Queda no índice de confiança entre os executivos do mercado financeiro.

Nesse artigo, você vai saber mais sobre a queda no índice de confiança entre os investidores do mercado financeiro. Fique por dentro!

Queda no índice de confiança
Fonte: Google

Com a chegada da pandemia o mercado financeiro, muitos executivos ficaram preocupados com a crise econômica mundial. Sendo essa crise financeira responsável pela queda no índice de confiança, contribuindo para a desconfiança dos executivos em relação ao mercado. Já as projeções para esse ano, preveem oscilações, isso quer dizer, será necessário investir com cuidado.  

Portanto, alguns executivos do mercado seguem menos otimistas principalmente, com o futuro da economia brasileira. Nesse contexto, no início de 2022 o índice de confiança da iCFO atingiu cerca de 131,6 pontos. Vale ressaltar, que esse índice mede a competitividade, o custo de insumos; a demanda do segmento interno entre outros setores importantes.  

Além disso, o custo da mão de obra mais alta mais além do aumento da inflação que teve um novo reajuste esse ano, acabaram contribuindo para a queda no índice de confiança dos executivos. Segundo alguns especialistas do mercado, essa queda relacionada a crise financeira já era esperada. Apesar do sucesso de vacinação contra a covid-19, o mundo todo foi bastante afetado pela pandemia! 

Ainda nesse sentido, segundo os dados realizado pelos profissionais do Instituto Brasileiro de Executivo de Finanças-Ibef, revelou que a queda no índice de confiança dos executivos vem caindo desde o primeiro semestre de 2021. Alguns especialistas explicam que esses dados refletem um receio de curto prazo dos executivos, acentuada pela crise que as variantes da covid-19 causaram no Brasil e no mundo.  

Mercado financeiro 

Na última semana, o mercado apresentou números negativos com a perda de valor entre as ações de muitas empresas brasileiras, além da desvalorização do real. Já o dólar não para de subir, custando R$ 5,42 segue fazendo com que as ações de empresas americanas se valorizem ainda mais. Ainda nesse contexto, um sinal de que estamos em queda é a instabilidade da bolsa de São Paulo. 

Segundo alguns economistas esse cenário, começou a ser traçado no início desse ano com o novo aumento da inflação. No entanto, apresentamos uma melhora nas contas públicas, mas, isso não foi o suficiente para evitar uma nova crise. Portanto, após o aumento da inflação o governo passou a perder a sua credibilidade. Com isso, uma nova crise abalou as ações das empresas brasileiras! 

A pandemia deixou um medo global, sendo assim, boa parte dos investidores passaram a investir com mais cuidado. Principalmente, os investidores que investem a longo prazo uma pesquisa recente comparou a trajetória da moeda brasileira com algumas moedas. Então, segundo esse estudo o real teve a maior queda desde o início de março desse ano. Quando o dólar, passou a valer R$ 5,82. Entretanto, segundo os economistas do mercado financeiro esse cenário deverá mudar em breve! 

Primeiro trimestre  

O início desse ano, o setor industrial enfrentou uma desaceleração da demanda além da redução do IPI que poderia ajudar a impulsionar o setor. Segundo o FGV- o primeiro trimestre de 2022 foi marcado pela piora de vários setores. A inflação está ligada a esse cenário de queda em todos os setores, por exemplo, o Índice Situação Atual – ISA apresentou uma queda 98,5 pontos. 

Sendo esse resultado o menor, desde 2020 quando a queda apresentada foi de aproximadamente 97,8 pontos. Já o IE – Índice de Expectativas cedeu 2,2 pontos apresentando uma queda de 94,9; o menor patamar desde o mês de julho de 2020. 

Vale lembrar que, os indicadores que fazem parte do IE, indicam as projeções para os próximos meses. Portanto, para os meses restantes o cenário deverá permanecer estável com um recuo de 0,5 pontos para 101,6 pontos. Ainda nesse contexto, alguns especialistas afirmam que a trajetória deverá permanecer negativa. Vale lembrar ainda que, essa foi a oitava queda seguida do índice de confiança! 

Queda no índice de confiança entre os executivos da bolsa de valores 

Queda no índice de confiança
Fonte: Google

Bem como você certamente já deve saber, a queda no índice de confiança, acabou contribuindo para a desconfiança de boa parte dos executivos na bolsa de valores. Já as projeções para esse ano, preveem oscilações, portanto, muitos investidores estão investindo com mais cuidado.  

Principalmente, os investidores que costumam realizar as suas aplicações a longo prazo. Além disso, como mencionei uma pesquisa recente comparou a trajetória da moeda brasileira com algumas moedas. Assim, segundo esse estudo a nossa moeda apresentou uma queda significativa desde o início do mês março desse ano. 

Por fim, ainda nesse contexto o custo da mão de obra mais alta com o aumento da inflação que apresentou mais um aumento no início desse ano. Todos esses cenários acabaram contribuindo para a queda no índice de confiança no mercado financeiro, assim como, em outros setores. Segundo os economistas do mercado, essa queda relacionada a crise financeira já era esperada. 

Gostou desse artigo? Compartilhe com os seus amigos, depois volte para ficar por dentro dos assuntos relevantes sobre o mundo das finanças. Esperamos por você! Memivi.