Tesouro direto: taxas dos títulos públicos operam mistas na bolsa! 

Taxas dos títulos públicos operam em movimento misto, investidores seguem otimistas. Fique por dentro!

Tesouro direto
Fonte: Tesouro direto

Na última semana, as taxas dos títulos públicos operaram em movimento misto, ao contrário dos títulos que estão relacionados aos títulos públicos. Recentemente, as vendas dos títulos atingiram cerca de US$ 4,1 bilhões apenas no mês de março desse ano. O que acabou contribuindo para o crescimento do otimismo de muitos investidores. O tesouro direto, foi um programa criado pelo governo em 2002! 

Esse programa permite que pessoas físicas possam comprar títulos públicos usando a internet. Com o aumento de demanda por esses títulos está acontecendo em um momento de aumento do juro básico economia. Que hoje, é o maior em cinco anos aumentando a remuneração dos papeis que são oferecidos pelo governo federal. 

Além da alta dos juros para conter a inflação que atingiu um patamar recorde esse ano. As taxas dos juros públicos estão rendendo mais nesses primeiros meses de 2022, devido à crise mundial provada pelas variantes da covid-19. Esse aumento de demanda ocorre em um momento de alta dos preços no Brasil. 

Contribuindo para a proteção contra as perdas criadas pelo aumento da inflação, segundo o Tesouro Nacional, os resgates relacionados as taxas dos títulos públicos chegaram à marca de R$ 2 bilhões nesse último mês. A emissão líquida, isso quer dizer, a diferença entre o montante que foi emitido, portanto, no mês de março desse ano foram resgatados cerca de R$ 2,1 bilhões. 

Novos acionistas  

Segundo o tesouro nacional, esses cerca de 521 mil novos acionistas se cadastraram no programa apenas no primeiro trimestre. Desse modo, a quantidade total de investidores cadastrados até o final desse mês que passou chegou à marca de 17,9 milhões. Sendo esse um aumento de 73,9% no período de 12 meses! 

Ainda nesse sentido, esses novos acionistas ativos atingiram cerca de 1,9 milhões de pessoas – sendo esse o maior número de pessoas desde que o programa foi criado em meados de 2002. No mês de março de 2022 o estoque de títulos de mercado atingiu o valor de R$ 86,4 bilhões. Um aumento de 3,9% relacionado ao mês anterior que foi de aproximadamente R$ 83,2 bilhões. 

Segundo os especialistas desse mercado, os títulos remunerados por índices de valores devem se manter como os mais representativos somando um estoque de R$ 47,29 bilhões ou 54,74% do total. Em segundo lugar, estão os títulos indexados à Selic que somam cerca de R$ 24,87 bilhões. Por fim, os títulos prefixados totalizaram o equivalente a R$ 14,25 bilhões sendo 16,49% do total. 

Primeiro trimestre de otimismo 

Assim como mencionei, o segmento de títulos públicos segue operando em direções diferentes. Ao mesmo tempo que, os papéis prefixados seguem avançando os papéis que estão ligados à inflação acabaram recuando com o fato de que muitos investidores estão de olho nas negociações da bolsa de valores americana. 

Os números do PIB que foram divulgados essa semana, nos EUA acabou contribuindo para uma surpresa negativa com o recuo de 1,5%. Após essa divulgação os agentes aguardam a divulgação dos dados do auxílio-desemprego americano.  

Nesse contexto, no Brasil os dados dos empregos estão no radar dos acionistas; que seguem acompanhando os números do Cadastro Geral de Empregos e Desempregados – Caged do mês de abril. Logo, além da provação do novo texto-base que acaba limitando o ICMS sobre a energia e o combustível. Portanto, as projeções prefixadas para 2033 estão sendo estabelecidas, do mesmo modo, o pagamento de juros semestrais que costumava pagar 12,49%. 

Taxas dos títulos públicos operam mistas na bolsa 

Nesta última semana no fechamento da bolsa, as vendas dos títulos atingiram a marca de US$ 4,1 bilhões apenas no mês de março de 2022 O que acabou contribuindo para o crescimento do otimismo de muitos investidores, principalmente os acionistas que possuem transações em outras bolsas mundiais.  

Tesouro direto
Fonte: Tesouro direto

Assim como mencionei, segundo alguns economistas os títulos remunerados por índices de valores devem se manter como os mais representativos somando um estoque R$ 47,29 bilhões ou 54,74% do total. Em segundo lugar, estão os títulos indexados à Selic que somam cerca de R$ 24,87 bilhões. Porém, será preciso prestar atenção aos próximos meses, afinal, a estabilidade não faz parte do mercado de ações. Por isso, os investidores devem prestar atenção ao índice inflacionário que no atual momento está bem alto! 

Por fim, segundo as declarações do Tesouro Nacional os resgates relacionados as taxas dos títulos públicos chegaram à marca de R$ 2 bilhões nesse último mês. A emissão líquida, isso quer dizer, a diferença entre o montante que foi emitido, na prática, no mês de março desse ano foi resgatada cerca de R$ 2,1 bilhões. Já alguns títulos indexados à inflação como, o Tesouro IPCA+2055 deverá atingir aproximadamente 5,78% bem abaixo da meta estipulada pelos economistas do mercado financeiro que era de 5,85%. 

Gostou desse conteúdo? Não deixe de compartilhar com os seus amigos, depois volte para ficar por dentro das novidades do universo das finanças. Esperamos por você! Memivi.