Startup de Criptomoeda Amber Group levanta US$ 1 bilhão

Startup de Criptomoeda Amber Group se prepara para investir mais em segurança cibernética com o objetivo de melhorar a gestão dos negócios. Fique por dentro!
Anúncios


Startup de Criptomoeda Amber Group
Fonte: Amber

Recentemente a Startup de criptomoeda Amber Group, atingiu cerca de US$ 1 bilhão com o seu novo financiamento. Para quem não conhece a Amber Group, trata-se de uma companhia de serviços financeiros que são necessárias para garantir o andamento dos negócios, como por exemplo a circulação do capital da companhia.

Estes serviços financeiros, representam um conjunto de processos e demais atividades que melhoram a administração dos negócios de uma empresa, fazendo com que o produto possa ter mais competitividade diante de seus concorrentes. Desse modo, a companhia poderá crescer com segurança e qualidade a longo prazo.

Com sede em Hong Kong, a Startup de Criptomoeda Amber Group, tem uma base de clientes de aproximadamente 100.000 usuários segundo especialistas. A companhia atende às suas demandas de investidores do mercado de varejo e também instituições, ofertando produtos como, negociação algorítmica; negociação OTC; derivados e criação de setores eletrônicos.

Um dos maiores sucessos da Startup de Criptomoeda Amber Group é o App Amber, que está disponível em mais de 140 países, oferecendo suporte em vários idiomas. O objetivo da Startup de Criptomoedas Amber Group ao criar o Aplicativo foi de permitir que os seus investidores se unissem e se beneficiassem com as ofertas. Sendo assim, o provedor de serviços da Startup anunciou que introduziu um programa de referencia no App, ou seja, mais uma vantagem. Entenda mais abaixo!

Modelo de negócios da Startup de Criptomoeda Amber Group

A Startup de Criptomoeda Amber Group, vende mercadorias para indivíduos com alto poder aquisitivo e acionistas institucionais incluindo empréstimo e comércio algorítmico. à vista disso, ao contrário de ser uma bolsa de moedas digitais que permitem aos clientes fazer a negociação das moedas digitais, o CEO da empresa, Michael Wu informou que a companhia inovou ao trazer a experiência de banco privado para o usuário diário.

Vale ressaltar ainda que, o CEO da Startup de Criptomoeda Amber Group oferece para os seus investidores uma gama de mercadorias de criptomoedas variadas para o investimento. Foi dito também que a Startup de Criptomoeda registrou receita de um total de US$ 500 milhões até o fim de 2021.

Assim sendo, segundo o CEO da companhia informou que a startup está entre 70% e 80% do faturamento oriunda da margem líquida de juros, que é uma medida da rentabilidade dos empréstimos. Portanto, a empresa recebe os depósitos dos usuários, oferecendo a eles uma taxa de juros. Desse modo, a Startup empresta o valor de um pool de depósitos a outas entidades com a taxa de juros mais alta e ganham dinheiro com esse spread.

Obtenções estratégicas

Michael Wu informou que, o capital levantado será destinado para contratar mais e para fazer obtenções estratégicas em áreas de segurança cibernética, a empresa segue buscando adquirir outras companhias que possuam licenças regulatórias em algumas jurisdições, o que poderá permitir ao grupo ingressar em um mercado novo.

Sendo assim, esta regulamentação relacionada ao investimento em moedas digitais é diferente neste mercado, além de ser bastante fragmentada. Pois, conforme o desempenho da Startup de criptomoedas intensificou a sua presença na tela, houve um crescimento de 2-3 pontos percentuais no volume de negociação total nos principais setores à vista, Michael Wu informou que esse crescimento deve continuar.

A regulamentação, sempre será desafiadora para este setor porque se trata de uma indústria global, Observou Wu. Logo, trata-se de se manter sempre à frente ou estar atento às regulamentações diferentes o grupo sempre adotou uma abordagem conservadora com relação a isso.

Startup de Criptomoeda Amber Group
Fonte: Coinbase

Universo das criptomoedas

Como acontece com muitos produtos financeiros, a cotação das moedas digitais costuma variar segundo os analistas deste setor. Á vista disso estes últimos meses foram bastante agitados, por exemplo no mês de fevereiro a Tesla anunciou que começaria a aceitar pagamentos em bitcoin na venda de seus veículos.

Logo, estes anúncios levaram a uma alta de 14 pontos percentuais na criptomoeda, atingindo um total de US$ 44 mil. Seguindo para o mês de março a cotação da moeda digital ultrapassou a marca de US$ 59 mil com a notícia de que a Paypal passou a permitir que os usuários americanos usassem o bitcoin para fazer as suas compras em lojas que aceitem o PayPal.

Contudo, o bitcoin voltou a ter queda de aproximadamente 10 pontos percentuais tendo em vista que as autoridades chinesas que proibiram os bancos de fornecer serviços relacionados a transações de criptomoedas. A China ainda alertou os acionistas sobre a negociação especulativa da moeda digital.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos, familiares e em suas redes sociais. Em seguida, retorne ao nosso blog e aproveite nosso conteúdo sobre o universo das finanças e investimentos. Esperamos por você! Memivi; melhorando a sua vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *