Regra dos 72: facilite os seus investimentos!

Facilite os seus investimentos e entenda como esta operação matemática pode ajudar. Fique por dentro!
Anúncios


Regra dos 72
Fonte: Google

Certamente você nunca ouviu falar nesta operação, não até agora! Trata- se de uma ferramenta muito eficaz e poderosa, além de ser fácil de utilizar a regra dos 72 te permite fazer cálculos de juros compostos em pouco tempo, facilite os seus investimentos e entenda mais sobre esta operação. Para quem é novo no universo dos investimentos, os juros compostos, representam os juros sobre juros.

Mesmo no início da sua jornada como acionista é importante aprender a regra dos 72 para poder calcular o seu lucro provável, assim, é interessante aprender um pouco mais sobre esta categoria de estratégias inteligentes. No mundo das aplicações existem muitos conceitos indispensáveis, mas alguns são extremamente complexos, o que não é o caso da regra 72.

Na prática, este é um cálculo simples usado na matemática financeira, que tem como finalidade ajudar na avaliação da incidência dos juros sobre um investimento. O objetivo dessa operação é estimar o tempo que o montante investido irá dobrar, através de uma determinada taxa de juros ao ano para que você facilite os seus investimentos em um determinado período.

Para que você facilite os seus investimentos, é interessante usar este cálculo simples, que expõe o resultado, indicando o valor nominal do rendimento, o resultado dessa metodologia aplicada sobre uma taxa determinada, traz um resultado eficaz em especial quando procedemos com aplicações prefixadas. Leia mais abaixo!

Dobre o seu capital com os juros compostos!

A operação dos 72, indicam o tempo que as suas aplicações levam para dobrar o valor nominal. A incidência de juros é algo básico e relevante para os investimentos. Se até o momento você não se preocupava com esta categoria de elementos em suas aplicações, saiba que é importante ter em mente regras como está, que podem influenciar e muito nos resultados dos seus investimentos.

Mesmo convivendo com números e cálculos, muitos investidores possuem uma certa aversão a matemática, desse modo tendem a deixar de lado a importância de aprender sobre as aplicações. Atualmente, não é preciso ser um grande entendedor de finanças para começar a investir.

Existem muitas plataformas e ferramentas que podem fazer todo o trabalho para que você facilite os seus investimentos, inclusive os números que são necessários para certas aplicações. Contudo, alguns desses conceitos são de suma importância, a regra dos 72, por exemplo, apesar de ser simples, pode determinar o sucesso do seu investimento.

Principais vantagens para utilizar a regra dos 72 nos investimentos.

A principal vantagem que temos ao usar esta regra, é que ela despensa grandes conhecimentos e cálculos mais complexos de matemática financeira, tendo em vista que ela usa os elementos da matemática básica. Outra vantagem, é que ela pode te ajudar na tomada de decisões com relação a: taxa de juros necessária para atingir o dobro do valor onde você pretende investir por um determinado tempo; o tempo exato para o valor da ação dobrar.

Vale ressaltar, que este método não está restrito apenas as aplicações. Podemos usar a regra 72, no momento de fazer um financiamento para saber a quantidade de anos que deve durar o financiamento. Portanto, é uma metodologia grandiosa que auxilia também na gestão das finanças pessoais.

Regra dos 72
Fonte: Google

Aplicar a regra é muito simples e rápida, quaisquer pessoas podem fazer uso desta operação independente do seu perfil de investidor ou dos seus conhecimentos sobre matemática financeira. Quem decide fazer aplicações na bolsa deverá ter como meta multiplicar a sua renda!

Facilite os seus investimentos, aplique a regra dos 72!

Facilite os seus investimentos, aplicando a metodologia da regra do 72 e observe como o cálculo pode ficar ainda mais fácil. Porém, não se iluda pelo simples fato de ver o seu patrimônio dobrando, pois, dobrar o valor aplicado no período de um ano de inflação de 100%, representa manter o seu rendimento com o mesmo poder de compra um ano antes.

Logo, lembre-se sempre de usar a regra dos 72 com o cálculo de taxa de juros real, ou seja, 72/ taxa de juros do título= período necessário em anos para que o valor investido possa dobrar. Em outras palavras, você deverá dividir o número 72 pela taxa de juros da sua aplicação, que é dada no momento da contratação, isto para aplicações de renda fixa.

É importante saber de alguns pontos importantes sobre a metodologia, quando falamos sobre investimentos em conjunto com uma taxa de juros que pode oscilar, como, por exemplo, investimentos dos pós-fixados, o resultado se torna invalido, por isso, economistas recomendam que você utilize a regra dos 72 em aplicações prefixadas.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *