Reserva de emergência: como fazer para poupar e investir? 

O primeiro passo para quem deseja fazer um planejamento financeiro é ter uma reserva de emergência, mas, você sabe por onde começar? Continue aqui e saiba mais!

Reserva de emergência
Fonte: Google

Uma reserva de emergência pode ser uma solução para aquele momento inesperado da vida, idealize uma caixa d’água de sua casa. Assim, a sua principal utilidade é fornecer água em situações de desabastecimento. Logo, suponhamos que seu abastecimento que normalmente vem da rua, por algum motivo inesperado foi interrompido. Então, é nessa hora que ter um reservatório de água em casa faz toda a diferença. 

É com essa reserva de água que você vai poder manter por algum tempo suas necessidades básicas de consumo na sua casa. Então, quanto maior for o seu reservatório de água, por mais tempo você vai garantir suas necessidades básicas de casa. Contudo, esse é um exemplo para você ver como funciona uma reserva de emergência.

Agora me responda, você já parou para pensar que pode ficar desempregado e sem nenhuma reserva financeira? Se você não tem nenhum dinheiro guardado, e fica desempregado, por quanto tempo você acha que pode manter suas necessidades básicas em casa?

Assim como você, muitas pessoas também não têm uma reserva de emergência para esse ou outros imprevistos da vida. Porém, conseguir poupar dinheiro para suprir suas necessidades, compromissos e sonhos, nem sempre é uma tarefa tão simples. 

Por isso, hoje preparamos esse conteúdo exclusivo para você. Então, se você ainda não sabe por onde começar a poupar dinheiro, não deixe de ler esse artigo até o final. No decorrer do texto vamos te passar algumas dicas de poupar dinheiro para uma reserva e ainda investir.

Vamos lá! 

Por que criar uma reserva de emergência antes de investir? 

Essa é uma das principais recomendações para você que está planejando investir seu dinheiro. Sendo assim, a reserva de emergência funciona como um ‘pé-de-meia’ para possíveis imprevistos, e só então, a partir daí, você poderá procurar investimento de longo prazo ou de maior risco. Então, entre vários motivos para você ter uma reserva de emergência, o principal deles é a garantia e tranquilidade para enfrentar os imprevistos. 

Assim, quando você decide investir o seu dinheiro em um projeto de investimento, existem algumas intransigências no dinheiro investido. Contudo, uma vez aplicado, se houver a necessidade de resgatar o dinheiro, saiba que isso não pode ser feito de imediato.

Portanto, é preciso ter cautela ou você pode perder dinheiro se decidir retirar o dinheiro investido de uma hora para outra, sem um planejamento.  Por isso, é muito importante ter uma boa reserva com base em um valor proporcional às suas despesas de um ano. Então, se, por exemplo, você tiver um custo mensal de R$ 3 Mil, nesse caso, uma boa reserva de emergência seria R$ 36 mil.

Contudo, essa reserva pode oferecer a você e sua família mais conforto para lidar com as situações financeiras, seja ela desemprego, acidentes ou doenças. Portanto, a reserva serviria para manter a segurança e bem-estar, mesmo com situações de imprevisto. 

Quanto devo deixar da renda para o investimento? 

Após ter feito a reserva de emergência e ela estiver completa, você vai estar livre para investir o dinheiro em aplicações do seu interesse. Assim, você pode destinar a alternativas que produzam rendas passivas como títulos, ações, ou até mesmo para comprar bens duráveis, como carro ou casa. Portanto, seja qual for sua decisão, é recomendado que seja comprometido apenas 30 % de sua renda. 

Outra dica importante, é ter um bom planejamento financeiro, sempre analisar suas receitas e despesas. Dessa forma, você evita o acúmulo de dívidas, pois, além de atrapalhar seu acesso ao crédito, esse tipo de situação pode prejudicar sua vida emocional.

Contudo, você pode melhorar a sua receita com outra oportunidade de negócio, seja ele um serviço extra ou até mesmo um bico. Assim, com essa dica você terá uma variação de renda, e poderá agregar maior instabilidade ao seu orçamento. 

Ao escolher entre as opções de investimento, procure sempre as opções mais indicadas, e sempre verifique as características de cada uma. Sendo assim, ficar atento aos baixos custo e alternativas de risco e rentabilidade. Portanto, com as alternativas de rentabilidade menores, os custos operacionais são problemas. Assim, se você preferir investir em títulos do Tesouro Selic, vale ressaltar a busca por corretoras que não cobram tarifas administrativas para intermediar o negócio. 

Conclusão 

Reserva de emergência
Fonte: Google

Como o próprio nome já diz, mas, não custa lembrar, a reserva de emergência só deve ser usada em situações de urgência. Além disso, é superimportante contar com boas práticas para aplicar seu dinheiro. Portanto, é através da reserva de emergência que você poderá contar com a segurança necessária para planejar seus investimentos. Dessa forma, seu dinheiro rende mais e garante o bem-estar financeiro de sua família. 

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.