Banco Digital é melhor do que os “Bancões”?

Os bancos digitais “caiu” no gosto das pessoas, veja os motivos e compare com os bancos tradicionais.
Anúncios


Fonte: Google

O mundo digital está cada vez mais presente na vida das pessoas, fazendo compras, pagando contas e até investimentos. Na maior parte através do banco digital. Mas será mesmo que são melhores que os bancos comuns?

A relação entre clientes e bancos sempre tiveram seus problemas, e as pessoas se viam obrigadas a aceitarem condições por falta de opções. Mas este cenário mudou e o domínio dos bancos tradicionais caíram mais de 80% no Brasil. Entenda o motivo da migração dos usuários para os bancos digitais e conheça todas as vantagens e desvantagens de ambos.

O que é Banco digital e Banco tradicional

Os bancos digitais que tanto se fala, são instituições financeiras que atuam de forma online. Não existe agência bancária física, tudo que o usuário necessita deve se fazer de modo online.

Desde abertura da conta, até atendimentos e orientações, tudo pela internet. Exemplos de bancos digitais: Agibank, Banco Inter, Nubank, Neon, C6 Bank, Banco Original e outros.

Bancos tradicionais, são os que todos conhecem. A primeira instituição que operou no Brasil teve início em 12 de outubro do ano de 1808, o conhecido Banco do Brasil; bancos privados ou do Governo.

Esses bancos possuem agências físicas, com funcionários, caixas eletrônicos e grandes estruturas para melhor atendimento aos clientes. Exemplo: Banco Itaú, Bradesco, Citibank, Santander, Caixa Econômica Federal e outros.

Diferença entre o banco tradicional e digital:

Fomte: Google

Banco Digital – Vantagens

Uma das maiores diferenças se inicia na facilidade para abertura de uma conta. Nos bancos digitais tudo é feito de forma simples e rápida, sem nenhuma burocracia. Através do aplicativo de celular em minutos um cliente pode ter uma conta digital e totalmente grátis. Os cartões de crédito dos bancos virtuais, não cobram anuidade.

Tarifas como TED e DOC também são isentas, podem ser realizadas sem nenhum custo. A praticidade é outro benefício. Na correria do dia a dia, poder resolver os assuntos financeiros usando o smartphone ou computador é uma grande vantagem. Dessa forma, as pessoas não perdem tempo em filas, muito menos com deslocamentos.

Boas opções de investimentos. Nas plataformas digitais são oferecidos uma variedade de produtos para as pessoas que desejam investir.

Banco digital – desvantagens

No entanto, uma das desvantagens é a dependência total da tecnologia, se o cliente necessitar de suporte pode ter dificuldade caso não tenha tanta prática ou hábito com o mundo digital. Existem os chats online, mas dependendo do usuário pode ter dificuldade de atendimento, como por exemplo pessoas com mais idade.

Banco Tradicional – Vantagens

A princípio, O relacionamento com os gerentes são um dos pontos mais importantes dos chamados bancões. Ainda mais em casos de investimentos, no qual os clientes possuem uma orientação melhor e podem conseguir outros benefícios.

Dessa forma, os bancos tradicionais, têm muitas despesas com agencias físicas. Em outras palvras, têm muitos funcionários, ambiente agradável, ótimos móveis, ar condicionado, mais segurança, como câmeras e vigilantes.

Tudo isso contribui para que os bancos comuns tenham mais despesas e automaticamente o custo das operações serão maiores, comparando com os bancos digitais. Esse é um dos motivos pelos quais os bancos virtuais não cobram algumas taxas e tarifas, enquanto os bancos tem grandes custos e de alguma forma repassam para os clientes.

Mesmo os bancos digitais disponibilizando vários produtos e serviços, ainda assim os bancos tradicionais tem mais opções, inclusive de investimentos, que são mais seguros.

Banco Tradicional – Desvantagens

As maiores reclamações dos clientes são as taxas cobradas pelos bancos, seja na abertura de contas, tarifas de TED ou DOC, manutenção das contas e muito mais. Além do alto custo, os bancos tradicionais são muito burocráticos, para abertura de uma conta são exigidos diversos documentos.

Além disso,comprovação de renda e a necessidade do deslocamento para realização deste serviço. Perca de tempo. Ninguém gosta de perder tempo em filas nas filas dos bancos, são minutos ou horas para resolver assuntos que não são possíveis nos caixas rápidos ou com gerentes.

A escolha do banco

Então, Antes de abrir uma conta, faça várias avaliações, compare os custos, as tarifas e tudo que for relevante. Bem como, outra dica importante é a identificação de perfil. Pessoas têm hábitos e necessidades diferentes, tem cliente que é inseguro, prefere a burocracia dos bancos tradicionais por julgarem mais seguros.

No entanto a grande maioria não quer perder tempo com nada, por isso os bancos digitais são ótimas opções, com um celular e em qualquer lugar é possível realizar várias transações financeiras. Confira sempre a pontuação de qualquer empresa no Reclame Aqui, nessa plataforma os bancos também são avaliados e todos têm acesso as notas.

De acordo com estudo da Deloitte, cerca de 60% das transações financeiras realizadas atualmente são por meios digitais. Por fim, a tendência é que cada vez mais pessoas se migrem para os bancos digitais, devido toda facilidade e comodidade oferecidos.

Gostou do artigo? Compartilha com seus amigos, em suas redes sociais e ainda com os seus familiares. Não esqueça de ler outros artigos sobre o assunto aqui no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *