Relatório do 3 trimestre da [b]³; JBS, Vale e Magalu as estrelas.

As estrelas que devem fazer sucesso com a divulgação do novo relatório de balanço geral para o 3 trimestre da b³. Quer saber quais as perspectivas do mercado financeiro e em quem investir? Leia mais aqui.
Anúncios


Fonte: B³

Relatório de 3 trimestre da [b³], deve trazer as estrelas JBS, Vale e Magazine Luiza.

Segundo especialista da área financeira o tão aguardo relatório de desempenho do 3 trimestre da Bolsa de valores deverá surpreender muita gente. Assim, as estrelas da festa serão as mais aguardas para a divulgação de seus números.

Sendo assim, a JBS, a Vale e Magalu devem abrir os destaques de ainda lideram o ranking de vitórias. Apesar da queda na economia arrastada pela crise do coronavírus. Algumas empresas se mantiveram bem posicionadas e alcançaram índices de desempenho incríveis.

Além disso, o crescente número de CPFs na b³ prendeu a atenção de muito empreendedor para a venda de capital. Assim, com o mercado relativamente aquecido. As empresas que souberam aproveitar dessa nova levada de investidores. Sem pena, pode lucrar e aumentou o capital.

Sobre o relatório

O segundo trimestre não foi dos melhor, porém, mesmo com a crise. Demonstrou bons resultados. Apenas do período ter sido marcado pela alta do dólar. A inflação de manteve em baixa.

Assim, o Governo contribuiu para danos menores na economia. Segundo especialista, o terceiro trimestre já começou em ritmo melhor. Alguns setores deram uma alavancada e “bombaram” na Bolsa, segundo comentou Marcelo Audi.

Dessa forma, entre as empresas que bombaram estão a JBS, Vale e Magazine Luiza. Estas empresa tiveram várias oportunidades e o setores que ocupam não pararam durante a crise.

Assim, os setores de carnes e commodities não precisaram apresentar perdas. Ao contrário, devem ranquear positivamente no apresentação do relatório. Embora, esse possa ser um relatório positivo não podemos esquecer que a crise não foi fácil.

Decifrar quais empresas, novas e velhas, podem vencer ou perder na Bolsa é algo improvável. A demonstração de sinal de positividade, para algumas, poderá se passageiro.

Ou seja, recentemente o seguimento de saúde chegou na Ibovespa. Mas será que sua graduada subida se manterá? O que terá impulsionado ele, a crise da Covid-19, com o seu fim. Será que o seguimento se manterá crescente?

São incógnitas que apenas o tempo e o mercado responderão. O que se pode esperar é a retomada do habitual. Com isso o setor de saúde poderá sofrer uma baixa. Sem o uso constante dos serviços. As empresas mantêm o capital, porém, com retorno no uso, essa demanda poderá puxá-las para baixo.

O resultado do relatório para o Varejo

Fonte: Google

Com a retomada habitual as pessoas em suas rotinas. Será natural verificar um aumento no consumo de alguém artigo. Como, por exemplo, o vestuário. Por isso, a expectativa do mercado é que empresas como C&A, Marisa e Renner possam demonstrar uma evolução.

Dessa forma, poderão entregar resultados superiores a 20%. Ou seja, essa perspectiva é controlada, já que é um número inferior ao esperando antes da pandemia. Isso acontece pelo seguimentos. Produtos, como eletroeletrônicos são de fácil aquisição no mercado eletrônico.

Porém, vestuário e beleza não. Pois são produto que precisam ser comprados após a prova.

Apesar a pandemia e das pessoas permanecerem em casa. No mês de agosto o que foi observado é houve um redução nas vendas do faturamento para o setor de hipermercados. Assim, o setor apresentou um redução 2,2% com relação ao primeiro trimestre.

Embora, esse tenha sido um dos setores a demonstrar aumento de consumo não foi isso o que pode ser observado. Dessa forma, aquele grande consumo no início da pandemia tende a reduzir gradativamente. E ainda, deverão estagnar por um tempo.

Finalmente o setor de proteínas. E assim, a sua principal beneficiaria a JBS. A lata do dólar tem lançado os lucros para atmosfera. ­Ainda, como fator positivo para Brasil.  é

Além do coronavírus, a China é assolada pela gripo suína. O que acaba contribuindo para os produtores nacionais. Assim, o lucro é garantido. Dessa forma, empresas com a JBS e BFR devem ter os maiores índices no lucro.

Resultado das distribuidoras e da Petrobras

Um das maiores empresas do Ibovespa a Petrobras não parece navegar em mar tranquilo. Ao contrário disso, a empresa encontra-se em meio a um mar bravo. Com as refinarias trabalhando com os níveis baixos e com o valor do petróleo baixo no mercado externo.

Não poderia a Petrobras está vivendo um clima de sol e mar tranquilo. Contudo, como diz o ditado: “existe gordura para queimar”. Assim a empresa não está uma situação de colapso apenas vivendo um ciclo ruim.

Porém, a empresa deve tomar cuidado quanto as dívidas. Assim, a melhor solução seria vender algumas refinarias e distribuidoras, assim poderia colocar o capital para desalavancar o investimento.

Gostou no artigo? Compartilha com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Depois acesso a outros artigos aqui em nosso blog sobre investimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *