas de grupos menores.  

Sendo assim, dentre os passos mais importantes a serem dados no mundo corporativo, talvez o mais importante. De fato, seja a preparação para ascensão da liderança ou para que a profissional chegue ao conselho administrativo ou a diretoria. Informou a co-fundadora conselheira 101 do programa de incentivo à presença de mulheres negras nos conselhos administrativos, Lisiane Lemos. 

Vale ressaltar ainda que, segundo uma das executivas formadas pelo projeto de Lisiane os conselhos são ambientes homogêneos ainda. Por isso, alguns pontos de vistas deixam a desejar. Portanto, o setor precisa de uma variedade de perfis para que as empresas brasileiras dar conta da complexidade, que exige esta inovação.  

Profissionais negras no mercado de trabalho 

Neste contexto, entre os anos de 2019 e 2020 as profissionais negras no mercado de trabalho brasileiro ocupavam cerca de 47,6 pontos percentuais. No entanto, este número cai para 11,4% para em áreas técnicas. Com relação a cargos mais altos o número de profissionais negras ainda é muito pequeno no país cerca de 0,7 pontos percentuais. 

Portando, os números do estudo feito por especialistas mostram que a presença de mulheres negras em cargos mais altos do mercado de trabalho ainda é pequena, apesar de estar evoluindo. Vale ressaltar que, a crise provocada pela pandemia do novo coronavírus acabou afetando vários setores importantes do país.  

Além disso, a taxa de participação de profissionais brancas nos dias atuais é de 55,7 pontos percentuais o que acaba dificultando a contratação de profissionais negras. Contudo, embora esses índices sejam um pouco desanimadores o mercado vem mudando cada vez mais. À vista disso, nos próximos anos veremos cada vez mais profissionais negras e com a possibilidade de liderar empresas de grande porte.  

Presença de profissionais negras 

Fonte: Google

Ainda neste sentido, um estudo feito pela consultoria McKinseu com aproximadamente 279 empresas cerca de 36% das empresas concorrentes não possuem em seu quadro de profissionais a presença de funcionárias negras. Assim sendo, a transformação e evolução destas profissionais no mercado não tem a ver apenas com a importância da atuação social. De fato hoje, muitas empresas buscam por posicionamento e expansão no mercado. Por isso, o ciclo de diversidade acaba estimulando a renovação dos negócios! 

No entanto, atualmente no país a falta de representatividade no meio corporativo é maior. É muito importante mencionar que, segundo um estudo feito pelo Instituto Ethos cerca de 57% dos estagiários e aprendizes são negros. Sendo assim como já mencionei aproximadamente 4,7% dos estagiários negros estão inseridos no quadro corporativo das grandes empresas. 

Por fim, de fato a presença de profissionais negras que ocupam cargos de liderança nas grandes empresas, reverte o quadro pelo qual estes profissionais seguem lutando. Sendo assim, esta inovação no mercado atual deverá permanecer e cada vez mais profissionais podem vir a liderar setores importantes de empresas de grande porte. Por isso, muitos empresários estão à procura de profissionais no topo do organograma, pois, com o mercado cada vez mais competitivo ter profissionais competentes é uma vantagem decisiva. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.